Analisando Imagens Promocionais

As 15 piores premissas de animes da temporada -Outono 2018-

A cada três meses, todo o corpo editorial da Crunchyroll Brasil injeta Guaraviton com Mupy na veia para construir uma das mais completas listas de animes que vão estrear. Com a temporada de Outono de 2018 não foi diferente, e em três matérias muito completas (você pode ler aqui, aqui e aqui) você lê sinopses, imagens e onde assistir ao negócio oficialmente no Brasil (gosto muito isso da Crunchy avisar se o anime estará disponível nas concorrentes Hidive, Amazon Prime ou Netflix).

Não tenho tempo para acompanhar 40 animes semanais igual a galera que enche o saco com as notas do My Anime List do Kitsune, então dei uma olhada em todas as sinopses para descobrir o que assistir e -MEU KAMI SAMA DO CÉU-, a Grande Nação Japonesa conseguiu triplicar a meta de bizarrice e mau gosto nesse trimestre.

Inconformada com a quantidade de tanta coisa ruim, separei as 15 piores premissas de animes da temporada. Tirei os prints dos posts da Crunchyroll que já recomendei no primeiro parágrafo, então IKIMASU analisar essas porcarias (que podem ou não surpreender, nunca se sabe)!

Nome: That Time I Got Reincarnated as a Slime
O que é: Um anime de um cara que morre e ressuscita como um monstro num mundo mágico em que ele não é fracassado e é desejado por um número alto de mulheres peitudas.
Pode ser bom? Se tem uma coisa que eu aprendi em anos de animação japonesa é que a chance de você passar raiva com um anime cujo nome é gigantesco é proporcionalmente grande. Ainda mais se mistura isekai, RPG e uma quantidade de silicone capaz de fazer intervenções estéticas nas mulheres de 24 territórios à sua escolha.

Nome: Akanesasu Shoujo
O que é: Anime com um monte de mulher que serão shippadas por um público ávido por garotas em duas dimensões.
Pode ser bom? Eu dei um cochilo só de ver essa imagem promocional.

Nome: Hey, Your Cat Ears Are Showing!
O que é: Um cara encontra um outro cara que tem orelhas de gato. Essa é a sinopse.
Pode ser bom? Com esse design genérico e esse nome de música do Arctic Monkeys acho difícil.

Nome: Bakumatsu
O que é: Uma garota é transportada para a era Bakumatsu, um período japonês repleto de homens com roupas duvidosas e design atraente para fujoshis. 
Pode ser bom? Esse aí ainda não se decidiu se será um Inuyasha, um Samurai X ou um isekai. Talvez nunca decida por um só.

Nome: Rascal Does Not Dream Of Bunny Girl Senpai
O que é: Moleque vê uma garota vestida de coelhinha perto da biblioteca e pensa “ué o que seria isso?”, só que aí decobre que ela é um delírio de sua mente e se apaixona.
Pode ser bom? Não, mas tenho a impressão que esse título poderia ser um case para se ensinar como traduzir o nome de uma série japonesa ao pé da letra nem sempre é a melhor opção possível.

Nome: The Space Between the Sky and Sea
O que é: Peixes estão sumindo e o Ministério da Pesca pensa que a melhor saída é CRIAR PEIXES NO ESPAÇO.
Pode ser bom? Essa sinopse está exatamente no meio da linha tênue entre o horrível e o maravilhoso, depende de como o público vai enxergar. Se der a mesma sorte de Jojo’s Bizarre Adventure de tombar para o lado positivo, vai bem.

Nome: RErideD: Derrida, who leaps through time
O que é: Ficção científica que finge ser adultona, mas é pra adolescentes. 
Pode ser bom? É um Ash vs Red com um nome impronunciável. Sério, como é que se fala isso?

Nome: Sword Art Online Alicization
O que é: Sword Art Online.
Pode ser bom? É Sword Art Online.

Nome: Uchi no Maid Ga Uzasugiru!
O que é: Uma menina fica órfã da mãe e sua nova empregada doméstica é uma militar que tem ~forte atração~ por ela para o pessoal mandar bala nas fanarts.
Pode ser bom? Tem maid, tem lolicon, tem criança aparentando ter menos de 10 anos de idade, tem mulher peituda, esse anime conseguiu completar o bingo do anime do punheteiro padrão japonês. Parabéns, poucos conseguem colocar tantos clichês absurdos e ofensivos numa mesma sinopse.

Nome: Radiant
O que é: Um garoto protagonista de shonen sai em uma jornada contra inimigos com a ajuda de seus amigos feitos durante o trajeto.
Pode ser bom? Quando li essa sinopse achei que era mais um shonen feito pelo programa da Shueisha que produziu Black Clover, mas aí vi que se trata de uma série de quadrinhos francesa e estou até animada em como a Europa já conseguiu imitar o formato japonês tão eficientemente quanto os orientais. Mas continua genérico pra porra.

Nome: Anima Yell!
O que é:  É um clube de cheerleaders.
Pode ser bom? Talvez exista alguma lei do Ministério da Educação Japonês para a inclusão de pelo menos 3 animes genéricos sobre clubes escolares, nunca se sabe.

