Archive | Cosplay RSS feed for this section

Em apenas um vídeo o UOL conseguiu zoar mais os cosplayers que eu em 6 anos de MdOM

22 ago cosplayers-vs-uol-capa

Foi lançada ontem a última edição da trilogia das matérias equivocadas do UOL a respeito do meio tokuanimangático, dessa vez colocando duas psicólogas especializadas em adolescentes para ofenderem gratuitamente toda a tribo de cosplayers de uma forma que nem euzinha, após anos de cobertura de eventos de anime repletos de gothic pobritas, consegui de forma competente. Seria isso pura implicância com esse pessoal adpeto ao mundo fantasiso? Uma tentativa desesperada de conseguir cliques? Ou então foi para evitar que as pessoas discutam quem foi acusado na lista do Janot e prefiram zoar o pobre moço que fez um cosplay de Inuyasha em 2015? Enfim, vamos torcer para eu ter aprendido a colocar embed e IKIMASU ver esse sensacionalismo em forma de streaming:

CLIQUE AQUI E VEJA O VÍDEO (claro que o embed falhou)

Na verdade, essa matéria do Uol é um exemplo lindo de como se pode facilmente manipular uma reportagem, pegando todos os trechos convenientes tanto dos cosplayers quanto das psicólogas para você afirmar sua tese que esse pessoal fantasiado é tudo maluco mesmo. Tudo embalado ao som de músicas pré-históricas sobre super-heróis e perguntas filosóficas e informações genéricas apresentadas graficamente num pôr do sol poético:

cosplayers-vs-uol-01

cosplayers-vs-uol-02

cosplayers-vs-uol-03

(reparem como não consegui humilhar os cosplayers nem com minha intervenção photoshópica)

Bem, eu não tenho conhecimento algum de psicologia para poder questionar o sensacionalismo dessas matéria quando dizem que cosplayers são pessoas sem vida social e que confundem a própria personalidade com os papéis que interpretam (legal que o mesmo acontece com um negócio que existe há pouco tempo chamado TEATRO). Isso quer dizer que tanto a matéria quanto as psicólogas se livraram de uma voadora de argumentos dessa blogueira que mal consegue se levantar da cadeira? Mas é claro que não, pois vou compartilhar a opinião de uma cosplayer bem tradicional do meio dos eventos e que -olha só que conveniente- TAMBÉM É UMA PSICÓLOGA e pode retrucar os argumentos babacas da reportagem:

