Desabafo

4 mangás que vão demorar pra sair aqui porque as editoras não mudam suas periodicidades

Toda vez que abrimos um site da imprensa especializada em traduzir notinhas do Anime News Network é uma tristeza sem tamanho. E olha que nem tô falando dos textos ruins, e sim porque o que mais vemos é a notícia “mangá tal de maior sucesso ganha um novo volume que vende para caralho“, e enquanto isso a gente fica aqui com as migalhas não-tão-gostosas-assim que aparecem na forma de Ninja Slayer ou então de Coin Laundry Lady. Os editores sempre falam que o mercado brasileiro está maduro, mas muitos mangás não saem por aqui por culpa do pensamento das próprias editoras.

Vou pegar como exemplo o mangá (bom, por sinal) de Dragon Ball Super. Ele ganha um capítulo novo por mês, está sendo publicado há dois anos na Grande Nação Japonesa e atualmente está no quarto volume, ainda sem previsão de acabar. Se qualquer um de vocês perguntar para a editora da Panini Beth Kodama, pode ser numa palestra ou na fila do self-service, o porquê da Panini não ter anunciado Dragon Ball Super por aqui, provavelmente a resposta é que acabou de começar no Japão e tem poucos volumes.

Estamos falando de Dragon Ball, uma franquia que venderia até ceroulas se colocássemos estampas do Mestre Kame, mas ela não é lançada no Brasil (entre outros motivos) porque as editoras daqui só sabem lançar títulos mensalmente/bimestralmente/trimestralmente. Aqui tem o hábito de esperar acumular muitos volumes para lançar todo mês, mesmo que isso aconteça séculos depois que o negócio esfriou.

Não existe aqui o pensamento do “lançamos quando estiver pronto(exceto Akira), as editoras se interessam apenas por mangás que estarão nas bancas periodicamente. Isso acaba sendo muito ruim para o público, porque não chegam aqui mangás que seriam venda certa só porque eles têm poucos números no Japão e isso estragaria um lançamento todo mês por aqui. Outros países do mundo, até vizinhos nossos em questão de economia, já começaram a lançar alguns mangás de grande sucesso e que acabaram de lançar no Japão, mas por aqui nada disso acontecer.

Não digo que as editoras deveriam abandonar totalmente os mangás periódicos para apostar no incerto, mas por que não um ou outro lançamento com poucos volumes e ainda em publicação (ainda mais de coisas que obviamente vão vender), sem ter aquela pressa de lançar tudo pra ontem? Usando o próprio Dragon Ball Super que eu citei no começo: o primeiro volume dele saiu nos EUA no começo do ano e o segundo volume está previsto para dezembro. Ninguém correu para lançar só porque já tinha 4 volumes no Japão e eles seguram as vendas porque trabalham bem com publicidade.

Fazer um post assim com só de críticas ao pensamento das editoras faria de mim ser uma chata, então obviamente transformei isso aqui numa lista caça-cliques para ser uma chata com alguns views no siteIKIMASU então para uma lista de 4 mangás que vão demorar pra sair aqui porque as editoras não mudam suas periodicidade!!!!

#01. Boruto
Não sabemos se isso aqui vai durar 10 volumes ou vai emplacar nos 80, mas se o Brasil comportou o lançamento de Bleach até o final, por que não lançar a continuação do mangá prequel do pai do Boruto?

#02. Dragon Ball Super
O exemplo que me motivou a escrever essa matéria. O mangá de Dragon Ball Super é muito superior ao anime porque corta a enrolação, altera coisas da história e o robô contratado pela Shueisha para imitar o traço do Toriyama está muito bem.

#03. Card Capton Sakura: Clear Card
O grupo Clamp percebeu que o preço do pãozinho francês estava subindo e o dinheiro conquistado com o insosso Gate7 não ajudaria nas finanças, então elas inventaram uma continuação de Sakura para ganhar muito dinheiro.

#04. Black Clover
Esse nem é tão curto quanto os outros (até porque é semanal) e provavelmente alguma editora (tipo a Panini) já tá de olho. Coloquei na lista porque né… história genérica por história genérica, melhor publicar o mangá porque não precisamos ouvir o Asta gritando.

15 comentários em “4 mangás que vão demorar pra sair aqui porque as editoras não mudam suas periodicidades

  1. Lista de mangás que sempre estarão a vendo no mercado nacional:
    1º CdZ
    2º Dragon Ball
    3º Naruto
    4º YuYu hakusho
    Nosso amado arroz com feijão s2

    Curtir

  2. Mas as vezes as editoras Japonesas nem sequer liberam as licenças tão cedo

    mas isso não muda o fato que sim, as Editoras BR deveriam tentar pelo menos uns mangás trimestrais e quadrimestrais

    OBS: Boruto não é PREQUEL

    Curtir

  3. Não é Prequel mesmo, é a continuação do prequel, rs. Continuação do prequel é quase como funciona um motor né.

    Curtir

  4. Mercado Nacional vive de amadorismo e fanservice.

    Além deles não lançarem nenhum “sucesso atual” do Japão a conta-gotas mesmo, eles tambpem NÃO REPUBLICAM o proprio material que esta sendo lançado por aqui.

