Analisando Imagens Promocionais

Seiya de skate é o surto desnecessário de fã do dia

Como se já não tivesse um grande problema em suas mãos, por transformar a icônica série Cavaleiros do Zodíaco em uma animação computadorizada e que já é criticada pelos fãs pelo simples fato de não ter sido desenhada à mão por Shingo Araki, a Netflix divulgou um novo trailer da animação dos Cavs que tem estreia prevista para o dia 19, semana que vem.

Logo na primeira cena, Seiya aparece num beco andando de skate e impedindo que marginais batessem num inocente, e isso reverberou desnecessariamente nessa fanbase que adora novos projetos, mas só quando eles são iguaizinhos à série original dos anos 80. Inesperadamente, essa única cena do Seiya no skate acabou repercutindo negativamente por parte da fanbase. Nas redes sociais, por exemplo, é possível encontrar tuítes em que criticam como o protagonista do anime andando de skate é um desrespeito à essência da série original. Mas que essência, companheiros?

Não vi nada de mais nesse trailer da Netflix, na verdade continuo vendo a mesma história tosca produzida para jovens adolescentes igual o anime original. As pessoas veem problema no Seiya andando de skate pois se esquecem que o personagem tem apenas 13 anos, algo bem difícil de constatar no traço antiquado do anime original. As pessoas vão reclamar da ação boba, dos entrechos simples e das resoluções tiradas do éter desse novo anime porque se esquecem que Cavaleiros do Zodíaco é uma série feita para pessoas na faixa dos 13 anos.

Claro que há diferenças na forma como os cavaleiros são retratados, afinal já se passaram algumas décadas do original. Toda a produção para pessoas mais novas mudou, não vejo motivos para manter esse novo anime da mesma forma. Inclusive, nesse ponto eu até destaco negativamente a dublagem brasileira, por manter as vozes originais. Nada contra o elenco e suas décadas de serviços prestados à comunidade otaka através do grito de golpes em eventos de anime, mas aquela voz de dono de bar do Shiryu ou a de fumo-3-maços-por-dia do Ikki não combinam com a idade dos personagens.

De qualquer forma, parabéns à Netflix pela decisão de dividir a temporada de Cavaleiros do Zodíaco em duas mini-temporadas, assim poderemos nos deliciar com o choro dos fãs dos Cavs em mais ocasiões diferentes.

36 comentários em “Seiya de skate é o surto desnecessário de fã do dia

  1. O povo precisa entender que o novo anime é um reboot da seríe classica e o anime classico continua existindo e novos animes com base do anime vai continuar existindo, como Omega, Soul of Gold e Saintia Sho.

    Curtido por 3 pessoas

  2. A única coisa que me deixa bem triste foi o Shun mesmo, até pq, como dito na matéria, é para as crianças dessa geração, e o Shun foi o único personagem em meio de milhões de desenhos que consegui um pouco de representação, foi a primeira vez na minha vida que me identifiquei com um personagem e isso mudou toda minha vida, ver que eu tinha sim o meu espaço, que apesar de todo bullying existia um herói que contrariava tb toda regra heteronormativa, acho que salvou minha vida.
    Fico triste que esse anime tenha perdido essa representação e que as crianças não vão ter a mesma oportunidade, me machuca tb saber que um simples personagem de anime que teve tanta relevância na minha vida foi tirado da série.

    Curtido por 5 pessoas

  3. Mana do céu, vc é barraqueira demais. Continue sempre assim, por favor.

    Curtir

  4. Mas que merda a Netflix fez?!

    Todo mundo sabe que a moda são os patinetes elétricos, skate já é coisa do passado…

    Curtido por 4 pessoas

  5. Voz de “fumo-3-maços-por-dia” me matou. Fiquei curiosa pra saber como que é, mas aí lembrei que é só conversar com meu pai.

    Curtir

  6. Deviam chamar os dubladores de “Vai Seiya!” (inclusive pra dar um tapa nos roteiros, hahahah)

    Curtido por 1 pessoa

  7. Esta série de Saint Seiya é um reboot que se passa nos tempos atuais. Então faz sentido o Seiya, que é um adolescente, ter hobbies de adolescente, como andar de skate. Acho estas reclamações bem sem sentido, afinal, qual o sentido de criar um reboot, se ele for idêntico a obra original? Pelo menos para mim, nenhum.