Finalmente em casa,estão sentados? Vamos lá…. se você ler até o final, deixe algum comentário, pra eu ficar feliz. Depois é só desativar as notificações.
Pra quem não sabe hoje foi publicada uma matéria em que “Psicólogas discutem a influência do cosplay na formação da identidade pessoal do adolescente.” O texto que acompanha o video ainda fala que “Fantasiar-se como seu herói preferido é uma febre entre jovens desde a década de 1970 nos EUA e Japão, mas ultimamente a mania tem causado distúrbios de personalidade em adeptos que chegam a usar a fantasia em seu dia-a-dia.” Tá lá, no site da TV UOL onde foi publicado originalmente.
Bom, pra quem não sabe, eu sou psicóloga, mestre em psicologia clínica, tenho 38 anos, sou casada, funcionária pública trabalhadora… e sou cosplayer! Sou da abordagem behaviorista, mas estudei psicanálise tb e posso garantir que ambas as psicólogas foram deveras infelizes em seus depoimentos, embora eu acredite que tenham tido suas falas distorcidas e manipuladas, pois não acredito que realmente considerem (pelo menos uma delas) que todo cosplayer se acha uma porcaria quando não está de cosplay. Será mesmo que elas não falaram de nenhum aspecto positivo de ser cosplayer? Eu duvido, quero entrar em contato com as duas para esclarecer tudo isso.
A primeira frase da psicóloga Gislaine Dominicis na matéria é: “O cosplay não favorece a integração, ele favorece a desintegração”. Ok, ela prossegue falando da desintegração entre o eu que eu sou mesmo e o eu que eu represento ser, mas de cara já levamos aquele susto de “como assim”, pq pensamos em integração SOCIAL, e não da integração ou desintegração da gente com a gente mesmo! Cosplay promove integração social, fiz muitos amigos nesse meio, inclusive conheci o meu amado marido nesse meio! Agora, falando da gente com a gente mesmo, depende muito do ponto de vista, pq o que ela chama de desintegração não faz muito sentido uma vez que estamos incluindo novos eus, sem tirar nada. São trocas de papeis temporárias. Nem no próprio evento somos aquele personagem o tempo todo. Somos o personagem praticamente apenas quando vamos tirar foto ou se apresentar, na maior parte do tempo somos nós mesmos fantasiados.
Em seguida entra a psicóloga Leda Zancanella, falando que “ficar na fantasia é gostoso, é cômodo”…. ok, gostoso é mesmo, mas… CÔMODO? Se tem uma coisa que não é, é cômodo! Cômodo é ficar na mesmice do dia a dia, isso sim! Usando roupas confortáveis e passar batido pelos outros. Estou sendo sarcástica pq sei que ela não falou no sentido literal, mas cômodo soa bem pejorativo, não é? No sentido de acomodado, como se fosse “fácil” viver a vida de cosplayer! Não, minha senhora, não é! A gente sofre preconceito, críticas e muitas vezes somos mal interpretados, por exemplo, ao recusar tirar uma foto por estar com pressa para ir ao palco ou por estar almoçando durante um evento.
Se tem pessoas com distúrbios graves a ponto de ignorar a realidade provavelmente passaria por isso também em qq outro hobby, até colecionando selos! São pessoas que precisam mesmo de ajuda, precisam de psicoterapia e até de acompanhamento médico-psiquiátrico mesmo. Nem de longe são a maioria dos jovens que frequentam eventos abertos a cosplayers. Uma pena que essas duas psicólogas uma especialista em adolescente e outra especialista em jovens, nunca tenham ido a um evento para relatar isso, eu duvido que tenham ido, pelo menos foi que transpareceu na matéria, falaram como se todo cosplayer fosse alienado! Aí colocam cosplayres falando de fugir da realidade, como se fôssemos um bando de drogados! Nós usamos nossos cosplays em eventos específicos, ninguém vive seu personagem 24h por dia, ninguém vai trabalhar de cosplay, é como participar de uma festa a fantasia, é um hobby, uma diversão, pra sair um pouco da realidade SIM , mas de uma forma saudável e divertida, sem ter a “vida real” prejudicada por isso.
Quando uma das psicólogas fala do orgulho de ser outro personagem e que isso é um perigo, novamente está discriminando nosso hobby como se a gente não soubesse separar fantasia de realidade! Que isso? E ainda vem com o papo de que quando não estamos de cosplay somos uma porcaria (sim, ela usou essas palavras!) e que cosplay não ajuda na auto-aceitação, não ajuda a gente a chegar onde queremos… tudo invertido! No meio cosplay e também no consultório, com os cosplayers que atendi, conheci pessoas que se sentiam discriminadas por serem deficientes físicas, deficientes mentais, pelo tom da pele, pelo peso, pela altura, pela opção sexual, todos se encontram, se reconhecem e se sentem melhor usando cosplay, fazendo amigos, namorando, vivendo, superando obstáculos, se tornando pessoas melhores, tudo isso numa sociedade que é muito preconceituosa! E essa amizade não fica só nos eventos, não fica só atrás da máscara (cosplay), vai para o dia a dia, para outras atividades de lazer, cinema, passeios, aniversários, etc. São amizades verdadeiras! Respeito verdadeiro! Reconhecimento verdadeiro!
E não se preocupem, estamos todos (ou a grande maioria) no play mesmo, na brincadeira! Eu não sou os meus personagens, eu sou eu e gosto de homenagear meus personagens favoritos através do cosplay. E não só como cosplayer, mas como psicóloga que sou, poderia passar mais de duas horas falando dos benefícios do hobby cosplay para os jovens e também para os ADULTOS (oooooh, adultos tb fazem cosplays, olha a noivdade!). Mas acho que já chega.
A música “Heroes” do David Bowie é excelente! Heróis por um dia, perfeito! Mas a outra música escolhida, das Frenéticas, repetindo que “o que mais me dói é que você escolheu errado seu super herói”, ah, fala sério! Cabe uma série de palavrões aqui, não é?
Por tudo isso fica aqui a minha revolta para Rodrigo Bertolotto e Adriano Delgado e toda a equipe UOL que deixou isso passar! Não é para as psicólogas, muito menos para os cosplayers. Avalio que foram todos vítimas dessas mídia podre e manipuladora!

