Archive | Barraco RSS feed for this section

Denúncia! Autor de Cavaleiros do Zodíaco usa sem autorização uma scan não oficial de seu próprio livro

22 Jan cavs-capa

Tá difícil conter esse João Kléber que tem dentro de mim, porque tenho uma denúncia INTERNACIONAL envolvendo Masami Kurumada, autor motorizado dos Cavaleiros do Zodíaco, e o maior fã-clube brasileiro dos defensores de Atena, o Site dos Cavs. E é do segundo melhor tipo de denúncia, que envolve o uso de propriedade intelectual sem autorização (porque o melhor tipo de denúncia é fofoca de quem trepou com quem, algo que não existe nesse virginal mercado tokuanimangático).

A denúncia foi revelada para o Mais de Oito Mil através da leitora Sarah Fernandes, que num surto masoquista decidiu clicar nesta notícia do Site dos Cavs sobre o site oficial do Kurumada ter disponibilizado um novo wallpaper de Cavaleiros do Zodíaco. Em vez de questionar a sanidade mental da nossa leitora, estou é agradecida porque ela mostrou que uma simples notícia de atualização do site oficial se transformou num grande complô internacional de roubo de material. IKUMASU ver isso:

wallpaper-do-kurumada

DEIXA EU VER SE A OTAKA AQUI ENTENDEU!

O Site dos Cavs, tão amigável à marca dos Cavs, escaneou e tratou imagens de um material oficial japonês e disponibilizou em seu site oficial gratuitamente (algo que muitas empresas consideram como “pirataria“). Aí, a equipe do Kurumada pegou essa mesma imagem escaneada e tratada sem autorização e a usou para fazer um wallpaper disponibilizado gratuitamente pelo site oficial, porém sem os devidos créditos ao Site dos Cavs. É ISSO MESMO????

Todo e qualquer comentário que possa ser feito já foi resumido pelos leitores maravilhosos do Site dos Cavs:

wallpaper-do-kurumada-01

Não sei não, acho que a terceira Guerra Mundial pode estar a caminho. E veremos nos livros de história que o desentendimento histórico desta será o roubo de um scan.

Plantão Kira dos Mangás – Esquema de Pirataria de Mangás é desmantelado

29 Dez keikaku-capa

Desde o final de 2011 quando rolou o Plantão do Mineirinhooo eu estava louca pra reviver esse clima de confraternização e mutretagem financeira para cima dos otacos do Burajiru. Se você perdeu o último capítulo aqui do Mais de Oito Mil, um rapaz começou a imprimir mangás copiados de scanlations brasileiros e encaderna-los com qualidade. Em vez de alegar o bom e velho oportunismo e capitalismo selvagem, o Kira dos Mangás (apelido dado pelos leitores através desta MARAVILHOSA page do Facebook) dizia estar pirateando como forma de protesto, afinal Cassius Medauar, Beth Kodama e Júnior Fonseca nunca responderam seus emails com sugestões de títulos. Melhor impossível, né? E a história segue hoje com um desdobramento delicioso.

O Kira dos Mangás estava de boa imprimindo seus mangos quando sentiu um baque no seu keikaku (“plano ” na língua da Grande Nação Japonesa): o digníssimo blog Mais de Oito Mil, esse L da imprensa especializada (pff), denunciou suas atividades que vão de ignorar desde direitos autorais até o uso do português correto, e então foi bombardeado por questionamentos vindos de todos os cantos.

Por causa disso, Kira dos Mangás anunciou sua RETIRADA IMEDIATA do mercado de mangás, durando ainda menos que a editora Savana (lembra?). Para aqueles que o viam como um deus do novo Mundo dos Mangás, ele deixou em sua pagina oficial uma declaração de despedida que mirou na carta de Getúlio e acertou direto nas pérolas do ENEM (Gustavo Felipe, obrigado por ter me marcado nessa pérola).

