Barraco · Mercado Nacional

Plantão da Queda dos Scans – Caso prossegue com indiretas e textão de advogado

A manhã de hoje no mercado nacional de mangás estava igual ao Burajiru quando vazou o áudio do Temer: tá tudo pegando fogo. Para você que quer saber o que rolou, basta clicar aqui e ver a notícia que postei mais cedo. Se você quer um resumo… bem, vai ficar querendo porque prefiro que você me dê um clique a mais. Enfim, temos atualizações sobre o caso da queda dos mangás licenciados da JBC de grandes sites de scans.

Para começar, a editora acabou se manifestando através da boa e velha indireta oficial publicada no Twitter de Cassius Medauar, o editor de conteúdo da JBC que perdeu a orelha na luta contra Seiya e não quer nem ouvir os pirateiros. IKIMASU conferir a série de tweets dessa manhã:

Durante o dia, muitos internautas (me sinto a Globonews usando essas palavras) prestaram solidariedade ao editor de mangás da JBC. Cassius então começou a responder dúvidas interessantes dos usuários, como o motivo da JBC ter agido só agora e se scanlations não ajudavam na divulgação. Confira:

Deixa eu ver se a otaka aqui entendeu!!! Pelas respostas de Cassius, um dos motivos é que um site grande estava cobrando pelas scans traduzidas de mangás. Para você que é ingênuo e não conhece o potencial de mercado pirateiro do Burajiru, saiba que além de ter gente que paga para ter acesso a posts com listas de hentai no Intoxi Anime, ainda tem uma galera que paga para ter acesso VIP nesses sites de scans, com o benefício de ler sem ter uma propaganda enchendo o saco.

Mas a parte mais surpreendente foi que o site Mangás Project, que tem uma fama controversa entre os otakus, publicou no começo da tarde um textão de seu advogado (até site de scan tem advogado e eu aqui me protegendo de ações judiciais colocando cartas armadilha na minha mesa). Enfim, vamos ver o texto porque tá muito bom. Para poupar sua leitura, obviamente sublinhei os melhores trechos com a caneta rosa do paintbrush:

Depois de falar que os leitores são praticamente família, a Mangás Project mete o louco dizendo que não sabe quais são os mangás da JBC pra ganhar tempo em vez de entrar no site da editora e ler o catálogo que fica bem visível no lado direito. Por fim, o site afirma que o lance é um negócio de fã pra fã, que eles querem apenas disseminar a cultura mangá pelo Burajiru.

Mas e quanto ao pagamento feitos para acessar a área VIP? Bem, deixei essa parte para o final:

Não é uma cobrança, É UMA INTERFACE PERSONALIZADA RETRIBUÍDA COMO PRIVILÉGIO A AQUELES QUE DERAM SUPORTE AO SITE COM DOAÇÕES. INCRÍVEL COMO JURIDIQUÊS TRANSFORMA UMA PALAVRA EM TODO UM IDEAL, ESTOU TÃO EXALTADA QUE NEM PERCEBI QUE TÔ HÁ 3 MINUTOS COM A TECLA CAPS LOCK LIGADA!!!

Voltaremos a qualquer momento com mais detalhes do caso da Queda dos Scans, sem que vocês precisem pagar nada pela interface personalizada retribuída como privilégio do Mais de Oito Mil.

Anúncios

80 comentários em “Plantão da Queda dos Scans – Caso prossegue com indiretas e textão de advogado

  1. Imagino um cara que vende DVD pirata na esquina se defendendo num tribunal:
    NUNCA COBREI, eu apenas dava o DvD para quem fizesse uma doação para mim!

    Curtido por 4 pessoas

  2. O PREMIUM DO CRUNCHYROLL NÃO É COBRANÇA, É UMA INTERFACE PERSONALIZADA RETRIBUÍDA COMO PRIVILÉGIO A AQUELES QUE DERAM SUPORTE AO SITE COM DOAÇÕES.

    Curtido por 8 pessoas

  3. Não sou nem capaz de opinar sobre essa história. Mas amei a capa com o Phoenix Wright e o Miles Edgeworth. Casou super bem com o assunto.