(Pra você que não leu o textão do face, vamos resumir: a Márcia dançou a coreografia do encerramento de Haruhi Suzumiya  em cima da desqualificação das profissionais apresentadas no vídeo e da equipe do UOL.)

E por que estou fazendo todo esse apoio aos cosplayers em vez de convocar a Ba-chan para escrever uma carta aberta? Porque estou farta do UOL! Eu aceitei de boa escreverem uma pauta sensacionalista falando que Korra tem insinuações lésbicas, também até relevei uma outra matéria mostrando as coisas pesadas dos animes (e dando destaque para aquele beijo gay no começo do Naruto), mas ningué… ouviram bem?… NINGUÉM VAI ZOAR OS COSPLAYER AQUI NO MEU TERRENO, ENTENDEU?????

Força na Peruca! – Burajiru vai pior no WCS que na Olimpíada

7 ago

Enquanto você tá aí tentando ver algum esporte na Olimpíada de Londres na Record, saiba que tá rolando um evento que é tão menos relevante que nem a Gazeta comprou os direitos de exibição. Sim, sim, agora sim, estou falando do incrível WCS, o campeonato internacional de cosplay.

O Burajiru, em anos anteriores, já ganhou três vezes. Esse será o ano que o Cassius Medauar vai sair correndo pela redação da JBC gritando “É TETRA! É TETRA! É TETRAAARRGHH!!!”? Acho que não. Porque vejam o que deu no blog oficial dos cosplayers:

Eles ganharam o prêmio Cosplay Cyperous. E se você acha que é um prêmio legal tipo aquele que a Sandra Bullock ganhou no fim do underrated Miss Simpatia, o prêmio Cosplay Cyperous é o prêmio de melhor peruca. Parece que Cyperous é uma marca de perucas que patrocina esse prêmio especial.

Nada contra ganhar um prêmio desses e servir de garoto propaganda gratuito de uma marca de perucas, mas tudo contra uma premiação que escala um homem com uma peruca tosquíssima para ser auxiliar da equipe do Burajiru.


Parabéns a todos os envolvidos.

Pedaço de Constrangimento fazendo um brinde

4 set

Oi, minna! Se você não tomou a sua dose de necessidade de autoafirmação do dia, vamos ver o que um grupo de cosplayers fez nos EUA:

A primeira coisa que vemos é que eles conseguem fazer vídeos melhores que o TKJ eles são todos habitués de eventos americanos e que possuem fantasias bem feitas.

Eu só acho que sinto um pouco de falta daquela época daquele cosplay arte, daquele cosplay moleque, em que as pessoas faziam suas fantasias para se divertir em eventos, e não usando uma apresentação cosplay como uma maneira de exibir suas habilidades como ator e/ou cantor que a pessoa não conseguiu na sua vida frustrada nos palcos.

Acho que precisamos de mais apresentações de lutas de Naruto que de cosplayers de O Fantasma da Ópera nos entediando em suas apresentações artísticas e poéticzzzzzzzzzzzz…

 (Dica do leitor @GustavoSyaoran)

***

(Me siga no Twitter!)

(Já me curtiram no FACEBOOK?)

Burajiru ganha o WCS de novo!

7 ago

O nosso querido Psy e sua irmã ganharam o WCS mundial. É a terceira vez que o Burajiru ganha, e é a segunda vez que a dupla traz o prêmio pra gente:

PARABÉNS! Sei que não gosto muito dos seus cosplays e que vivo reclamando da sua habilidade de colocar leques em qualquer fantasia, mas estou orgulhosa por serem campeões por duas vezes. E agora podemos gritar que o Psy é bi!

É BI! É BI! É BI!

***

(Me siga no Twitter!)

(Já me curtiram no FACEBOOK?)

Especial Cosplay no Programa da Eliana

13 abr

Arranjar pauta para programa dominical deve ser a pior coisa do mundo. Você tem que pegar as matérias mais bizarras para conquistar a atenção daquela pessoa de baixo senso crítico que está ali sentado num domingo à tarde. Por isso qualquer coisa vale, né minna? Quando não mandam o Dicésar fazer uma transformação, quando não colocam a Stephany sendo monitorada cardiacamente enquanto dançarinos gostosos se insinuam e quando não vemos um quarentão procurando uma esposa, somos agraciados com a pauta mais comum de todos os tempos: COSPLAY. Eu mesma, quando tiver meu próprio programa de auditório, vou usar a pauta cosplay quando eu precisar mostrar alguma bizarrice.