IKIMASU ver a malemolência retórica do guerreiro protestante?

kira-dos-mangas-01

COMEÇOU BEM A CARTA DE RENÚNCIA. Segundo o Kira dos Mangás, ele está saindo desse barco furado não porque os pais advogados devem ter avisado que sem direitos autorais você não pode nem vender sacolé do Saitama na praia do Recreio, e sim porque ele não tem tempo para se dedicar à arte da pirataria como forma de protesto. Mas o Kira dos Mangás não vai abandonar sua vida de justiceiro social, porque ele já plantou a sementinha para um novo e glorioso futuro:

kira-dos-mangas-02

Sabe o que não é fácil? ESCREVER “FÁSCIO”!!!! Com certeza isso faz parte do keikaku dele para que pensemos que se trata de uma pessoa semialfabetizada e néscia, fazendo com que os grandes editores desse Burajiru aliviem um pouco a perseguição implacável ao aproveitador. Mas é claro que a carta continua!!!!

kira-dos-mangas-03

Assumindo que é o deus do novo mundo, praticamente um messias do mundo editorial, Kira dos Mangás anunciou sua saída e ainda diz que haverá sucessores que seguirão suas palavras e ideais. Tipo um Jesus Cristo, só que sem a completa deturpação de seus ideais de paz e felicidade. E no fim, num verdadeiro plot twist carpado, o Kira revela não temer o peso da justiça dos homens do Burajiru, afinal ele tem apenas DEZESSETE ANOS. Assim como Narak enviava os seus Insetos Venenosos do Narak para distrair Inuyasha e seus amigos, o Kira usou essa carta armadilha para que as pessoas passassem a discutir a redução da maioridade penal em vez de atentar ao fato que ele foi num crescente de matança do português nessa fase final que ficou até difícil entender o que tava rolando na carta.

Pois é, e assim encerrou a trama do Kira dos Mangás. O rapaz de 17 anos que criou um império alternativo de mangos (que foi inteiramente apagado porque… né… ~ele tá sem tempo~) e que viu seu keikaku sucumbir diante da ameaça do Processinho-kun. Ou então ele previu tudo isso no seu plano de 8 meses e ser descoberto pelo Mais de Oito Mil era uma PARTE DO SEU KEIKAKU!!!!!!

AFINAL, ELE TEM A PORRA DE UM KEIKAKU!!!

Pequenas Picaretagens, Grandes Negócios – Fã imprime mangás em português de forma caseira e vende pela net

28 Dez manga-pirata-capa

E aí, minna, tudo bem? Nesses trocentos anos de vida tokuanimangástica já vi muita coisa relacionada a pirataria: grupo de fãs dizendo que tinham os direitos de lançar DVD de Evangelion no Burajiru, empresa de grande porte que sustentava uma lojinha de DVDs usando vídeos de fansubs e até mesmo uma máfia dos sites de legendagem que enchiam o cu de dinheiro e que atacavam qualquer pessoa que fosse contra, mas confesso que essa novidade que vou contar neste post é algo que supera até a escola Mineirinhooo de picaretageeem: agora temos mangás físicos pirateados!!!!!!!

Confiram com carinho esse anúncio que me mandaram por inbox:

manga-pirata-01

Quando olhei, a primeira coisa que pensei é que alguém havia hackeado o sistema da Panini e roubado os arquivos digitais do novo lançamento, ou então que alguém distraiu a editora Beth Kodama com deliciosos Melona (não julgo, eu também seria seduzida por um sorvete desses) e que conseguiram usurpar provas de gráfica de One Punch-Man antes de chegar nas bancas. Mas não: o gênio pegou os mangás de scans, imprimiu numa gráfica e agora está vendendo ao mesmo preço que os mangás das editoras, só que com uma suposta qualidade melhor. IKIMASU ver a tal qualidade melhor?

Embora julgar esse cara como um completo mau caráter seja uma estratégia muito comum aqui no Tribunal da Internet, acho que devíamos nos perguntar se ele é inocente antes, né? Às vezes é apenas um pobre imbecil que não tem o menor conhecimento do que significa direitos autorais, não é mesmo? Acontece nas melhores famílias, tipo as de um famoso político que comanda um canal de televisão especializado em exibir animes que ele baixou na Net.

Bem… pensei nessa hipótese do desconhecimento dos direitos, até ver ISSO:

manga-pirata-02

QUE MALEMOLÊNCIA ARGUMENTATIVA, MINNA!!!! Tive que me segurar para não sublinhar todas as frases maravilhosas que ele usou, indo desde a ameaça por ter pai e mãe advogados (logo devem estar acima da lei, da ordem e dos direitos autorais) até a revelação de que tudo isso é apenas um truque para chamar a atenção das editoras, que não responderam suas sugestões de títulos nem ao menos com uma resposta automática.

