Vergonha Alheia Televisionada

Animes da Band dão menos audiência que o extinto programa feminino

Há alguns dias fiz uma criticada matéria no site sobre a estreia do bloco de animes requentados na Band, e estava na expectativa de ver como o negócio ia render. Será que seria um achado na programação, tipo quando Dragon Ball Z estreou como tapa buraco na emissora e surpreendeu com 3 pontos de média lá nos idos de 2000? Agora temos as respostas já apuradas pelo Ibope e sem margem de erro.

Segundo uma matéria publicada no site Notícias da TV (especializado em notícias da tv, caso o próprio nome do veículo não deixasse isso bem sua cara), o trio de animes escolhido para as manhãs da Band não está indo mal de audiência não… está indo PÉSSIMO.

Antigamente o horário era ocupado pelo Superpoderosas, um programa idealizado por Ana Paula Padrão que visava empoderar o público feminino. A boa proposta não teve nem tempo de se estabelecer: poucos meses após a estreia o negócio já foi pro ralo por causa da baixa audiência. Acontece que os animes exibidos no horário conseguiram a façanha de derrubar ainda mais os índices já bem baixosSemana passada o Superpoderosas estava dando 0,4 pontos no Ibope, e o trio liderado por Beyblade chegou DANDO METADE DISSO, 0,2 pontos de média.

Claro que soltar esses números aqui não significam nada para você leitor otaku cujo único valor numérico a ser considerado é o ranking da série no My Anime List, mas vou dar uns dados que podem contextualizar esse fracasso animático.

O igualmente fracassado programa do Daniel Bork (que também será extinto) exibido antes dos animes dá TRÊS VEZES mais audiência que as animações. O programa exibido após os animes, o Jogo Aberto, dá TREZE vezes mais audiência. 13!!!!

Lembra o fracasso de Pokémon na RedeTV? Lá na emissora do João Kleber o anime dos monstrinhos dava os mesmos 0,2 pontos de média e não durou quatro semanas. E a coisa está tão feia que precisamos lembrar que até a Rede Brasil, durante a exibição de Cavaleiros e Dragon Ball, conseguiu mais que o dobro de Super Onze e os outros na Band.

Isso quer dizer que os programas vão sair do ar? Não necessariamente. Eles são um fracasso e afundam a já miada audiência, mas eles são bem mais baratos para a Band. O problema é que a baixa audiência afeta a exibição do anime, pois custa nada pra Band arranjar uma outra alternativa tapa-buraco que dê resultados melhores. Pros animes serem substituídos por televenda de tapete ou um game de encontrar o bicho sem perna é um pulo.

O que deve ter causado uma audiência tão medíocre? Será a falta de publicidade? Será a falta de interesse em procurar anime decente? Será que os otakus que vieram encher o saco no post anterior falando que amaram o retorno dos animes à TV lembraram que eles mesmos já não assistem TV? Mistério.

25 comentários em “Animes da Band dão menos audiência que o extinto programa feminino

  1. Eu não consigo ter esperança de animes dando audiência na TV aberta, muito menos de forma tão burra. Vi alguém comentando que a Band pegaria o Mundo Disney, mas não acho que adiantaria muita coisa. Seria melhor reprisar MasterChef.

    Curtir

  2. Quando Pokémon estreou na RedeTV!, o argumento era de que tratava-se de uma atração saturada, que ainda por cima estava sendo antecedida por telecultos e com aqueles palhaços estúpidos que simplesmente derrubavam a audiência. Agora, temos dois animes inéditos, com apelo infantil e comercial na TV aberta, junto a uma série retornando à TV após anos desde sua primeira exibição na RedeTV! como atração inédita e sujeita a ganhar novos episódios, em um horário considerado “bom”, sem muita concorrência e mesmo assim…

    O pior de tudo é que mesmo se milhares de otakus, ou mesmo milhões de moleques estejam realmente assistindo essa bagaça pelo país a fora, a única audiência que importa é a de São Paulo, e de um número limitado de pessoas que tem aparelhos de medição do IBOPE em casa. Eu realmente não sei mais, se animes simplesmente não interessam mais ao público geral, se é a maneira como a audiência é medida que não contribui pra gente ter certeza se um programa faz de fato sucesso, se as pessoas reclamam da falta de bons programas e não valorizam as menores tentativas de se trazer algo além do monte de inutilidade pública que a TV veicula diariamente, ou mesmo se esse blog realmente parece querer apoiar qualquer iniciativa de se colocar animes na TV…triste.