    Curtido por 2 pessoas

  8. Parece… OK.

    Acho que os fãs reclamões deveriam pensar nessa animação como um “universo paralelo” (leitores de quadrinhos de super-heróis já estão acostumados com isso), onde Seiya anda de skate, Shun é mulher (se bem que não dá pra ter certeza, já que ela entrou muda e saiu calada no trailer) e os Cavaleiros enfrentam tanques de guerra em vez de perder dez litros de sangue por batalha. Sei lá, vai que o resultado final acaba sendo bom? Eles não estarem usando as armaduras medonhas da primeira temporada do anime clássico já é um ponto positivo (nunca entendi por que mudaram as armaduras do mangá pro anime).

    Mas senti falta da Shina chutando a cara do Seiya e berrando igual vilã de novela mexicana.

    Curtir

  9. Ah, e o Mitsumasa tá vivo nesse reboot? Interessante. Será que vão manter a versão original em que o véio é pai biológico de TODOS os Cavaleiros e que mesmo assim deixou eles morarem num orfanato vagabundo e depois mandou eles treinarem no fim do mundo até quase morrer?

    Curtido por 2 pessoas

  10. Só foi feito meme disso, só isso. Esse dito surto é chifre em cabeça de cavalo. Vai ser mais uma franquia requentada passada batido pela Netflix, assim como uma tal irmã gêmea de um bárbaro.

    Curtido por 2 pessoas

  11. Fã de CDZ é chato pra porra. Meu Deus.
    Já é muito alguem tá pegando esse cacareco e fazendo algo novo com ele e ainda reclamam.
    N digo q n tenham o direito de achar uma merda, mas espera essa porra sair pra ai sim constatar que é uma bosta. Sai uma foto e já fica: “Ain, estragaram minha infância e a essência da serie”. Porra.
    Eu vi o trailer e nem achei uma merda fumegante, só algo ruim normal (coisa que CDZ clássico já é). Essas reações me lembram muito as mesma do filme Batalha do Santuário, q diziam q era uma merda, desrespeita o original, que estraga tudo e arruiná vidas. Mas fui ver o filme e até curti o negocio, n é maravilhoso e tem seus problemas, mas n é o merdalhão fumegante de pegasus q os fãs pitavam.
    Acho q só poderiam esperar esse treco sair pra realmente darem uma opinião, mas já sabemos que vai ser o mais do mesmo: “N é Kurumada é ruim. Mestre maior magaká de todos”.

    Curtido por 1 pessoa

  12. “Voz de dono de bar do Shiryu e voz de fumo de 3 maços de cigarro por dia do Ikki” Kkkkkk… Que comentário maravilhoso! Mas eu tenho certeza que se tirassem essas vozes ia ocorrer a Guerra mundial otaku nesse país!

    Curtido por 1 pessoa

  13. Deveria ter outro nome , cavaleiros virou um clássico e um remake de segunda categoria não quer dizer nada , defender o indefensável não vai fazer esse anime ser bom

    Curtido por 2 pessoas

  14. Esperava mais da parte gráfica do desenho, o Aioria parece um projeto de fim de primeiro semestre de escolinha de animação. Aqueles soquinhos como hadouken também incomodou. De resto, CDZ é uma coisa que não da nem pra comentar mais, só deixa o povo fazer

    Curtir

  15. Que mané skate, jovem hoje em dia curte memes e sonha em ser youtuber.
    Quero Seiya pedindo pra ativar o sininho e não perder nenhuma notificação.

    Curtido por 4 pessoas

  16. Cara, o povo para reclamar heim, de um skate e ele “provavelmente” não ser um órfão, imagina se ele aparece usando um celular também 🤣.
    E uma nova visão, nova história que vai se unir de alguma forma a original, só assistindo para saber o que eles fizeram.
    Vou ficar triste se realmente colocarem o Shun mulher, afinal ele não e uma amazona de máscara e também não dá pra colocar como uma santia que lançaram a pouco neh 😒.
    De resto eu que sou da primeira versão com 31 anos na cara tô louco pra ver 😅.

