Mercado Nacional

Otakus tentam comprar editora da Panini com propina, mas ela responde com uma bela lição

Vivemos em tempos de completa inversão de valores no Brasil. Enquanto tem site ganhando por scans ilegais e senador que não comete crimes, apenas trafica drogas, a confiança do burajirujin vai caindo a níveis mais baixos que a audiência de Lets&Go quando foi exibido nas madrugadas de sábado no SBT. Por sorte, ainda podemos ter fé ao ver pequenos sinais de honestidade, de compreensão e de solidariedade capitalista. Sim, não sou apenas uma blogueira bonitinha passiva-agressiva, faço pautas de esperança.

Ontem, em meio ao arco do Game of Scans, Beth Kodama (editora de mangás da Panini) recebeu em sua página no Facebook um pedido de um otaku pedindo para que ela convencesse a Panini a trazer o guia de Berserk ao Burajiru. Bethinha, então, perguntou o que ela ganharia com isso, e assim acompanhamos otakus desiludidos com o país tentando oferecer vários tipos de propinas à editora:

Incorruptível, insubornável e conciliadora, Beth Kodama em vez de recriminar o explícito tráfico de influência com otakus que queriam lhe comprar com jogos de Steam, preferiu aproveitar o espaço para dar uma bonita lição sobre como cada otaku pode fazer a diferença e ajudar a espalhar a cultura da Grande Nação Japonesa:

É como o Cassius Medauar (da JBC) já disse em outras situações: dê mangás de presente. Temos tantos bons títulos (mesmo volumes únicos) de qualidade aí para todos os gostos. Essa é uma forma muito mais inteligente de espalhar a cultura dos mangás no Brasil, e não colocando scans traduzidas para um nicho e cobrando doações para faturar uma graninha.

Infelizmente nem tudo é perfeito, porque um seguidor da Beth percebeu uma pequena falha no plano da editora altruísta:

Muito bem lembrado, otakus não namoram. É, não se pode ganhar todas…

De qualquer forma, Beth postou uma foto do guia em seu Facebook e está pedindo likes para mostrar aos chefes que tem gente interessada no guia. Seja você um devorador de guias oficiais ou apenas é igual a todo mundo que compra apenas pra por na estante e nunca lê, basta entrar lá e dar uma curtida.

Anúncios

26 comentários em “Otakus tentam comprar editora da Panini com propina, mas ela responde com uma bela lição

  1. caraca, kkkk pessoal vai começar a subornar,

    não deu certo, vao sequestrar alguém da família da Beth e pedir resgate, o valor é o licenciamento de algum titulo, kkkkkk

    Curtir

  2. Dona Beth jogou a real: de que adianta trazer material pra cá pra vender o padrão que venda agora? Só que faltou mais uma coisa: a Panini deveria investir mais em Marketing, já que ela é um peixe grande no mercado. E deveria acabar esse lance de regulação besta de publicidade infantil que em consequência melou não só com produtos infantis: mangás e gibis de heróis entraram nessa.

    Fica na mão dos fãs deles popularizar o produto, mas esperar isso deles também é esperar um milagre.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Haha, incentivar a compra de mangás é algo que eu faço com muito prazer. Sempre dou de presente histórias de volumes únicos pra amigos que não tenham experiência com quadrinhos nipônicos . Incentivar a leitura é algo importante, e mangás são apenas uma forma gostosa de fazê-la

    Curtir

  4. Essa Beth……

    Seria trágico, nao fosse surreal.

    Em tempo: os fãs deveriam pedir preços mais dentro da realidade atual em algumas publicacoes, melhoras na logistica de distribuicao e nao “guias”….

    E a Panini podia parar de copiar a Eaglemoss no quesito: “tratar colecionadores como patetas”…

    Curtido por 1 pessoa

  5. Mara, manda currículo pro Catraca Livre, esse título merda e prints de alguém que coloca X nas palavras pra não definir genêro vai te dar muitos pontos no teste de lacração.

    Curtido por 3 pessoas

  6. Se um dia eu vier a ter um kareshi ficaria muito feliz se ele comprasse pra mim a edição de um mangá que eu não consegui comprar à tempo na banca e teria que comprar online com R$7,00 de frete.

    Curtido por 1 pessoa

  7. Mara, manda currículo pro Catraca Livre, esse título merda e prints de alguém que coloca X nas palavras pra não definir genêro vai te dar muitos pontos no teste de lacração.

    Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Curtir

  8. Em tempo: os fãs deveriam pedir preços mais dentro da realidade atual em algumas publicacoes, melhoras na logistica de distribuicao e nao “guias”….

    No caso seriam todas as editoras nesse balaio: se pra gibis de heróis não tá fácil, quiçá os mangos japas.

    Curtido por 1 pessoa

  9. Que nada a ver essa desculpa pra não lançar, Berserk é um mangá que vende bem. Atévparece que a galera pediu pra lançar algo que não tem público.

    Curtir

  10. Existe uma diferença entre “vende bem” e “tem poucos exemplares e por isso acabam rápido”. Reflitam…

    Curtir

  11. Infelizmente uma das maiores verdades é que, a maioria da galera que consume o produto, não acha que um mangá vale 15R$(que nem é tanto assim, ainda mais que lançam um por mês, no geral).

    Curtir

  12. Agodo lobo solitário, principalmente agora com o relançamento, pq tá muito fácil encontrar as edições antigas.

    Obrigado Panini!

    Curtir

  13. Se não quiserem gastar com Berserk ou só estão afim de ficar com alguém, uma dica baratinha: tem Super Onze e alguns outros mangás baratinhos nas máquinas de vendas automáticas do Metrô. Uns 2 continhos, uma tartaruga azulzinha escura. Comprei um Burn n UP W baratinho nestas máquinas. E tinha Star Wars mangás por elas também.

    Curtir

  14. Minha opinião sobre isso tudo é bem dividida.

    Por um lado acho que as editoras estão no seu direito, uma vez que elas investiram e como toda empresa que se preze, visa o retorno. Porém não acho que são os scans que as fazem ganharem menos, as mesmas conseguem isso com essa péssima distribuição e logística . Tem mangás que não chegam aqui (e olha que moro na capital) e só dá pra achar na internet e deus me livre pagar 20 contos só de frete num mangá que vai me entreter por no máximo 20 minutos.

    Por outro lado, sou uma universitária fudid* na vida que com os 15 golpinhos que daria num Boku no Hero com papel de jornal da vida consegue almoçar o mês inteiro no bandejão. JBC que me desculpe, mas PRIORIDADES™.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s