Eventos

NewPOP Day 2018, o que teve e o que faltou

Assim como especial do Roberto Carlos ou transmissão de doenças erradicadas através de mosquitos tropicais, os eventos de aniversário das editoras de mangás são acontecimentos que ocorrem todo ano, com a diferença que os encontros editoriais mobilizam apenas parte da imprensa especializada (pff) do gênero (basicamente eu, o Genkidama e a Crunchyroll). Nesse domingão (18) quente rolou o NewPOP Day, encontro anual da editora para fazer um balanço do ano anterior, realizar palestras e, claro, anunciar novidades.

Como o evento em si não interessa a ninguém além de meia dúzia de fanboys de editoras e a imprensa especializada, as empresas costumam organizar encontros um pouco mais atrativos ao público. Inclua nisso atrações como lojinha de mangás com descontos e palestras temáticas que basicamente servem parar discutir sobre mangás da própria editora  para -quem sabe- convencer alguém ali a comprar um mangá novo.

No campo das tais palestras, percebemos como a editora melhorou muito de uns eventos para cá, todas foram bem mais ágeis e contaram com mediação mais precisa (Graveheart do Genkidama como sempre colocando ordem nas coisas enquanto). E em vez da NewPOP colocar todos os membros da imprensa otaka disputando no tapa pra ver quem fala mais com propriedade sobre qualquer assunto, dessa vez os tópicos foram bem definidos e o número de participantes reduzido.

Mas isso não quer dizer que o evento tenha ficado à prova de falhas: a palestra sobre uso de mangás em ensino, por exemplo, pecou em algo muito importante que é a falta de qualquer palestrante envolvido em educação. Quando o assunto caiu no bullying, o Leonardo Kitsune (que fazia parte da mesa) lembrou que nenhum ali da mesa se encaixava em qualquer quesito das pessoas que mais sofrem bullying. Já a palestra seguinte sobre “isekai” (que é a denominação otaka para historinhas que pegam um personagem e o transportam para um mundo fantasioso) conseguiu ter momentos de puro constrangimento, como quando um palestrante insinuou que se a pessoa é ofendida ela deve retrucar mesmo e foda-se. Sim, isso aconteceu alguns minutos depois do término da PALESTRA QUE TRATOU O BULLYING.

Essas palestras foram apenas aquelas bolinhas de queijo massudas das festinhas de crianças, estávamos todos lá atrás do brigadeiro e do bolo. E esses cobiçados doces vieram na forma da palestra de Junior Fonseca sobre a sua editora. Entre uma curiosidade e outra sobre o processo no qual o mangá é produzido, o dono da NewPOP usou toda experiência editorial adquirida em seus 547 anos de vida para contar o mundo não-tão-glamourizado das editoras de mangás. Um mundo cruel e visceral: Junior arrancou lágrimas da platéia ao contar que GTO, por ser muito velho e a editora não ter os arquivos digitalizados, precisa ter seus volumes destroçados para que ele mesmo escaneie. Uma barbárie.

Deixando de lado essas curiosidades que servem apenas para o Biblioteca Brasileira de Mangás produzir umas pautas frias entre um Henshin Online e uma resposta equivocada na página de Facebook da Panini, Junior se preparou para os esperados anúncios. E o primeiro… foi o anúncio de um anúncio. Segundo ele, havia um título grande que seria revelado no evento, mas por causa dos Correios (juro!) o contrato não chegou ainda então foi preferível não anunciar. Mas ele prometeu que no Anime Friends vai rolar algo bem legal. O público, já anestesiado pelos anúncios de anúncios da Disney/Marvel, comprou rapidamente a falta de prato principal e se preparou para os demais anúncios da editora.

Uma das mais inesperadas revelações do evento foi que a banda Snowkel, responsável por aberturas genéricas de Naruto e Gintama, fará uma música baseada na NewPOP. A faixa, intitulada “NewPOP” estará no próximo álbum do grupo e trará em sua letras os elementos principais da editora. Eles até passaram um trechinho, mas meu japonês não foi bom o suficiente se eles citaram “promessas não cumpridas” ou “editor que não envelhece”. Pelo visto cada editora tem o Danger 3 que merece.