    Curtido por 2 pessoas

  3. “A boa proposta NÃO TEVE NEM TEMPO de se estabelecer: poucos meses após a estreia o negócio já foi pro ralo por causa da baixa audiência”

    A mesma pessoa que escreveu isso sobre um programa que ficou meses no ar é a mesma que está falando sobre a audiência de animes que estão no ar há 3 dias. Contraditório? Acho que sim.

    Curtido por 1 pessoa

  4. Ficou tres meses no ar o dito programa feminino com traco de audiencia. Claro que com uma reputaco de programa ruim logo o bloco nao tinha como ter a melhor performance.

    Alias em um dos programas do Bork ele fala fique agora com Superpoderosas.

    Como disse antes 6 por meia duzia no final. Nao ia dar audiencia mesmo, lembrando que o programa ficava no traco de audiencia. E quem dava audiencia nem era tao importante que nem o sustentava mesmo.

    Curtido por 2 pessoas

  5. Segunda feira eu esqueci de assistir… tudo bem, tem o dia seguinte penso eu, terça feira nossa televisão pifa kkkk

    Mas enfim, eu adoro Super Onze, mas os animes que eles escolheram são requentados e de qualidade duvidosa mesmo… ninguém vai assistir. Mesmo otaco fedido falando que esse é o começo da nova era dos animes na tv aberta pfffff

    Curtido por 3 pessoas

  6. Animes velhos ou fracos (desculpa quem gosta) sendo usados como tapa buraco num canal aberto naturalmente ferrado. Precisa dizer mais?

    Curtido por 3 pessoas

  7. Amiga, mas isso não é um tapa buraco de tapa buraco?
    Não já é certo que o horário da manhã e um pedaço da tarde vai ser vendido pra DIsney?

    Curtido por 1 pessoa

  8. A TV aberta é a nova MTV: foi ficando ruim até ninguém mais querer ver.
    Tudo porque não conseguiu ou não quis perceber o que os telespectadores realmente queriam: programas de qualidade. Só dava mais do mesmo: baixaria. Agora é tarde. Os jovens cansaram de esperar. Quem pegou a época da Rede Manchete pegou a melhor época da TV aberta. Depois que ela fechou foi só queda. Adeus TV aberta! Foi bom enquanto durou. Mas como diria Karellen, o pôr do Sol chega até para o dia mais glorioso. Descanse em paz. Amém.

    Curtido por 3 pessoas

  9. Ainda não está certo que a Disney firmará parceria com a Band, @Gokuzinho.
    Dizem que a Disney está um pouco cautelosa em fechar o contrato.
    Talvez esse “Verão Animado” seja uma forma que a Band encontrou de convencê-la de que dedica algum espaço a atrações infanto-juvenis.

    Acho que a otakaiada, em sua maioria, até prestigia, @Estagiário.
    O problema é que o verdadeiro público-alvo dessa bagaça (que não é a otakaida) é que ainda não foi alcançado (que é a criançada, mesmo), se é que será.

    Talvez seja importante recordar o porquê da Band estar insistindo em trazer a Disney para a sua programação, @vivibarbosa: grana.
    A audiência pode ser importante, mas não é o item essencial nessa eventual parceria.

    Curtido por 2 pessoas

  10. Não acho que adianta muito condenar a publicidade, porque se o público nem lembra que a Band existe naquele horário, independente do que estiver sendo exibido, não é a publicidade que vai necessariamente mudar isso. Além de que falta de publicidade não impediu empreitadas parecidas no passado, de se saírem bem-sucedidas.

    Também não acho que descontar esse fracasso nos otakus seja tão coerente assim, por duas razões: esse público, mesmo em sua totalidade, já representa uma fatia de representatividade duvidosa em relação a toda a audiência conquistada ou que poderia ser conquistada pelo bloco, e é claro que parte dela sequer assiste TV hoje em dia, logo o que sobra representa ainda menos; essa empreitada da Band, aceitem ou não, não foi feita visando os otakus, e sim o mesmo público que na TV Aberta dá audiência para SBT ou Cultura: a criançada.

    Mesmo as contradições da programação explicitadas pelo @Apo são de relevância duvidosa, porque a quebra de público já acaba ocorrendo, de um jeito ou de outro, e consequentemente a audiência da atração anterior pouco colabora para a audiência do programa seguinte.