    One Piece por exemplo tem 72 volumes lançados aqui, ao inves de fazer uma REPUBLICAÇÃO, relançando bimestralmente os 30 primeiros volumes, pra atrair um novo publico e ajudar o leitor velho e fiel que perdeu algum numero. A panini simplesmente republica do 40 em diante, PORQUE SIM. Parece até que ta ajudadndo certas lojas que vendem o vol. 1 a R$199,00.

    O Exemplo tmb vale pra HUNTER x HUNTER. Aproveita o novo hiato do togashi e relança tudo.

    Curtido por 1 pessoa

  5. @Matheus Andras como n é compra certa cara. Se tivesse dado encalhe como vc diz, a Panini n tava ae lançando Dr. Slump, Jaco e Katsura x Akira. Obras do autor de Dragon Ball. Esse box ae foi só pra tirar mais uma grana fácil de maluco q queria caixinha.

    Bem quanto a DBS acho q é questão de tempo, já lançaram Jaco, pra ir pra DBS é um pulo. Agora realmente tentar entender o q se passa na cabeça das editoras nem vale mais, desisti disso a tempos. Simplesmente as editoras acham q a mentalidade do leitor é a mesma lá de 2000. É tanto motivo besta pra n lançar certos mangas e trazer uns trambolhos q ninguém nem sequer imagina q existe q chega a ser triste. Pra mim a desculpa mais merda das editoras é q “O manga é Japonês de mais”.

    Curtir

  6. Eu acho que parte do problema é o próprio modelo de “mangá em banca”, porque na modelidade comercial de banca você deixa um produto em exposição até que o próximo produto da série seja lançado, momento em que há uma troca e retorno do anterior ao estoque, etc.

    Ao ponto em que produtos disponibilizados em livraria podem ficar em exposição praticamente eternamente, inclusive um do lado do outro, e você pode até comprar vários volumes seguidos de uma mesma obra, etc.

    (além do modelo de mangás por assinatura, que é outra coisa por si sóç ou o de compras online, etc)

    Um lançamento não periódico de mangás dependeria, na minha percepção, de uma mudança do modelo (e do mercado) e talvez um abandono efetivo das bancas (já que o jornaleiro talvez não queira ficar com um mangá encalhado por, digamos, oito ou dez meses até sair o próximo volume).

    Ou talvez minha percepção seja enviesada pela minha experiência prévia como consumidor de mangás em bancas fora dos grandes centros, e a situação seja melhor em Rio/SP.

    Curtir

  7. “Vou pegar como exemplo o mangá (bom, por sinal) de Dragon Ball Super […]”
    Só porque é melhor que o anime não significa que é bom.

    Curtir

  8. Mercado Nacional vive de amadorismo e fanservice.

    Além deles não lançarem nenhum “sucesso atual” do Japão a conta-gotas mesmo, eles tambpem NÃO REPUBLICAM o proprio material que esta sendo lançado por aqui.

    One Piece por exemplo tem 72 volumes lançados aqui, ao inves de fazer uma REPUBLICAÇÃO, relançando bimestralmente os 30 primeiros volumes, pra atrair um novo publico e ajudar o leitor velho e fiel que perdeu algum numero. A panini simplesmente republica do 40 em diante, PORQUE SIM. Parece até que ta ajudadndo certas lojas que vendem o vol. 1 a R$199,00.

    O Exemplo tmb vale pra HUNTER x HUNTER. Aproveita o novo hiato do togashi e relança tudo.

    É o que deveriam fazer, agora cá temos caso do Evangelion que é super hipado que tinha hiatos por conta de acompanhar o lançamento no Japão. Tem também, o próprio HxH vive em hiato, talvez isso acaba afastando o investimento em títulos correntes.

    Se bem que Dragon Ball é mais visível comercialmente que estes casos.

    Curtido por 1 pessoa

  9. Toda vez que peço ao Chuva de Nanquim colocar a fonte do ANN (que até o próprio ANN faz), eles marcam meu comentário como spam e removem. lol

    Curtir

  10. “por que não lançar a continuação do mangá prequel do pai do Boruto
    Releiam a frase que vocês vão entender a piada.

    Curtir

  11. Achei interessante o Leo kitsune falar num vídeo da influência dos formatos sobre os diferentes tipos de consumidores.
    To comentando isso porque ele cita esse post MDOM. Pra quem é fanzineiro isso pode ser bem útil.

    Video Quest

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s