Então, domingo passado o Programa da Eliana exibiu um especial cosplay que foi idêntico ao que ela exibiu oito meses atrás, mostrando que as pautas de programas dominicais são mais recorrentes que nosso ciclo menstrual. Chamando especialistas na área, vamos ver essa grande demonstração de desconhecimento e vergonha alheia? Hora de analisar o vídeo, gentilmente colocado na internet por esse usuário que poluiu a tela com uma faixa indicando que ele veio de um fórum de Clube das Winx… Então pegue seus dedinhos, coloque na barra de rolagem e IKIMASU ver essa grande palhaçada!

Olha, sorte que seu programa não é o da Ana Hickman, senão aquele polígrafo dela ia apitar agora e você ia perder 5 mil reais, Eliana.

Estagiário que cuida do GC, a moda dos quadrinhos da Grande Nação Japonesa é tão recente quanto a idade da apresentadora embotocada. Quer dizer…. me desculpem a injustiça dita… porque o Tezuka é mais recente que algumas rugas aí…

Aí ela convoca o repórter Nahim (quem?) para ir a um evento de anime, que mesmo não tendo sido citado nós podemos descobrir qual é. Vamos ver: tem um cosplay de Lady GagÉ UM EVENTO DA YAMATO!!!!!

“os fãs têm entre 13 e 29 anos”

É porque não tem certAs cosplayers nesse evento, senão a média ia subir um pouco, né minna?

Lolita de Harajuku? Na minha época isso era um cosplay de Alice no País das Maravilhas com o cesto da Chapeuzinho Vermelho. Hoje em dia é moda, só porque colocou um lacinho na cabeça, de se chamar de Lolita de Harajuku. Se é assim, Minnie Mouse é vanguardista.

Esse imperador das terras frias (hã?) poderia dar uma passadinha em casa para aquecer as terras frias do meu coração. Brincadeira, Kareshi-sama, meu coração nem tá tão frio porque eu dei uma animada quando vi o Edward Elric ali atrás com um penteado bagunçado parecido com o da Marília Gabriela.

Se vamos usar peruca em cosplay, IKIMASU combinar de pentear bonitinho?

O Super-Homem lambendo a arma de um Avatar vestido de Akatsuki.

Se você precisa ficar acordado hoje até tarde para fazer trabalho de escola ou faculdade, essa imagem surreal vai tirar todo o seu sono.

É muito pecado pagar um pau absurdo por esse homem gostoso com roupa de Tinker Bell?

Aí voltou pro palco e temos a participação especial de Daniel Verna! Todos Aplaude! Finalmente vamos ter um verdadeiro especialista falando coisa certa, ao invés da TV que só fala merda.

“Seto Kaiba é o vilão…”

“é o vilão…”

“o vilão…”

“VILÃO…”

VILÃO? Acho que eu acompanhava uma série diferente do nosso especialista.

Eliana diz “E o próximo é… ALUCART!”

Seria ele o protagonista de um spin-off de corrida da série Castlevania inspirado em Mario Kart?

Aí a Eliana anuncia a próxima cosplay, que é a Jesse do Pokémon. Por dentro ela deve estar pensando “porra, e eu que jurei que nunca mais ia apresentar esse negócio”.

E vale o comentário que eu, Mara, não tenho nenhuma reclamação sobre as fantasias que apareceram no palco, todas são bem bonitas e bem feitas. Olhem só esse cabelo da Jesse! Afinal, a arte de fazer cosplay é uma coisa tão bonita quando feita corretamente.

Engraçado, na hora de mostrar cosplay como uma cultura excêntrica de minorias, eles podem passar cenas de sangue à tarde.

Eliana diz “Se eu falar besteira, você me corrige, tá?”

Daniel diz

Eliana diz “Ele (Ryuku) veio à Terra para perseguir a pessoa que pegou seu caderno da morte”.

Daniel diz Exatamente.”

Se é pra dar resumo deturpado, por que não adicionou um “…e viverão altas aventuras enfrentando um detetive da pesada”, Daniel? A Eliana disse que lembrava da próxima personagem. Lógico, eu nunca esqueceria aquele trauma que foi o clipe dela cantando Sailor Moon, Sailor Moon, Vencemos o inimigo um a um”.