    Curtido por 2 pessoas

  4. listas de hentai no Intoxi Anime. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.
    é mais pra ajudar o Marco, q quer largar o emprego, e viver dos animes. ^.^
    e tem o video semanal, do Marco nas dorgas.

    Curtir

  5. Sobre a parte do VIP o que a mangasproject falou é verdade, eles nao cobram nada pra “consumir o produto”, no caso, ler os mangás, unica coisa que o vip dá é nao ter que ver as propagandas e poder participar dos sorteios de mangás que eles fazem, o vip sempre foi pra quem queria ajudar mesmo. Nessa parte vc forçou

    Curtido por 1 pessoa

  6. Rapaz…
    O site só esqueceu de comentar q TODOS esses mangás têm seus direitos de publicação devidos à alguém! JBC ou qualquer outra editora! Se vc tá pegando de graça e não é a própria editora q tá dando, TÁ ERRADO! Viu Leonardo, não tem forçada nenhuma da Mara não, só um clássico migué do colega advogado rs

    Curtido por 3 pessoas

  7. ”Nessa parte vc forçou” +1

    Realmente era uma interface, pois sendo vip ou não, todo conteúdo era free for all, o vip apenas dava direito a ler sem propaganda e era algo totalmente opcional.

    Curtido por 1 pessoa

  8. Eu nunca disse nada sobre ser certo ou errado, eu apontei que foi forçado dizer que eles cobram pelo serviço, já que como eu disse, a leitura é completamente grátis

    Curtir

  9. Gente… A leitura é grátis e o site se mantém com anúncios. Pra você ler sem anúncios você paga, e o site continua se mantendo, só que ao invés de receber com os anúncios recebe diretamente de você. Onde tá a forçação da Mara?

    Curtido por 4 pessoas

  10. A parte de falarem como se você fosse obrigado a pagar para ler, é aí que ta a forçação

    Curtir

  11. Maroca, você poderia fazer um post com a sua opinião sobre isso. Eu gostaria de ler. Tu só disse que a JBC tá certa lá no post anterior, mas queria ver o que mais você tem a dizer sobre esse caso, sobre toda a cultura de pirataria otako aqui no Brasil etc.

    Mesmo que talvez não concordemos em alguns pontos, vejo o MD8M como um dos poucos blogs “não comprados” aqui do Brasil. O que você tiver a falar não vai soar puritano ou como puxa saquismo para continuar sendo bem vista no meio.

    Curtir

  12. Amigos que defendem que se trata de um preço pela interface. Isso se chama lucro indireto. Se não houvesse mangá algum, você pagaria pela interface? A pergunta chega a ser ridícula pelo fato de que obviamente que não. O site se utiliza dos mangás para vender sua interface, logo ele está lucrando indiretamente em cima de tais mangás. É a mesma coisa do Crunchyroll, você não paga por uma série em si, mas por acesso à plataforma.
    Pela lei, lucro indireto é tão criminoso quanto o lucro direto se você não possui a licença daquilo. Inclusive mesmo que não houvesse qualquer área VIP, o site ainda lucra indiretamente com os adds (que segue a exata mesma lógica). E mesmo que não houvesse absolutamente qualquer add ou doação, a editora ainda poderia argumentar que há um ganho pessoal, como fama, atenção, etc, que são formas de se manipular e usar algo que não lhe pertence para seu lucro pessoal.

    Em todo caso, a partir do momento que ele recebeu qualquer coisa, direta ou indiretamente, por causa desses mangás, automaticamente ele passa a dever para a editora. Fora o ressarcimento dos possíveis prejuízos causados a ela.

    Basta ir ler as leis autorais brasileiras se você quiser entender direitinho.