Mas, como eu disse, pode ser apenas que ele não sabe que existem editoras brasileiras que têm os direitos sobre determinadas obras, o que impossibilita que ele publique na sua gráfica particular. No entanto, essa hipótese também desaparece quando vemos ISSO:

manga-pirata-03

O que foi esse Ewerton revivendo o meme do quadro de namoro do Melhor do Brasil dizendo “hoje não, Faro” para a Beth Kodama e para os empresários da Panini que são os donos dos direitos de One Punch-Man?????? E para termos certeza que tudo isso não é uma interpretação equivocada deste verdadeiro Robin Hood dos mangos, confira ISSO:

manga-pirata-04

PUTA QUE PARIU, ELE TEM UM KEIKAKU!!! ELE TEM UM KEIKAKU!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! (mil exclamações de Atena)

keikaku

Aguardo os próximos capítulos dessa incrível cruzada de Ewerton Gonçalo contra as editoras que não ouviram suas sugestões de títulos, e agora serão punidas com mangás de qualidade (afinal, pagar pelos direitos, pela tradução e todas as coisas é para os fracos). Será que no jikai do próximo episódio veremos a sombra do Processinho-Kun?

Mesa Redonda Smash Bros: Panini x JBC x Newpop (e Nova Sampa) no Ressaca Friends

20 Dez ressaca-mesa-redonda-capa

Pela manhã acordei sem a menor vontade de viver, ou seja, era meu corpo reagindo naturalmente ao que o calendário indicava: era dia 20 de dezembro de 2015, o dia em que o Mais de Oito Mil marcaria presença no Ressaca Friends, evento organizado pela Yamato em uma faculdade que não comporta muito público em dia de chuva.

Tal qual João e Maria foram guiados até sua casa através de um caminho feito de migalhas de pão, euzinha me dirigi até o Ressaca Friends seguindo uma trilha feita de otacos de cabelos coloridos, pessoas cantando vergonhosamente canções de anime em ambientes públicos e camisetas de memes. Tudo isso por um único objetivo, acompanhar a mais recente edição da já tradicional mesa-redonda dos editores (igual essa aqui que rolou no Anime Friends). Realizado há poucos, anos esse bate papo com os editores virou uma bela partida de Smash Bros com direito a golpes baixos, rasteiras e coices gostosamente gratuitos. E o que podemos falar sobre os participantes da edição Ressaca nesse campeonato de porrada e indireta? IKIMASU VER OS COMPETIDORES que não foram anunciados pela Nintendo até o momento!!

Pra começar ela, a musa oriental dos mangos, a vencedora dos leilões da Shueisha, a Princesa Peach do mundo editorial se a princesa colocasse honoríficos preciosistas nas traduções, a representante da Panini:

ressaca-mesa-redonda-01

Agora ele, o homem, o mito, o funcionário que mais teve editoras de mangás na carteira de trabalho, o pintor de zebras, a cota de comentários machistas do evento, o representante da JBC e do misterioso selo Ink Comics:

ressaca-mesa-redonda-03

Chegou a vez dele, o garoto (embora talvez tenha mais de 50 anos), o empreendedor, o fã de Madoka, o ex-fanzineiro de Dragon Ball, o editor que se esquiva sempre das perguntas do Mais de Oito Mil, o intrépido dono da Newpop:

ressaca-mesa-redonda-02

E, por fim, ele, o editor que não temos muitas informações mas que parece gente boa e trampa na Nova Sampa:

ressaca-mesa-redonda-04

Bem, a mesa redonda em si foi bem morninha, exceto por algumas patadas entre os envolvidos. Como vocês podem ter notado na apresentação dos quatro duelistas, Cassius Medauar não estava presente e mandou o seu parceiro Del Greco, que representou a editora e também a posição de pessoa responsável por comentários inapropriados. Em um dos momentos, ao falar de Star Wars e ter sido corrigido pelo Douglas de Souza (que alertou que o certo agora era “lado sombrio” e não “lado negro” da força), Del Greco deu muita lenha para problematizar dizendo que não aceita “lado sombrio” e que colocou isso na tradução que fez do desenho e dane-se, ignorando que o termo “lado negro” é bem inadequado. Em outro momento, após uma espectadora agradecer um autógrafo que Junior Fonseca descolou, e Marcelão já soltou a piadona “pede pro Junior que ele dá kkkkkkk”, nos fazendo reviver aqueles humorísticos dos anos 90 que… bem… não eram engraçados.

ressaca-mesa-redonda-06

Douglas de Souza explicou que a Nova Sampa tava um pouco desaparecida nesses últimos meses porque tava botando ordem na casa, mas que estão adiantando os futuros títulos para que não role mais atrasos tipo os hiatos de Hunter x Hunter. Ele também anunciou um shoujo aí que tem um nome genérico em inglês e que vocês podem saber mais sobre ele nos outros sites, porque aqui falamos de BARRACOS.

