Mercado Nacional

Vamos brincar de “Quem é esse Pokémon?” com o Pokémon Yellow da Panini?

No começo o que mais tinha no Mais de Oito Mil era post mostrando erros dos mangás desse nosso Burajiru. Com o tempo fui enchendo o saco disso, até porque se for pegar erros de concordância, digitação ou até frases sem sentido eu passaria um mês inteiro falando mal de todas as editoras. Porém, ainda sobra um espacinho no nosso kokoro para erros mais bizarros, como foi o caso da vez que a JBC esqueceu de escrever o editorial no Blade (relembre aqui) e o que rolou na mais recente edição de Pokémon Yellow da Panini.

Recebi uma denúncia do leitor Marcelo Wariss que pediu para não ser identificado, apontando que a segunda edição do mangá Pokémon Yellow teve alguns erros meio feios. E que erros são esses? Bem, apenas a Panini errou o nome de alguns Pokémon da edição. E não, eles não escreveram “Pikashu” em vez de “Pikachu” ou então “Sheherazade” em vez de “Charizard”, os equívocos da edição são dignos daquelas vezes em que errávamos o “Quem é esse Pokémon” do anime, IKIMASU conferir.

A começar nessa cena, que os personagens avistam Mankeys num penhasco e falam que são Primeape (que no caso é a evolução do Mankey, para você que passou incólume pela febre do Pokémon Go ano passado):

Ok, é um errinho simples, confesso. Eu mesma confundiria porque o mangaká distingue os bichos da mesma forma que o Kurumada desenha seus protagonistas. Mas o que dizer da vez em que erraram o nome do Ekans e colocaram um “Arbok” ali?

Como se não bastasse se enganar com o nome do Pokémon dentro da história, eles também conseguiram trocar o nome da cobrinha roxa no sempre criativo título do capítulo:

Bem, como tratar de equívocos de editoras sempre ativa os fanáticos que estavam virados em modo de defesa, já imagino que alguém vai chegar e falar “Mas Mara, sua blogueira gorda que se perde nos mapas de Overwatch, não podemos falar que foi erro porque tem que ver como tava no original! A Panini-sama nunca cometeria esses equívocos!“.

Realmente, nesse tipo de engano devemos sempre conferir o original. E olha só que coincidência, o mesmo leitor Marcelo Wariss, pokémaníaco assumido e colecionador compulsivo de tranqueiras dessa série, me enviou fotos de sua edição original japonesa de Pocket Monster Special (o nome original do mangá) e lá o nome dos bichos tá correto, “Mankey” e “Ekans” (em japonês, claro). Você pode conferir nas imagens abaixo:

(Mankey em japonês é マンキー, já o Primeape é オコリザル. Ekans em japonês é アーボ, enquanto Arbok é アーボック)

Torcemos para que a Panini dê uma caprichada nos próximos mangás, ou então já imagino a equipe da editora sendo sequestrada no próximo Anime Friends e mantida num cativeiro a base de pão, água e uma TV passando o PokéRap ininterruptamente.

Anúncios

10 comentários em “Vamos brincar de “Quem é esse Pokémon?” com o Pokémon Yellow da Panini?

  1. Jbc ja errou em boku no hero tbm
    Num dos ficha de personagens uma personagem que se chama itsuka kendou virou ikka kendou, um kanjica la é quase identico ao de repetir o anterior, por causa desse erro ela virou o ikki feminino

    Curtir

  2. Parece que essa versão é a adaptação da versão americana. Então tem que ver se na versão americana os nomes estão certos.

    Curtir

  3. Miguel, é versão adaptada da japonesa, mas com onomatopeias traduzidas. Em todo caso, um amigo meu que tem as versões americanas verificou e não existem esses erros. Mas, mesmo que existissem, não seria desculpa, né?

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s