Se você esperava grandes títulos de editoras renomadas, é melhor tirar o cavalinho da chuva. Os títulos geralmente eram de desconhecidos pra baixo, tanto que ao anunciar cada um surgia uma sinopse no PowerPoint pra pelo menos o pessoal descobrir do que se trata. O mais famosinho ali era um volume único baseado em uma história curta de Makoto Shinkai e que pode ser vista na Crunchyroll. Ao menos algumas histórias mostraram potencial pela sinopse, o que é algo positivo e digno de aplauso.

Falando em aplauso, vale a pena citar que a ditadura LGBT promovida pela Rede Globo e a cantora Pabllo Vittar está com tudo, porque boa parte dos anúncios do dia eram relacionados a Yaoi e Yuris. A cada revelação relacionada a essa demografia, uma plateia cativa dava pequenos urros de alegria e vitória. Até mesmo quando a NewPOP anunciou que Loveless passaria a ser semestral em vez de bimestral fez a galera soltar sons de felicidade (talvez eles não haviam percebido que era uma notícia ruim, mas quem vai julgar gente que se exalta por aparecer uma imagem de seu mangá favorito num telão?).

E por mais que você veja escorrer no meio dessas linhas um não-tão-discreto-assim deboche, vi o evento com bons olhos. Além de bem organizado, acho positivo o lançamento de mangás que fogem um pouco da casinha. É muito mais fácil lançar algo que todo mundo já sabe o que espera, e a vinda de coisas desconhecidas pode trazer boas surpresas (como foi o caso de Helter  Skelter, um dos melhores mangás que li nos últimos anos e que nunca tinha ouvido falar até a NewPOP lançar por aqui).

Aprecio também a transparência que a NewPOP tem com o público: foi anunciado que títulos como GTO, por estarem vendendo bem, foram “promovidos” à periodicidade mensal. Já outros, que não vão tão bem assim, serão lançados mais espaçados e terão suas demais séries estudadas antes  da publicação, mas nunca sem interromper o material no meio. Em terra de Toriko, quem tem Number Six em estudo para lançar as séries posteriores é rei.

Vamos acompanhar a NewPOP nos próximos meses e ver no que vai dar. Ela já vem mostrando nos últimos tempos uma melhora em coisas que sempre foi motivo de críticas, agora é segurar a peteca.

6 comentários em “NewPOP Day 2018, o que teve e o que faltou

  1. Tô surpreso comigo mesmo por sequer ter pensado na publicação de Ela e o Seu Gato, visto que a NewPOP lança tudo de Shinkai. Compra certa.

    Também tô curioso a respeito dessa música. Uma composição japonesa baseada em uma editora brasileira é, no mínimo, interessante…

    Curtir

  2. Interessante a empreitada em títulos do gênero que grandes editoras não lançam, talvez essa é uma das vantagens das pequenas editoras: ir em busca de uma novo caminho inexplorado. Apesar de ser Newpop nê.?

    Mas será que os críticos de propaganda de Cerveja, mas que consomem Bacardi Big Apple serão bastante suficiente pra sustentar publicações desse tipo? Somente o tempo dirá. Ou talvez eles tenham esquecido de Gravitation.

    Curtir

  3. GTO é horrível e se perde bastante antes da metade. Vira um dramalhão repetitivo e inverossímil. Acredito que em breve as vendas irão cair bastante.

    Curtir

  4. Cadê Hansel e Gretel parte 2? Já vai fazer 2 anos que o primeiro volume lançou.
    Será mesmo que eu fui o único a comprar?

    Curtir

  5. Apesar da Mara ter zuado, curti a New Pop preferir n anunciar o manga por n ter assinado contrato ainda. Ao contrario de certas editoras q anunciam umas paradas como certas e arrastam essa porra anos a fio ao invés de matar logo a esperança de alguns otakus.
    Bem a NewPop se achou nesse meio de maluco q é esse editorial de manga, que continue com o bom trabalho.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s