E eles estiveram presentes, embora mais contidos. Queríamos algo tipo as discussões de natal entre o tio petista e o avô tucano que acontecem na minha família enquanto queremos apenas enfiar o peru na boca, mas rolou algo mais Dio brando. Talvez o maior constrangimento foi quando Marcelo Del Greco pegou o microfone para se gabar dos mil vezes mol lançamentos da JBC esse ano, que ter 30 e todos lançamentos era um sinal que o mercado de mangás está maravilhoso etc. Logo a seguir, Beth Kodama pegou o microfone e falou indiretamente que não rola pegar um monte de coisa e despejar na banca porque tem que pensar no público.

A seguir, uma representação gráfica desse momento:

ressaca-mesa-redonda-07

Aliás, Marcelinho deu de presente de natal aos leitores do Mais de Oito Mil uma explicação do que é o tal selo Ink. E a resposta é: ele é um selo moldado de acordo com os lançamentos. OUSEJE: NINGUÉM FAZ IDEIA DE QUE PORRA É ESSA!

Leonardo Kitsune, o mediador, tentou quebrar o protocolo e ser mais incisivo nas perguntas, mas visivelmente os participantes ficariam incomodados com isso. Portanto, era a vez das pessoas da plateia desestabilizarem os palestrantes com perguntas inquietas sobre transparência de papel, distribuição ineficiente, adaptações duvidosas e sobre quais cremes Junior Fonseca passa para ficar jovem daquele jeito. No entanto, todo mundo apenas perguntou se esse ou aquele título seria lançado, mesmo com o Kitsune avisando para o pessoal NÃO FAZER esse tipo de pergunta. Vamos torcer pro filhão dele o respeitar mais que o pessoal da plateia.

No final, Beth Kodama chamou a imprensa lá pra frente e falou:

ressaca-mesa-redonda-05

Como Marcelinho Del Greco não conseguiu autorização para fazer maaaaais um anúncio JBC, Beth nem se deu ao trabalho de fazer muito alarde e prometeu dois mangás de Black Rock Shooter. E assim acabou a palestra, e nós ficamos ávidos por sangue ou por um empate para ser definido numa partida sem itens na Final Destination. Fica pra próxima, né…

Barraco! Novela da Globo copia desenhos de mangá nacional sem autorização

14 Dez alem-do-plagiocapa

Aos 45 do segundo tempo a Rede Globo tentou entrar na nossa votação de Barraco do Ano (tarde demais, o post com os vencedores do 3º Troféu Imprensa Especializada já saiu hoje mais cedo, pode ler clicando aqui)! Pois é, dois posts no mesmo dia, tá tipo quando seu kareshi tá disposto e faz du… ENFIM… Olha o que é que deu no Facebook do Studio Seasons:

alem-do-plagio

Como sou uma blogueira precavida e que só acredito vendo igual no bordão do Silvio Santos, vamos fazer agora o teste Tomé-Sama para saber se as autoras estão corretas em dizer que a Globo copiou os desenhos. Para meus leitores que não conseguem perceber coisas óbvias (tipo a JBC que não enxerga transparências), fiz um esquema visual com cores para facilitar a vida dos leitores:

alem-do-plagio1

Já não basta a novela Além do Tempo e seus altos temporais serem uma cópia descarada da narrativa de reencarnações de Jojo, agora copiar desenho de artistas sem crédito é bem feio heim?

ONU quer que Japão pare com pedofilia nos mangás e agora fodeu pra toda a indústria

27 Out onu-pedo-capa

E aí, seus otakus que acreditam que a Grande Nação Japonesa é uma maravilha cultural. IKIMASU ver o que deu no site da Exame?

onu-pedo-01

E se você tem aquele déficit mental, o primeiro parágrafo resume bem o que a ONU tá pedindo para a terra do Osamu Tezuka:

onu-pedo-02

Eu poderia fazer um textão enorme falando que a ONU não está errada em pedir isso e que há muito tempo os quadrinhos japoneses ultrapassaram e muito o tolerável no que se trata a exploração de imagem sexual de crianças. Mas no lugar disso eu prefiro mostrar alguns exemplos de coisas que a ONU não permitirá e que vocês leem nos seus mangá:

