Ash vs Red - A Saga da Fanfic Distópica

Fanfic distópica de Pokémon digivolve para site genérico de games e mendiga likes

Todo mundo sabe a história da fanfic distópica de Pokémon, né? Aquela na qual o ~escritor~ tinha uma ideia super revolucionária e madura para a franquia que envolvia mortes, barbas e desenhos roubados da Internet para fazer a franquia voltar a ter interesse para os fãs nostálgicos que não aceitam que estão velhos demais para exigir algo de um desenho feito para crianças. Enfim, se você não lembra dessa história, saiba que essa trama tem até uma categoria especial no Mais de Oito Mil que pode ser acessada clicando aqui.

Bem, depois do último capítulo dessa novela o assunto morreu. Eles prometeram uma atualização que nunca veio e o autor aparentemente havia abandonado a ideia de lançar uma história com apoio da Pokémon Company, mesmo tendo inventado que uma advogada rebelde da empresa tinha se encantado com a história (claro, afinal sabemos que advogados também analisam histórias originais mandados por qualquer pessoa, faz parte da função).

Mas aí A PÁGINA MUDOU DE NOME e trocou toda a aparência tal qual um Ditto distópico, deixando de lado a campanha por uma fanfic oficial e assumindo a identidade de um site de games genérico chamado Noron DG (e agora com sede em Porto Alegre). O que deve ter rolado, na verdade, foi que o antigo autor vendeu/cedeu a página para um site que queria dar um boost nas visitas. Deu certo? Não. Boa parte das notícias, que já eram requentadíssimas de outros sites, quase não tinham engajamento nas redes sociais exceto a curtida da própria página. Aí um dia eles responderam a alguns gatos pingados que ainda perguntaram da fanfic distópica, segue a resposta:

Isso tudo era tão deprimente que eu nem ia fazer uma matéria para contar toda essa história, mas aí ontem (05) rolou uma coisa TÃO BIZARRA que eu pensei “ah não, isso tem que virar pauta”. Aconteceu o seguinte: tentando aumentar os próprios seguidores, o tal site genérico de games começou a mandar mensagens para seguidores e para quem havia mandado perguntas na gestão da fanfic distópicaEu mesma recebi DO NADA uma mensagem que gostaria de compartilhar com vocês leitores:

DEIXA EU VER SE A OTAKA AQUI ENTENDEU! Para viabilizar a publicação da fanfic distópica oficialmente, o site genérico de games quer aumentar o engajamento nas redes para que tudo seja monetizado e eles possam comprar os direito assim????? Esse pessoal acha que direito autoral pra lançar fanfic distópica custa tipo mil reais???? E por que “gamers” está escrito entre aspas?? Que porra de semente é essa????

O mais sensacional é que a mensagem acima foi mandada para muita gente que seguia a página ou que tinha mandado mensagem alguma vez, e todo mundo recebeu exatamente a MESMA mensagem. Só que a minha veio com um “plus a mais“: percebam que tanto no começo quanto no final eu fui chamada de GABRIEL. E tipo… nem eu e nem ninguém da ~equipe~ Mais de Oito Mil atende por esse nome. DE ONDE ELES TIRARAM ESSE NOME, MEU KAMI SAMA????

Infelizmente nunca saberei, porque minha mensagem não foi visualizada e dificilmente será respondida.

17 comentários em “Fanfic distópica de Pokémon digivolve para site genérico de games e mendiga likes

  1. Ash vs Red não ia virar um jogo de rpg maker?
    Cada dia mais triste essa história.

    Curtir

  2. Que nada scariel, o lance é fazer um meta jogo, de um adulto que era fã de uma famosa franquia de monstros de bolso resolve fazer um jogo baseado em uma fanfic adulta que ele mesmo fez, lutando contra os detentores de direitos dessa franquia.

    Curtir

  3. Triste e hilário.

    Espero que o cara não tenha mais de 20 anos. Esse tipo de sonho de criar mais um site de games sem diferencial é tão 14 anos. Tadinho.

    Curtir

  4. Por favor, peço para que pare de chamar esse moleque q inventou essa baboseira de ash vs red de “autor”, é uma ofensa sem tamanho a qualquer outra pessoa alfabetizada no planeta! Obrigado.

    Curtir

  5. 1. por um momento penseiq ue a mara fosse Trap! kkkkkk
    2. que custava o cara lançar isso em algum site de fanfics? ou ter feito um rpg maker mesmo disso! esse Icarus aí voou perto do sol sabendo o que ia acontecer, ou ele tem síndrome de Estocolmo!

    Curtido por 2 pessoas

  6. 1) o f0xdash ali em cima claramente não leu o post sobre o post ofensivo de anime friends

    2) o autor de ash vs red não tinha vendido/dado os direitos autorais da fanfic pra outra equipe??? ou eu tô ficando doida?
    podia jurar que ele tinha se retirado do projeto e agora eram outras pessoas administrando. e se for isso mesmo, esse povo tá ainda mais louco que o cara original SAJPIOSUYFASDYS

    Curtir

  7. E a saga distópica consegue um novo folego para 2018 :D

    dentre aqueles 7 passos que mandaram, faltou o 8º ” contribuam com qualquer quantia no patreon/padrin”.

    E Mara sua gorda, todo mundo sabe que você é HOMEM e agora sabemos seu verdadeiro nome!!

    Curtir

  8. “o autor de ash vs red não tinha vendido/dado os direitos autorais da fanfic pra outra equipe?”

    E quem seria idiota a ponto de querer comprar isso?? Ainda mais sendo uma fanfic que envolve direitos autorais de terceiros (e que não estão inclusos no negócio)?

    Na boa, é como já falaram aqui: se querem tanto publicar Ash vs. Red, é só publicar num site de fanfics; opções não faltam. Algumas das fanfics nesses sites inclusive são muito boas, embora eu duvide que Ash vs. Red se encaixaria nesse grupo (mais provável ser daquelas que a gente lê a primeira página e desiste)…

    Curtir

  9. Agora, se a intenção do(s) cara(s) é ganhar dinheiro com a história, aí não tem jeito: desistam de usar uma franquia já existente e criem seus próprios personagens, como qualquer escritor que se preze faz.

    Curtir

  10. Isahbellah, creio que ele leu o referido post e só está tirando uma onda. Mas afinal, “trap” é o quê? É alguém que se traveste só pra enganar o povo?

    E acho que a única fanfic que eu pagaria pra ler é a de Harry Potter chamada “My Immortal”, que ficou inacabada e é hilária!

    Curtir

Os comentários estão fechados.