Anime Friends

Anime Friends 2018: nem a Copa do Mundo para os otakus

Nesta sexta-feira (06) rolou o jogo Brasil e Bélgica nas quartas de finais da Copa do Mundo da Rússia. Desde o Bom Dia Brasil a Globo tentou acordar o lado de torcedor maluco das pessoas com uma extensa cobertura sobre… bem… o nada. Lá pela tarde, trânsito infindável ao meio dia e muitas pessoas lotando bares para acompanharem a seleção de Neyruto. O Brasil parou para ver a seleção canarinho jogar… ou quase isso. Enquanto a seleção brasileira entrava em campo abençoada pelo canarinho pistola e pelo russo psicopata, rolava o Anime Friends 2018 no Anhembi.

Imaginei que o evento estaria tranquilo (ou mesmo vazio) por causa do jogo, mas as palavras INGRESSOS GRÁTIS foram maiores que o tom de voz do Asta em Black Clover. Mesmo com corredores largos, muitos otakus com mochilas ocupavam os espaços vagos em filas para Jump Force ou o jogo de My Hero Academia. Mas com certeza aquele pessoal estava só matando o tempo até a esperada hora do jogo do Brasil, não é mesmo? Talvez não.

Circulei pelo evento durante o jogo do Brasil e me surpreendi muito com o que vi. O evento simplesmente não parou, a quantidade de pessoas aglomeradas em estandes transmitindo o sinal da Globo era pequena perto da multidão no palco principal disposta a prestigiar uma banda coreana cujo nome parece um código de catalogação de livros numa biblioteca pública.

O placar do Brasil era facilmente deduzível através do barulho dentro do Anime Friends: quando ouvíamos um grito curto, era chute pra fora do gol. Grito longo: gol do Brasil. Já um grito histérico eram os fãs do grupo coreano. Inclusive fãs desse grupo foram os responsáveis por quase todos os gritos ouvidos no Anhembi, afinal Neyruto falhou na função de trazer alegria para nosso povo tal qual David Luiz em 2014. 

Algumas atrações foram remanejadas por causa do horário do jogo: a palestra da Crunchyroll com a inédita dublagem de Black Clover acabou sendo remanejada para depois da derrota brasileira, assim como a enésima apresentação de Yumi Matsuzawa (que de inédito em solo brasileiro só falta cantar as músicas de trás pra frente vendada em cima de um skate). A apresentadora (e youtuber) Haru precisou enrolar a plateia 100% interessada em música japa e que dava zero fodas quando ela perguntava o placar.

Assim que acabou o jogo, sem qualquer lamentação ou clima de velório, os otakus seguiram com o Anime Friends como se nada tivesse acontecido. As pessoas ainda estavam correndo até a Panini pra pegar um exemplar de Jojo antes de evaporar, tirando foto com os cosplayers de My Hero Academia e se arrependendo da comida cara e ruim. A seleção brasileira não tem a mesma unanimidade de antigamente.

12 comentários em “Anime Friends 2018: nem a Copa do Mundo para os otakus

  1. Evento horrível! Poucos estandes, preços altos, nenhum desconto realmente convidativo das editoras, JBC com PÉSSIMO serviço onde vc tinha q DIZER os mangás q queria comprar (mto ruim), a comix não tirou seus “selinhos” de cima dos valores das capas dos mangás e continuou praticando os msm preços da loja física, Jojo evaporou do estande da Panini… comprei o meu, mas deveriam ter mais… nada pra fazer… uma bela porcaria… só fui pelo ingresso grátis q a JBC enviou msm e pq moro perto do local do evento… agora PAGAR? PAGAR pra entrar naquilo é uma insanidade! Saudades dos eventos no Arqui Diocesano e na Uni Santana XD bom, já foi essa época, fui mais pela curiosidade mesmo… não há nada q vc compre ali q vc não possa comprar pela internet em qualquer dia da semana…

    Curtido por 1 pessoa

  2. Maldita reforma ortográfica, levei uns segundos pra entender que o “para” do título é do verbo parar.
    Voltando ao assunto: eu só fui em um evento otaco-nerd-pop em toda a minha vida e já foi o suficiente. Nunca mais gasto dinheiro, tempo e sola de sapato com isso.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Mara eu vou tentar fazer comentários melhores nesse site

    E eu vou no anime friends :)

    Você é hilária

    Curtir

  4. A Rede Cu Verde, digo, Rede TV!, fez uma matéria sobre o primeiro dia do evento (afinal, os direitos sobre a Copa ficaram com a Globo). Teve até o Pikachu dando um recado para a ex:

    Curtir

  5. Esses eventos estão cada vez mais chatos e repetitivos, tanto que a Maromba organiza bingo sabendo o que os caras vão dizer nas palestras. Faz muitos anos que não vou, da última vez tive certeza que tava perdendo tempo.

    Curtido por 1 pessoa

  6. É isso aí, Sr. Frango com Farofa! Foram impensadas a exclusão do acento diferencial do “pára/para” e a opcionalidade do “pode/pôde”, sem falar do fim do trema!

    Curtir

  7. Agora sei por que deram ingressos de graça. Jorginho já comentou o que eu pensava sobre o AF, que já foi um evento melhor. Queria muito pegar um autógrafo com a tia Mara, mas fiquei só meia hora e fui embora. Tinha mais o que fazer…

    Curtir

  8. Voltei lá pra pegar meu autógrafo, mas cheguei tarde demais. Acho que a maromba já tinha ido embora. (Sim, sou um stalker chato)

    Curtido por 1 pessoa

  9. O Show da Familia Ultra foi melhor do que eu esperava . Maravilhoso! Tem alguns comentarios aqui criticando o evento e eu entendo, se eu for em um jogo de futebol ou um show de funk, tambem vou criticar pois são coisas que odeio.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s