Não vai poder mais rolar maior de 18 assediando sexualmente meninas menores de idade:

onu-pedo-03

Assim como tá proibido um cara maior de idade namorar uma simples colegial:

onu-pedo-08

PRINCIPALMENTE se ela for uma criança de 10 anos:

onu-pedo-07

OU DE NOVE ANOS:

onu-pedo-06

Parou também com essa de uma moça de 14 anos se insinuar sexualmente para um ancião tarado (e para tartarugas):

onu-pedo-04

Ou mesmo que seja aceitável um mangá com meninas de 14/15 anos que apenas serve para exibir umas calcinhas:

onu-pedo-09

OU SEJA…

ACABARAM DE ANUNCIAR A INTERDIÇÃO DE TODA A OBRA DO KEN AKAMATSU:

onu-pedo-05

Comprei um mangá em papel offset e a qualidade era uma merda

24 Set capa-transparente

Nunca pensei que esse dia chegaria. Eu, que sempre estive acima dos otakinhos e apenas apontava e ria de seus dramas me vi na mesma situação. Comprei um mangá, achava que ele teria qualidade por ter papel offset e fui ENGANADA.

As editoras ficam aí inventando desculpinhas. “Mimimi o aumento do dólar” “bla bla bla acabou o papel das gráficas”. Engraçado que isso acontece agora, mas na última crise do dólar em 2002 os mangás eram todos publicados em offset de qualidade, né? MAS QUE GRAÇA ESTOU ACHANDO DAS DESCULPINHAS SELETIVAS DAS EDITORAS.

A JBC, a Panini, a Newpop e todas as editoras devem achar que somos idiotas, mas não somos. Somos muito inteligentes e SABEMOS que as publicações caíram a qualidade do papel com o decorrer dos anos. E o Cassius Medauar tava aí falando que a qualidade ia subir quando trocassem o jornal pelo offset, FOMOS TODOS TAPEADOS!

Eu peguei uma página do mangá e o negócio estava TRANSPARENTE. Sabem o que é isso? Eu conseguia ver o que tava acontecendo na página de trás! Olhem as fotos que tirei:

cavs-transparentes-03

cavs-transparentes-01

cavs-transparentes-02

Sim, as fotos são de uma edição de Os Cavaleiros do Zodíaco (edição da Conrad) de 2003.

Sim, foi impresso no “milagroso” papel offset.

Sim, mesmo com esse papel ~maravilhoso~ o negócio era bem porco.

Sim, a galera sommelier de papel deveria saber que esse tal “problema causado pela crise” é mais velho que a própria crise.

É TRI!!! Vagabond conseguiu ser cancelado pela TERCEIRA VEZ no Brasil

17 Set nova-sampa-vagabond-capa

Não vou ser hipócrita, você já deve ter lido em qualquer outro canto da Internet que a editora Nova Sampa comunicou o fim de Vagabond. Também não vou bancar a repetitiva e dizer “viram só? Eu avisei, eu avisei!” porque estou tentando deixar de ser uma jornalista especializada em urubuzices. Se já sabemos que foi uma burrice sem tamanho lançar o Vagabond daquela forma e que eles tomaram no Ooku imprimindo milhares de edições pra vender só 300, o que é que vou fazer aqui? Simples, tem uma pequeno detalhe que as pessoas estão deixando de lado da declaração do cancelamento. IKIMASU ver o textão cheio de rancor e ressentimento na página da Nova Sampa!!!!

nova-sampa-vagabond

DEIXA EU VER SE A OTAKA AQUI ENTENDEU

Apesar de ter usado a desculpa da ~crise~ (que será resolvida com presidenciáveis infláveis e taxações de grandes fortunas), na verdade a Nova Sampa perdeu os direitos das obras (no plural? Slam Dunk tava no meio?) do Takehiko Inoue para OUTRA EDITORA. Quem será a falsiane que fez isso? Temos algumas apostas:

*Editora Panini: Truque de dinheiro infinito, lembram?

*Alto Astral Editora: Precisa ter muito alto astral e otimismo para publicar um mangá já cancelado outras três vezes no Burajiru.

*Editora JBC: Desesperada que amanhã tem um Henshin Online e eles não anunciaram nada há mais de duas semanas, talvez eles tenham comprado Vagabond pra publicar pelo selo Ink Comics, afinal um mangá japonês de um autor famoso é exatamente o tipo de produto diferenciado que sairia pelo selo.

