Barraco

Novo formato do Senpai TV é quase uma discussão em grupo de Facebook

O Senpai TV é a pós-modernidade dos programas otakus na televisão brasileira. Após um período pouco celebrado, aquele no qual as otakices televisivas eram representadas por Kira e Kelly Key anunciando desenhos, o programa da Rede Brasil surgiu para conversar com um público mais velho, mais antenado e mais moderno (embora ainda assista as produções animadas dos anos 80 exibidas pela emissora, como Cavaleiros do Zodíaco e Dragon Ball Z). Em constante evolução, o Senpai TV agora encontrou um gênero capaz de representar perfeitamente as sadias conversas em grupos do Facebook: o debate no programa da Luciana Gimenez.

Analisar a trajetória do Senpai TV é quase como conferir um resumo da timeline de formatos televisivos. Em sua estreia, o apresentador Clayton dividia um fundo verde com Marcelo Del Greco e o Estagiário do Site dos Cavs enquanto compartilhava curiosidades sobre as séries. Após algum tempo, e com o fim das curiosidades vindas diretamente de matérias da revista Herói nos anos 90, a equipe do programa deu um salto: o Senpai TV passou a ter uma bancada, um cenário futurista gerado pelo fundo verde e mais apresentadores, como Jeff Kayo (o rapaz de cabelo comprido que fica sempre diante de um computador meramente cenográfico) e a participação recorrente de Anderson Abraços.

Assim como um William Bonner recebe presidenciáveis na bancada do Jornal Nacional, o Senpai TV ganhou a visita de grandes figuras otakas em sua bancada para papos francos sobre otakices. Já passaram por essa nova fase do programa o blogueiro colírio Leonardo Kitsune, artistas reconhecidos como Danger3 e também Marcelo Del Greco (sem a presença do desaparecido Estagiário do Site dos Cav… Por onde anda? Um beijo, estagiário).

Mas quem fica parado na mesma é poste (e as coleções de mangás da Nova Sampa). O Senpai TV sentiu uma necessidade de evoluir e ganhou um novo cenário. Deixou de lado o jeitinho MTV dos anos 90 e colocou o fundo verde no depósito. Agora o SenpaiTV tem um cenário bonito (e físico) com uma nova bancada, bonequinhos em estante e até mesmo um sofá para convidados. E esse móvel tão importante foi estreado no programa exibido ontem (29) num debate que lembrou os melhores momentos de Luciana Gimenez discutindo com Mulheres Fruta sobre política.

Não achem que eu estou zombando, acho os debates do Superpop um dos melhores exemplos de entretenimento que a televisão brasileira é capaz de oferecer. Normalmente a apresentadora e eternamente-cansada Luciana Gimenez solta um tema na roda e os convidados relevantes praticamente saem na porrada argumentativa para defender seu lado. Normalmente o assunto dá aquela escapada e somos presenteados com tópicos inesperados. Quem nunca começou a discutir amamentação em público e terminou contando sobre a falta de pagamento de pensão por parte de cantores sertanejos?

No Senpai TV de ontem, o programa teve a ideia de promover um debate sobre Darling in the Franxx. Não sei exatamente em que ponto da discussão o negócio deu uma reviravolta e deixou de ser uma análise da série para se transformar numa denúncia efusiva sobre como o personagem gordo da série é humilhado. No meio da treta, a personagem Kokoro passou a ser jogada na fogueira por ter dispensado o rapaz.

Como convidados que pensam igual diverte tanto quanto a bolha ideológica do Facebook, foram chamadas pessoas que têm opiniões diversas sobre a série. Além dos apresentadores, convidados habituais e a Priscila Ganiko do Jovem Nerd, o Senpai TV convidou a equipe do Mais de Oito Mil para marcar presença no programa. Não pude estar presente porque estava hidratando o cabelo, mas enviei um representante do site para defender o meu ponto de vista de que a série é um erro por completo. Infelizmente meu representante pouco contribuiu ao debate, afinal se viu acuado diante da discussão feroz entre a moça do Jovem Nerd e o apresentador do programa. Segundo ele me relatou, houve um receio de que alguém partisse para cima do outro e se golpeassem com caixas de chocolate Pan.

Se o programa tivesse 5 minutos a mais chegaríamos nesse nível. Reparem como o representante do Mais de Oito Mil no sofá estava apenas rindo do circo pegando fogo.

O novo formato do Senpai TV ainda está aparando as arestas, mas promete oferecer diversão para o público. É igualzinho a acompanhar uma discussão em grupo de WhatsApp, com a diferença de que temos elementos como tom de voz e a possibilidade de algo ser arremessado no coleguinha. Torço também para o representante que mandei do Mais de Oito Mil tenha uma participação mais ativa em outras participações e faça algo digno de nota aqui no site, caso contrário não tenho receio de acionar meu RH e retirá-lo do corpo editorial do Mais de Oito Mil.

E se quiser conferir o novo SenpaiTV, é só acompanhar de segunda à sexta, às 20h na Rede Brasil. Logo depois o programa é disponibilizado no YouTube, e essa discussão de Darling in the Franxx pode ser vista clicando aqui.

10 comentários em “Novo formato do Senpai TV é quase uma discussão em grupo de Facebook

  1. Porque eles estão discutindo sobre desenhos que eles nem tem os direitos?

    Tá mais pra sonia abrão falando de big brother todo o dia.

    Não acredito que o Fábio gaj se submeteu a isto lol

    Curtir

  2. Porque eles estão discutindo sobre desenhos que eles nem tem os direitos?

    Tá mais pra sonia abrão falando de big brother todo o dia.

    Não acredito que o Fábio gaj se submeteu a isto lol

    Na verdade o sonho dele é emular a Urubu Abrão.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s