    Isso não significa que as questões levantadas pelo texto não sejam pertinentes, e é até lamentável ver que muita gente ainda nutre expectativas por algo que já nem se esperava muita coisa desde o princípio.

    Mas o que chateia é que a imprensa parece ser a primeira a torcer contra empreitadas do gênero, e nem espera muito pra sentenciar algo que sequer está confirmado ou que é realmente certo, muitas vezes indo contra as próprias convicções (de que atrações precisam de tempo pra se estabelecer, de que a TV Aberta está carente de programação voltada ao público infanto-juvenil, etc.).
    Essa nota do Flávio Ricco exposta pelo @Eder é uma prova disso. Ele dá uma opinião baseado em convicções pessoais só que falando pela imprensa, esquecendo até mesmo que os desenhos em questão tem um público-alvo bem definido, que tem mais propriedade para avaliar a qualidade dos mesmos (ou vocês acham mesmo que ele é a melhor pessoa para analisar desenhos animados, quando está mais acostumado em cobrir as produções da Globo?).
    Se for ver bem, a birra da imprensa nem são com os animes em si (ou apenas eles), e sim com tudo aquilo que pode ser categorizado como “enlatado”.
    Tanto é que nem o SBT, que tem audiência razoável com desenhos e seriados, escapa dessa abordagem tendenciosa.

    Até a comparação dessa situação da Band com Pokémon no primeiro semestre de 2018 só é válida até certo ponto, porque muitos dos erros cometidos pela RedeTV! na época não estão sendo cometidos pela Band agora. Jogar os dois casos no mesmo saco só porque os resultados foram os mesmos, além de ser uma forma pobre de analisar, acaba levando a conclusões parcial ou totalmente injustas.

    Enfim: o que se percebe é que ao mesmo tempo em que o público-alvo de atrações como o “Verão Animado” sequer é, de fato, atingido (seja por negligência da emissora ou por desinteresse desse público), parece haver uma torcida e até uma certa comemoração quando coisas do tipo acontecem, como se fatos do tipo fossem positivos.

    Curtido por 3 pessoas

  11. Yahahahahaha!!! Q post vingancinha safado. Yahahahaga!!!
    Cara todo mundo já sabia q n ia render e po to precisando de um tapete, no aguardo na mudança de programação. Yahahahaha!!!!

    Curtir

  12. Superpoderosas nao tinha audiemcia boa: chegava a ficar 0,2 em Sao Paulo e Zerava Ibope no Rio de Janeiro. Colocar qualquer outra coisa no lugar nao se ia notar. A Band ja tiha programacao infantil antes e resolveu fazer um Encontro dela. E o programa so estava dando prejuizo so estava por estar.

    Quando o SBT largou a Disney fez crescer o olho dela ate porque ela vai perder o aluguel de horarios pra IURD. So fez pra tentar covencer a dita como melhor lugar para suas atações.

    Curtido por 2 pessoas

  13. MInha opiniao? sincera? Conteudo original.
    Pq a audiencia era melhor, conteúdo e ponto final.
    Pegue um anime bom e duble ele, duvido q nao de mais audiência, agr pega naimes ruins requentados, e q todo mundo já assistiu um milhão de vezes e coloca ai ainda o fato de esses animes não terem o fator replay baixíssimo……pronto, formado o fracasso!

    Curtir

  14. Divulgação no local errado e o pouco interesse de quem curte esse tipo de produto sendo exibido na tv aberta.
    Quem gosta de anime já se acostumou a garimpar em sites proibidos da net ou em alguns bem limitados, fora alguns poucos que oferecem assinatura para outro numero bem baixo de animes, como o Crunchyroll, alia-se a isso o fato dessas pessoas já nem saberem da existência da Band, afinal tudo que se ouve ultimamente da TV aberta é seriados, reality shows, concurso de canto e dança, futebol e novela.
    Quem realmente gosta desses animes não se importa muito com reprise de alguns , tanto que essa semana vi por acidente um episodio de Dragon Ball quando mudava o canal e assim que eu meus filhos notamos o anime, nos sentamos para assistir.
    Então como eu disse, não adianta a Band fazer propaganda o dia todo no canal da Band , mesmo que para um publico fiel e de um anime muito bom se esse mesmo publico sequer lembra que a Band existe!
    Ha sites e sites de animes, paginas do facebook que concentram um numero expressivo de participantes que discutem e consomem apenas isso, então o ideal seria a Band criar um grupo voltado para animes e divulgar sua grade e produtos nesses locais.