    Curtido por 1 pessoa

  17. Cavaleiros do zodíaco da Netflix é uma merda premeditada japonês não sabe fazer animação em CGI

    P.S: prefiro assistir o Reboot de O Rei Leão

    Curtir

  18. Olha, creio que a grande reclamação focada no fato de Seiya andar de Skate não se trata de que temos um jovem de 13 anos andando de skate, como diz em seu texto, o que ME incomodou foi o fato de ignorarem a questão de que o “descobrimento dos poderes” se da enquanto o treinamento do Cavaleiro ocorre, no maior estilo Shonen de superação em treinamentos perigosos que na época em questão não era tão clichê. A questão é que, tudo o que cavaleiros dos Zodiaco realmente é, foi retirado desta adaptação, é jovem? Sim, mas é violento, foge de certos clichês como “Todo homem deve ser durão”, nos apresentando Shun, que é forte, porém, extremamente gentil, eu estou dando minha opinião, não é um mimimi, um leve desabafo sobre a questão.
    (Nem irei falar de terem colocado exército e essas coisas ridículas)

    Bem, sendo sincero, se fosse apresentar Saint Seiya para um pré adolescente de 13 anos, o tratando como um pré adolescente eu mostraria a obra original em mangá, afinal esta adaptação eu não mostraria nem mesmo ao meu sobrinho de 6! Kkk.

    Curtido por 1 pessoa

  19. Quem foi o babaca que escreveu esse texto ridículo, demitam essa anta, Netflix faz mais uma grande merda e quem manda são os fãs, se dizem que tá um lixo então tá um lixo e ponto final, erros crassos cometidos desde o início do projeto, uma grande bosta dessa empresa, que já havia enterrado death note com aquele filme mediocre

    Curtido por 1 pessoa

  20. Postagem inútil, apenas para provocar desnecessariamente os fãs mais saudosistas de cavaleiros (os únicos que ainda se importam com a marca, diga-se de passagem).

    Curtido por 1 pessoa

  21. Texto horrível. Parei de ler assim que ele disse que a série é pra pessoas de 13 anos de idade. Mas é claro que não. A série é pra mim que hoje com 32 poderia mostrar algo atual e fiel de alguma forma pra meus filhos de 8 anos que hoje tem a mesma idade que eu quando comecei a assistir na Manchete. Texto horrível.

    Curtido por 1 pessoa

  22. Texto horrível 2!!! Discordo totalmente dele, se eles realmente quisessem fazer uma série para os adolescentes de hoje simplesmente fariam algo novo como foi Saint seya ômega, eles estão fazendo um remake do clássico é claro que eles deveriam focar nos fãs. Desnecessário dizer que essa série será assistida pouquíssimas vezes na plataforma.

    Curtido por 1 pessoa

  23. O negócio é simples… Quer inventar? Então crie algo seu! Não pegue algo que existe e transforme em coisas que não fazem parte da criação original. O sucesso do anime é resultado do que foi criado e construído ao longo dos anos. E as pessoas gostam daquilo e não disso que estão fazendo e tentando empurrar nos fãs. Se você não come peixe, você não vai comer peixe mesmo que esteja em uma embalagem de carne ou de chocolate, afinal aquilo é um peixe e você não gosta. Se um fã odeia skate ele ama o Seiya porque ele não anda e nunca andou de Skate, ai do nada os caras mudam isso? Pra mim é simplesmente ridículo. Crie algo seu e faça como quiser, mas não mude o que não é seu.

    Curtido por 1 pessoa

  24. O problema não é fazer mudanças mas sim criar algo novo com o nome de uma franquia ‘-‘ desnecessário é você dizer que o hate é mimimi dos fãs ah mas é para um publico novo cavaleiros do zodíaco é famoso entre os fãs mais velho beleza é para esse tal cujo novo publico então porque pedem apoio dos fãs antigos ?
    Mimimi é a aceitar essa merda como cavaleiros do zodíaco .
    Os sim o seiya é bem novo mas nunca andou de skate ele tava ocupado demais salvando athena mas provavelmente nessa versão ele deve ta namorando a Shaun .

