Barraco

Produtor manda tirar vídeo do Youtube que usou PRINTS de Tokyo Ghoul

Mais um dia difícil para os produtores de conteúdo do país, e olha que nem estou falando do bug mental causado pelas opiniões incrivelmente sensatas de Felipe Neto. A galera que produz vídeos sobre anime para o Youtube já sofre muito com inscritos que não ficam sabendo de novos conteúdos, plágios e concorrência com vídeos de cravos sendo espremidos, mas agora surgiu uma nova ameaça disfarçada de Direitos Autorais.

A YouTuber otaka Gabi Xavier costuma gravar vídeos comentando animes da temporada, em especial Shingeki no Kyoujin. Você que não costuma acessar o site de vídeos pode não saber quem ela é, mas a moça tem respeitáveis 340 mil otakus que a seguem (claro que é metade do que um Intoxi Anime tem, mas esperar bom gosto de otaku é pedir demais).

Pois bem, recentemente ela fez um vídeo sobre a nova temporada de Tokyo Ghoul:re e seu vídeo foi tirado do arNormalmente empresas donas de conteúdo usam modernos programas automatizados para detectar que alguém copiou seus vídeo (por isso vemos trocentas formas de burlar isso, como usar GIFs animados, inverter vídeo ou diminuir a qualidade do mesmo. Porém, o vídeo da Gabi foi retirado MANUALMENTE. Ou seja, alguém dono dos direitos autorais saiu caçando vídeos sobre Tokyou Ghoul para mandar aquele strike surpresa.

Não foi a primeira vez que isso aconteceu, recentemente o site OtakuPT (o único site sobre animação japonesa que mama nas tetas da lei ruaney e promove a ideologia de gênero nas escolas) também teve um vídeo de Tokyo Ghoul retirado do ar pelo mesmo motivo: uma empresa dona dos direitos mandou tirar.

Ou seja, a Marvelous (que também é uma produtora de jogos e ficou conhecida por ter perdido os direitos de usar o nome Harvest Moon nos jogos de Harvest Moon depois de uma puxada de tapete monstra) viu o vídeo de Tokyo Ghoul do site petista e mandou tirar do ar por motivos de direito autoral.

Questão de direitos autorais é algo muito complicado, e o próprio YouTube tem regras muito nebulosas a respeito disso. Dizem que pode-se usar trechos muito pequenos em análises ou para fins de divulgação, mas ninguém sabe dizer o tamanho desses trechos nem nada. Ou seja, na teoria a Marvelous (como produtora de Tokyo Ghoul) tem sim o direito de tirar qualquer vídeo do ar que tiver trechos do anime no Youtube. Mas não foi isso que aconteceu com a Gabi Xavier!

Segundo a YouTuber, seu vídeo tinha apenas PRINTS do anime, ou seja, imagens estáticas usadas para ilustrar alguma coisa. Em conversa com a equipe jornalística do Mais de Oito Mil, Gabi explicou que o vídeo foi bloqueado, aí ela entrou com a reclamação (afinal é muito estranho um vídeo ser tirado do ar por causa de prints) e ela rapidamente recebeu um cartão vermelho da Marvelous. Ela até mostrou o email em suas redes sociais.

Fica a dica para você YouTuber que quer falar de animes: Tokyo Ghoul é sinal de dor de cabeça (não só por direitos autorais, mas pela qualidade da própria série). E cuidado porque a Marvelous também é produtora de outros animes como as novas temporadas de Yu-Gi-Oh e Precure.

12 comentários em “Produtor manda tirar vídeo do Youtube que usou PRINTS de Tokyo Ghoul

  1. q empresa mais lixo, e anime tbm, kkkkk ninguem nem gosta, melhor pra Gabi, se foca em Goblins Slayer kkkk

    Curtido por 1 pessoa

  2. Quando ninguém mais quiser falar do Tokio Ghoul (que é ruim) e as vendas caírem e der aquela baixa nos rendimentos trimestrais, aí a dona e a distribuidora obtusa (burra) da bagaça param de ser tão PNC com quem é fã e ta ajudando a divulgar.

    Só que aí, o estrago ta feito e não tem mais volta.
    Alô Toei! Alô kurumada! Alô Bandai!

    Curtido por 3 pessoas

  3. E ainda tem gente vendo esse anime sem saber q pode acabar se Shui Ishidando……..

    Curtir

  4. Q merda em!!! Conheço a Marvellous por conta dos video games. E cara q sacanagem isso, po se tá fazendo no manual pq n avaliar a porra do conteúdo ? As vezes é um vídeo dando uma propaganda positiva pra série, mas né logica pra que ?
    Bem a empresa tá no direito, mas q tá sendo idiota tá.

    E po o Youtube tá de sacanagem, a tempos tendo esses problemas e nem pra definir parametros.

    Curtido por 1 pessoa

  5. O famoso anime que é uma ofensa ao mangá.
    Não sei nem porque decidiram terminar ele, a segunda temporada já foi ruim o suficiente. Agora ainda inventam desculpa pra tirar vídeos do ar? É isso, leiam o mangá, caros otaco bacalhau.

    Curtir

  6. Direitos de imagem não existe!
    Só porquê um babaca teve uma ideia idiota resolveu escrever no caderninho e disse: agora é lei!
    Não quer dizer que devemos obedecer. Pra uma coisa ser lei ela não pode se contradizer, mas direito de imagem é uma ideia contraditória, além de não fazer sentido. Aí vemos situações ridículas onde a menina faz marketing gratuito para o produto de determinada empresa e ela age com agressão pra cima da coitada

    Curtido por 1 pessoa

  7. Acho é pouco, fazer propaganda de anime lixo tem que se fo*er mesmo. Parabens pra Marvelus que ta pensando no futuro da menina tirando o lixo do canal dela.

    Curtir

  8. Quanto a Yu-Gi-Oh!, pelo menos no ocidente, a Marvelous provavelmente só vai encher o saco quanto aos temas musicais japoneses, mesmo.
    De resto, a única que possivelmente encherá o saco fora da Ásia é a 4K Media (independente se o conteúdo está ligado a versão dela ou a versão japonesa).
    Mas ela demonstra ser bem relaxada nesse sentido, e só dá strike se for alguma revisão automatizada, ou se realmente ela receber uma orientação dos japoneses a respeito de determinado video (o que é raro).
    Todavia, não é impossível a própria TV Tokyo pode tomar iniciativa fora da Ásia. Mas é raro.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s