Mas voltando ao assunto, eu só achei um pouco indelicado da tal editora ter furado o olho de outra editora e “pego” um mangá que estava em publicação por outra (mesmo que a tal publicação fosse vagabunda). Mas aí também culpado é o autor e editora japa por terem topado isso. Então, por ter sido seduzido por um plano editorial provavelmente melhor e por uma melhor condição financeira, declaro o Takehiko Inoue…

nova-sampa-vagabond-infiel

Cantinho do Barraco: Quem é a mãe dos mangás bimestrais?

11 Set ultraman-bimestral

“Naniii?? Dois posts do Mais de Oito Mil no mesmo dia??? Deve estar rolando muita coisa no mundo dos aniems!!!”

Claro que sim, leitor, e o segundo post do dia nada tem a ver com a falta do que falar de A Regra do Jogo. Não sei se você ficou sabendo (até porque não noticiei por aqui por estar ocupada trepando ou dormindo), mas a JBC finalmente se rendeu aos mangás bimestrais que já eram adotados pela Panini e pela Newpop (no caso desta eles eram bimestrais mais por atrasos que por outros fatores). A primeira tentativa de se lançar mangás a cada dois meses foi com o Eden, afinal tem o tamanho de dois mangás e a redação da JBC devia estar atolada demais com o tanto de mangá que é lançado bimestral dá tempo para os leitores arranjarem os quarenta contos do preço.

Aí o eterno editor do dragão que  não tem uma orelha anunciou que Ultraman, que é mangá de banca, seria bimestral. E hoje, no Henshin Online, Cássius anunciou que Gangsta também será um mangá bimestral, alternando o lançamento com Ultraman. Nosso bolso agradece e isso é uma forma muito legal de termos mais títulos à venda e dar pra comprar mais. Em nenhum lugar com mercado de mangás saudável temos títulos de 200 páginas saindo todo mês, nem o Japão consegue produzir algo nesse ritmo.

Eu já falei no passado sobre os motivos da JBC não apostar no mangá bimestral (alegando que o público esqueceria o título etc) e já falei muitas outras vezes que é melhor lançar bimestral se a outra opção é apressar uns 10 volumes mensais e depois ficar publicando um volume a cada 6 meses (como um certo exorcista azul aí), então de certa forma é um avanço muito grande que eles estejam seguindo o que a Panini já faz há um bom tempo. Inclusive é muito bom saber que o Cassius reconhece como positiva uma estratégia da concorrência e…

jbc-mae-dos-bimestrais

Não precisa twittar um “Valeu, Panini“, mas dar RT numa pessoa que diz que a JBC inventou esse esquema de publicação é consentir com o que está escrito. Fica a dica, tá?

Empresa decide mudar voz de Ash e o dublador NÃO faz campanha pedindo ajuda pros fãs O_O

5 Set voz-ash-pokemon-capa

E aí, minna, curtindo o sabadão? Eu também, bebendo com os tomodachis num bar enquanto repetimos memes de interne…Claro que é mentira e estou em casa embaixo do edredom comendo cupcake e assistindo à primeira temporada de Pokémon na Netflix. Aliás, isso tem a ver com a nossa notícia, que deu no site Gameworld. IKIMASU?

voz-ash-pokemon-01

Já sei, você está tem mestrado em notinhas de mudança de voz de personagens e já imagina que se trata de uma briga de estúdios, ou então que ele só quer uma forcinha dos fãs para dar uma incrementada no cachê. Só que, mais surpreendente que decidirem mudar a voz do Ash, está a declaração do dublador Fábio Lucindo:

voz-ash-pokemon-02

Olha, em trocentos anos de Mais de Oito Mil acho que é a primeira vez que vemos um caso de dublador que não fará um papel e que não pede para que os fãs façam manifestação na Paulista para que ele volte. É algo tão atípico para o pessoal que acompanha notícias sobre dublagem que nem sabemos direito o que comentar, apenas que ele está certo sobre o descaso que é com o público (enquanto C.E.R.T.O.S. D.U.B.L.A.D.O.R.E.S. consideram descaso pessoal mesmo).

Quem é público que lamenta, né? O Fábio Lucindo é um dos melhores dubladores do Burajiru e nunca vemos o nome dele envolvido em briguinhas de estúdios ou em discussões de “não vou dublar isso e aquilo, fãs me ajudem!”. Óbvio que ele não está feliz com a decisão, mas se o cliente mandar que a amiga do falsete da Melody duble o Ash ele não tem muito o que fazer.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 307 outros seguidores