Daniel diz “Ela é uma guerreira UNIVERSITÁRIA.”

Nossa, especialista, que parte do “Oi, meu nome é Serena, tenho 14 anos e estou na oitava série foi difícil de entender? Ai, cansei de analisar isso. Vamos para o resumo?

Todos pergunta o preço das fantasia.

Todos olha a apresentação de Soul Calibur.

Todos morre de vergonha vendo o programa.

FIM

***

(Eu tenho Twitter!)

(Já me curtiram no FACEBOOK?)

Momento Snorlax

27 fev

Deu na Made in Japan:

Depois dessa notícia, uma Hatsune Miku limpou suas lágrimas negras da sociedade.

***

(@maisdeoitomil)

Post Sério! – Uma ameaça aos cosplayers no verão!

21 jan

Minna, eu gosto muito de cosplay. Admiro essas pessoas que gastam tempo, dinheiro e dignidade para fazer um cosplay bonito, vistoso e que apareça no maior número de fotos possível. Mas recentemente os cosplayers vêm enfrentando uma praga que está se alastrando cada vez mais pelos eventos, principalmente os de verão, como é o caso do Anime Dreams.

Ao contrário de outros problemas, como a falta de noção, essa recente praga afeta apenas os homens. E é no meu papel de blogueira denúncia que venho relatar esse mal que alastra pelo mundo cosplay.

O mal… dos cosplays de Gray.

Esse tipo de praga se espalha no verão assim como se espalha no inverno a praga chamada Cosplay de Akatsuki. Outro motivo que facilita a proliferação do cosplay de Gray, do anime e mangá Fairy Tail, é sua facilidade e ventilação invejável da fantasia. Como não quero que essa praga pegue no Burajiru (assim como a praga de se fantasiar de L, que tinha uns anos atrás e contaminou centenas de pessoas), vou mostrar aos leitores pessoas já infectadas pela praga. IKIMASU ver as melhores fotos tiradas da internet e do Cosplay Brasil:

O que tem de errado: Cartolina no lugar da tatuagem, gordura, cara de songo-mongo…

O que tem de errado: Cara de moleque, corpo de moleque…

O que tem de errado: cabelo, nunca viu um supino na vida…

O que tem de errado: Exala subdesenvolvimento.

O que tem de errado: Amigo, você tá seco demais pra fazer o Gray. Mas mande um email para maisdeoitomil@gmail.com que podemos manter um contato, sei lá né? :P

 

RESUMINDO:

Se quer fazer cosplay, que faça algo bem feito e compatível com seu corpo. Não é só colocar uma calça e andar sem camisa pra dizer que você é um cosplay! Obrigada!

***

(@maisdeoitomil)

Mais de Oito Mil Investigations – Procurando o Loiro Misterioso

13 out

Olá, Minna! Saudades daquela investigação gostosa? NEM EU! Mas ontem aconteceu algo muito estranho. Postei aquele tópico sobre o Comic Con e fiquei muito encantada pelo loiro com cosplay do Capitão América. Então decidi fazer um post investigativo para descobrir a identidade do loiro gostoso. O post de ontem bateu um recorde negativo de postagens, mas eu vou insistir no tema. E sabem por quê?

Porque o blog é meu e eu faço o que eu quiser! SUGOI!

Aproveitando a imensa aceitação popular que aquele loiro teve (só pela parte feminina e por alguns masculinos que até pediram o telefone dele), vamos começar oooooo…..

Vamos deixar de lado essa tentativa de imitar o Marcelo Tás anunciando matérias do CQC e focar no loiro, então vamos direto para o site de onde veio as fotos: o site do Jovem Nerd (tenho que colocar aqui porque esqueci de dar os créditos ontem). IKIMASU!

Como eu não reparei que havia esse Flickr? Vamos correndo pra lá! Aliás, não gosto de Flickr porque não sei pronunciar. Se falar Flicli? Flicri? E Tumblr? Tãmbler? Tumblir? Bem, que seja, IKIMASU para o site da Marvel!

E olhem só quem achamos na página 2!

A foto não está charmosa quanto a do site do Jovem Nerd, mas podemos ver que o Capitão tem um baita Capeitão.