    Curtido por 2 pessoas

  15. Me respondam uma pergunta

    Por que o Goku e o Vegeta nao usam calsas (calcas sei la kkkk)

    Nao sabe?

    E porque eles usam saiyajins kkkkkkkkkkkk (entendeu? eh… nao? po#a…)

    Curtido por 1 pessoa

  16. Gente, pára com esse papo de “publicidade”, “pega anime bom e dubla”, “investimento”, “disney”, etc, etc, etc…

    Estamos em 2018. Crunchyroll, internet, youtube, tv a cabo, canais de tv a cabo com apps pra smartphone pra voce assistir a qualquer hora em qualquer lugar, netflix, “netflix” da DC, “netflix” da disney,……………………….

    TV aberta? Band? Puta que pariu!
    Hahahahahahahahahahahahaha!

    Tenho pena do saudosismo ou dessa mentalidade “vamos apoiar desenhos na televisao! Vamos à luta!”
    Hahahahahahahahahahahaha!

    Curtir

  17. A Band até faria isso se tivesse igreja com proposta boa para o horário, @Fã do Bruno Zago.
    Mas ela está tentando cortejar a Disney com esse “Verão Animado” (a Band não colocou esse bloco pensando em otaku, pra quem ainda não percebeu) justamente porque não está tendo essas ofertas.
    Além de que alugar horário para uma empresa que de fato trará conteúdo pega muito melhor no mercado publicitário que vender pra igreja, caça-níquel ou infomercial, obviamente.

    Se você, com “conteúdo original” e “audiência melhor”, está se referindo ao “Superpoderosas”, você está enganado, @Cristiano – Original Studio.
    A Mara e o Daniel Castro avaliaram os resultados de 1 único dia pra iludir os leitores de que esse programa ia bem em audiência, mas tinha dias que ia muito pior.
    Quanto aos animes que a Band escolheu, temos que pensar que eles podem ser requentados para os otakus, mas o público-alvo desse bloco muito provavelmente nunca ouviu falar desses três titulos. No máximo, viram um ou outro episódio de “Beyblade Burst” no Cartoon Network, e olhe lá!
    E anime original, pensando no público-alvo, não iria fazer muito mais diferença, porque a missão de conquistar a audiência seria a mesma, porque o problema não são os animes, e sim fazer o público ligar na Band naquele horário.

    @Viviane, eu acho que você pensou muito mais no otakus ao dizer que esse público já garimpa animes em sites de streaming legais e ilegais.
    Mas acho que já comentei várias vezes, e a própria Band já deixou claro que o “Verão Animado” NÂO é voltado para quem gosta de anime.
    Se quem gosta de anime assiste, não foi intenção dela.
    É muito importante que isso fique claro, pra não se cair no equívoco de falar que o negócio falhou por culpa dos otakus.
    O “Verão Animado” é voltado pra criançada que gosta de desenho animado, independente de onde esse desenho é, mas que só tinham na TV Aberta o SBT e a Cultura como opções.
    A Band realmente está falhando na sua divulgação, mas no sentido de que ainda não conseguiu alcançar o seu público-alvo, este que dificilmente assiste a Band durante o dia, e que dificilmente a segue nas redes sociais (lembrando, estou falando das crianças).

    Realmente, @Eddy, o pessoal esquece que a Band está em busca de grana com a Disney, e não em criar uma programação para o público infanto-juvenil.
    Deve ter saído barato pegar esses animes com a Televix, porque a ideia é usar esse bloco como argumento pra facilitar as negociações com a Disney, e não achar que pode competir com outras mídias.
    Vocês acham mesmo que ela ia gastar dinheiro com algo que ela nunca foi com a cara, e que só colocou no ar agora por ter planos maiores, que não envolvem animes?

    Curtido por 1 pessoa

  18. E outra coisa é que o “Bom Dia e Cia” vai começar às 10h30.
    Aliado ao que o @Apo ressaltou, é algo pra se ficar de olho nas próximas semanas.

    Curtir

  19. Sera que algum dia (eu disse ‘algum dia’ kkkkk) eu verei Narut0 shiqquuben, Dragon Boll Super, Nananatsu no Deadly Sins, B(L)each e o meu favorito Cacador x Cacador na TV aberta?…

    eu tenho certeza que nao kkkkkkkkkk

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s