    Curtir

  25. Concordo com o texto e tenho carinho especial pela série original já que eu era criança na época e não tinha nada parecido com cdz até então… Mas acho q vc esqueceu de ver o outro lado dessa animação. E até onde eu estou vendo as notícias, as maiores críticas principalmente por parte dos fãs vamos antigos como eu, não são por conta das alterações de enredo ou Seya andando de Skate… Para mim e pra maioria das notícias q vejo, a grande merda desse rebot é a qualidade da animação mesmo… Os gráficos… Isso sim tá uma verdadeira bosta! Muito mal feito! Lixo! Parece gráfico de PS2. Os gráficos são preguiçosos e os cenários são de dar dó… Parecem que foram todos desenhados por gente s experiência alguma! Os cabelos então… Parecem que são um tipo de cabelo de Lego. E para mim pelo menos, a única coisa que estou achando que aí da pode salvar nisso tudo, é justo a história… CDZ tem uma premissa e uma ideia muito boa… Mas nunca foi bem tratada… O Original por exemplo quando vc é criança, vc não se importa, mas quando volta a assistir adulto, fica difícil de engolir algumas loucuras do anime… Era mal animado e mal desenhado e a Netflix parece que resolveu ser fiel a isto infelizmente!

    Curtir

  26. Tenho esperança nesse novo anime. Torcendo pras crianças gostarem. As crianças abaixo dos 12 anos claro, que é o público alvo.

    Curtido por 1 pessoa

  27. “Crie algo que é seu”
    Ué, mas se os donos da franquia liberaram pra fazer o que quisessem, pq os fãs quarentões que não são donos de nada tem que querer mandar em alguma coisa?

    Curtido por 1 pessoa

  28. “Se um fã odeia skate ele ama o Seiya porque ele não anda e nunca andou de Skate, ai do nada os caras mudam isso?”

    Desculpa, eu não entendi.Qual a relação entre gostar do Seiya e não gostar de skate? No anime original ele nunca disse que odiava skate, simplesmente não apareceu andando de skate. Ele também nunca apareceu escovando os dentes (…acho), então se ele aparecer escovando os dentes nessa nova animação os fãs têm que odiar também?

    Aliás, quem se importa com o Seiya? Ele sempre foi o mais chato dos Cavaleiros mesmo. Por mim, em vez de transformarem o Shun em mulher, eu sugeriria pros animadores tirar o Seiya desse reboot e colocar no lugar a Shoko do Saintia Sho. Ela luta com quase os mesmos golpes, e é pelo menos dez vezes mais interessante.

    Curtir

  29. Se vcs fãs trintões e quarentões querem sentir a nostalgia de apresentar cdz aos filhos, mostrem a série clássica e parem de chororô que tá feio. Muito feio.

    É tudo pertencente ao kurumada e toei. O kurumada e a toei querem dinheiro. É assim que o mundo funciona.

    “A série deveria ser feita para os fãs (antigos)”
    Meu Deus, que mundo é esse que cês vivem?

    “A série tinha que respeitar a memória nostalgica dos fãs”.

    Nossa. Voces estão presos na Terra do Nunca e acham que são os novos peter pans modernos. Não. São infantilóides pedantes que ficaram presos num passado distante.

    Curtir

  30. Essas reações extremadas de fâs antigos custaram muito a reboots bons como o do He-Man de 2003 e o dos Thundercats de 2011 (se bem que o do He-Man teve também contra ele uma superlotação de franquias disputando a atenção das crianças nas lojas de brinquedos.). Tô até surpreso que o novo Ducktales esteja fazendo tanto sucesso!

    Em outros tempos, teríamos um investimento maior em novos personagens e séries, mas os tempos nebulosos na economia mundial forçam os estúdios a se ancorar em propriedades já conhecidas (haja vistos a Marvel e a DC, que, tirando um ou outro membro da Liga da Justiça ou dos X-Men, faz uns quinze anos que não botam um único herói novo protagonista dum gibi. E a quantidade absurda de continuações de sucessos cinematográficos anteriores).

    Mas, se o pessoal se volta pros “reboots” pra chamar a atenção dos adultos fãs da versão antiga, temos que pensar nos que vão ficar pra assistir e comprar os brinquedos, que são os moleques. Há que se balancear bem as coisas de modo a não descontentar ninguém.

    Curtir

Os comentários estão fechados.