Desculpem a piada, mas eu precisava fazer.

Mas como vamos adivinhar a identidade desse loiro magnífico quando só temos uma foto como informação? Minna, algumas vezes na nossa vida, as respostas para nossos problemas estão debaixo do nosso nariz… ou debaixo da foto, na parte dos comentários.

Scott Herman! Esse é o nome do nosso Kami-Sama Grego. O loiro que tirará o Hyoga de nossos kokoros. Tendo o nome dele e o rosto, agora é fácil escrever seu nome no Death Note pesquisar sobre ele no maior recurso investigativo dos detetives profissionais.

Gente, se vocês sofrem de algum problema cardíaco saiam daqui! Ou se o namorado de vocês está por perto, arremessem um osso amarrado numa edição de Tenjo Tenge pela janela. Isso deve ser o suficiente para ele se jogar e você ficar sozinha no computador.

Vamos ver o que consegui descobrir do bonitão?

Descobrimos que ele tem um Twitter atualizado regularmente.

Ele também mostra desinibição tirando foto com nerd baranguinha.

Que ele paquera duas garotas ao mesmo tempo enquanto um nerd fica babando por um Kinect do Xbox. E eu que me contento com esse meu namorado que joga World of Warcraft, heim minna?

Não sabia que os cinegrafistas do Domingo Legal estavam na Comic Con. Só isso justifica os ângulos quase ginecológicos.

Também descobrimos que alguém sem talento tentou fazer uma ilustração em mangá dele. Aposto que foram os cartunistas arroz-de-festa dos eventos que fazem todo mundo sair igual.

Mas tem como fazer esse belo retrato do sonho americano em versão mangá?

E também descobrimos que ele dá dicas para pessoas sobre como melhorar seus abdomens. Eu vou colocar aqui um vídeo educativo que ele faz.

Os leitores homens estão bem incomodados sobre esse post, mas eu peço que vejam com carinho esses vídeos e tomem algumas lições, pois é chato ver um cosplay de personagem sarado com um homem nem tão sarado assim…

…né?

 

***

(Precisa de veredito esse loiro? Eu o considero culpado e a pena será vir ficar recluso em minha casa pelo resto da vida!)

(@maisdeoitomil)

Jaspion, a alegria das crianças

31 ago

Deu no site que não sei se é Portal Tokusatsu ou Grupo Tokusatsu.

Segundo o post, um garoto de 5 anos ganhou uma festa tematizada do Japsion, evento comemorado por toda a comunidade tokusatsu do Burajiru (aqueles 15 homens gordos e carecas que vivem de nostalgia).

Acho atípico uma criança de cinco anos, que deve ter amigos da mesma idade e um convívio social adequado, pedir uma festinha de um herói decano. Tão atípico quanto o meu primo Rodrigo de 7 anos pedir uma festa de aniversário do Vigilante Rodoviário.

Eu acho ainda que o que aconteceu foi que o pai é um tokufã e implorou para que o filho pedisse uma festa daquele herói do DVD que o velho obriga a criança a assistir todo dia. “Papai, quero ver Ben 10 como os meus amigos” e o velho briga “Assiste esse herói, o Jaspion!”. Que prova eu tenho disso? Da frase que o próprio site postou:

Para terminar o post commuita emoção no coração, solte um solo de violino e IKIMASU ver a declaração cheia de emoção do autor da postagem:

Eu fiquei aqui no meu PC soltando lágrimas negras da sociedade. E você?

***

(@maisdeoitomil)

Prima Rica & Prima Pobre – As Gostosas e os Otakus

15 ago

Vocês sabem que dizer algo que é o sonho de um otaku? Não, não é viver dentro de um anime. O sonho de otaku é mulher! Bem, cada um sonha com o que não pode ter, não é mesmo minha gente? E tá rolando na Grande Nação Japonesa o Comiket, o maior evento do mundo. Como eu não tinha o que fazer nesse belo domingo, que tal fazer aquela comparação esperta entre os eventos brasileiros e o japonês? IKIMASU começar o….

COSPLAYS DE MAID


COSPLAY DE CHUN-LI


COSPLAY DE FINAL FANTASY


COSPLAY GENÉRICO

[Fotos roubadas daqui, daqui e daqui, e esse último foi sugestão da leitora Mariana]

(@maisdeoitomil)


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 3.608 outros seguidores