Nome: Hashiri Tsuzukete Yokottatte.
O que é: Garota vai para evento de anime, se encanta com o Guilherme Briggs do rolê e conhece uma pessoa que estuda animações de baixa qualidade para animes de temporada.
Pode ser bom? É a cota de animes com referências otaku/geek da temporada. Promete ser tão natural quanto os tweets do Henrique Meirelles falando sobre Naruto.

Nome: Ore Ga Suki Nano Wa Imouto Dakedo Imouto ja Nai
O que é: Shonenficação das fanfics.
Pode ser bom? Tão bom quanto fanfic.

Nome: Conception
O que é: Esse eu peço para vocês lerem com atenção. Temos um protagonista que tem uma prima grávida. Aí os dois são transportados para um mundo mágico em perigo. Lá ele descobre que quem pode salvar são crianças nascidas de 12 donzelas, e ele sai por aí sendo a ~figura paternal~ de toda essa galerinha miúda.
Pode ser bom? É o Mitsumasa Kido num isekai, esse conceito poderia ter sido usado pelo próprio Kurumada como prequel de Cavaleiros do Zodíaco.

Nome: Karakuri Circus
O que é: O protagonista tem uma doença séria, ele morre se não fizer alguém dar risada. Aí ele entra para um circo, e precisa enfrentar uma organização do mal que quer espalhar essa doença pelo mundo.
Pode ser bom? Muito boa essa premissa de episódio digna de Gintama que acabou sem querer virando uma série própria. Parabéns para a audácia do Studio VOLN.

**********************

Esse post é apenas uma primeira impressão, afinal opinião não é um negócio registrada em cartório para nunca ser modificada. Se quisermos saber se essas coisas são ruins mesmo, só assistindo. Boa sorte (pra vocês, eu que não vou chegar perto).

E para saber os outros trocentos animes da temporada, tem os posts da Crunchryoll (você pode ler aqui, aqui e aqui).

15 comentários em “As 15 piores premissas de animes da temporada -Outono 2018-

  1. me interessei pelo anime da coelhinha (me julgue, achei interessante kkkk) e pelo dos peixes no espaço (pois bizarro)

    de resto: no, thanks. e aquele lá dos punheteiros: NOUJO.

    e isso pq eu só vou ver o pilot, ñ to tendo tempo de investir em nada que eu não goste logo de cara

    Curtido por 1 pessoa

  2. O anime da coelhinha aparenta ser só isso, mas é bem mais complexo do q aparenta ser, acredite. E ainda é do autor de Sakurasou e roteirista de Just Because e ele sabe desenvolver personagens. Acredito q de uma sinopse assim possa sair algo pelo menos interessante

    Curtido por 1 pessoa

  3. Conception é uma jogo original de PSP que está ganhando remaster para PS4. Porque está ganhando animê? Sei lá, o primeiro jogo nunca veio pro ocidente, e mesmo o segundo que foi lançado no ocidente, nunca fez sucesso, vi essa notícia um tempão atrás no Gematsu e todos os comentários o pessoal tava se perguntando como e porque isso aconteceu. Tenho o jogo Conception II: Children of the Seven Stars para 3DS, não é um jogo ruim na minha opinião mas está longe de ser um grande jogo, ainda mais se comparar com outros RPGs da biblioteca do 3DS.

    Curtir

  4. Não curto muito isekai mas vi tanta gente falando do anime de slime que resolvi dar uma chance. Me surpreendi: o primeiro episódio é ridiculamente engraçado!

    Curtir

  5. Karakuri Circus é um mangá clássico, bem estruturado e que foge do shonen padrão após seu primeiro arco.

    O péssimo traço do anime – como sua sinopse – não fazem jus à série.

    Mas valeu pelo Henrique Meirelles e Naruto. Valeu umas boas risadas.

    Curtir

  6. Os caras tem tempo e dinheiro pra animar qualquer coisa mesmo, hein? E depois dizem que que a industria de animação está em decadência.

    Curtido por 1 pessoa

  7. “O anime da coelhinha aparenta ser só isso, mas é bem mais complexo do q aparenta ser, acredite. E ainda é do autor de Sakurasou e roteirista de Just Because e ele sabe desenvolver personagens. Acredito q de uma sinopse assim possa sair algo pelo menos interessante”

    Por causa desse comentário dei uma chance pro anime da coelha e gostei do primeiro ep tb, tirando uns bagulhos muito japoneses, tipo as coisas da irmã do cara. Achei o resto bem legal, vou continuar

    Curtido por 1 pessoa

  8. Esse dos peixes do espaço me cheira a mimimi japonês contra os outros países que querem proibir a pesca de baleias (que os japoneses querem retomar), já que, pelo que li nessa sinopse, elas viram algo tipo uma praga nos oceanos.

    Curtido por 1 pessoa

  9. Dei uma chance pro anime dos peixes do espaço achando que teria alguma sacada cult ecológica tipo Children of the Sea. Me enganei. Os peixes sumiram dos oceanos porque sim e o governo japonês resolveu investir dinheiro em aquários espaciais para que todo mundo possa comer sushi em paz. Os submarinos são movidos por um app de celular (?). Ah, e os aquários não são controlados, acho que os engenheiros morreram neste anime também.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s