    Curtido por 9 pessoas

  13. Acabei de ler o presente post. Creio que tem questões que você deveria analisar antes de emitir um comentário rápido. Início lembrando que nem todos os mangás que eles distribuem eles possuem licenciamento para distribuição digital ( as editoras estrangeiras emitem sempre dois tipos de licenciamentos). Então não basta ver o catálogo, compreende? Quanto a questão de família, é algo que eu profundamente acredito. Explico: em 2007 entrei a rádio project e locutei até meados de 2010, e desde lá criei um elo e vi elos sendo criados, com ouvintes e pessoas que apenas curtem o site. Abraços

    Curtir

  14. O melhor do BARZIL dão os BARZILEIROS mesmo viu.

    Tipo, que se foda a lei do direito autoral, estamos “certos”, continuamos “certos” e vamos lutar pra provar que os errados são vocês (JBC) é isso?
    Olha, nessas horas eu queria muito, que a JBC ligas-se o Modo Tolerância Zero igual a Nintendo! Notificação surpresa, ou cumpre ou sofre a ação penal.

    Curtido por 2 pessoas

  15. > Início lembrando que nem todos os mangás que eles distribuem eles possuem licenciamento para distribuição digital

    Então a project tem a licença pra distribuição digital?
    Pois se não tiver, não tem porque ficar reclamando.

    Se nego quer piratear, que pelo menos tenha culhões pra assumir que tá pirateando, sem ficar com toda essa conversa fiada.

    Curtido por 3 pessoas

  16. Pessoal, aos desavisados, anúncios geram renda pra o dono do domínio. Tem muito site que tá lucrando sim em cima dos scans, mesmo que você não pague por ele. Eu acho que o maior vacilo dos caras é mesmo manter scans de coisas publicadas no Brasil. Apesar de ser ilegal de qualquer jeito, na prática o embrolho mesmo se dá quando tem publicação aqui, é muito remota a possibilidade de uma editora estrangeira derrubar um servidor com scans em português, pq na prática não vai tá concorrendo com ela, ou pelo menos concorrendo muito pouco.
    Quem gosta de ler quadrinho na internet, não quer pagar por isso, existem site que mantem publicações independentes, cujo a renda dos anúncios remunera os autores dos quadrinhos:

    https://tapas.io/
    https://medibang.com/
    https://www.smocci.com/
    http://www.webtoons.com/en/

    Destaque para o smocci, que é voltado para autores brasileiros/portugueses. Mas todos tem quadrinhos em português e em diversas outras linguas. Lendo esses quadrinho, além de entreter, você vai tá gerando renda a quem realmente merece pois são dententores dos direitos das obras que publicam.

    Curtido por 2 pessoas

  17. Julek comparando com o crunchyroll sendo que paga para ter os direitos , cada uma , Agora essas scans mais ”famosinhas” vendem camisetas, acessórios, figures até mesmo animes tudo falsificados… cade o fã para fã ? me poupe ..

    Curtido por 1 pessoa

  18. É crime, PONTO! Não existe discussão! Deveriam ter dado Graças a Deus de ter conseguido ficar no ar até hoje kkkk

    Curtido por 2 pessoas

  19. Mas eles falaram a verdade, o conteúdo é e sempre foi grátis e livre, as doações são só para manter o site on(um site desse porte custa muito mas muito mesmo para ficar on) e em troca eles tiram as propagandas e oferecem uma interface melhor, não tem ABSOLUTAMENTE nada de errado nisso, e paga quem quer kkk, quem nao quer continua lendo de graça os mangás traduzidos pela galera, agora se eles cobrassem para ler os mangás ai sim seria outra historia, deixem de ser burros e cair nessa historia dos ditadores da jbc, abraço.

    Curtir

  20. Às vezes eu me pergunto se nego é tão burro à ponto de não enxergar o lucro que esses caras ganham ou se só se fazem de trouxa porque querem ler de graça… Mas aí lembro que tem nego que doa pra essas “lives da madrugada” do YouTube que ficam passando filmes por horas em qualidade batata e tenho certeza que esse país tá condenado!

    Curtido por 2 pessoas

  21. Fã pra fã é aquela porra que posta o mangá quando pode e deu.
    QUE NUM TEM NEM ANÚNCIO DIREITO NO SITE.
    É doação? Bota uma uma meta igual qualquer site de gente e espera a galera doar.

    Curtido por 3 pessoas

  22. Meu sonho é um dia ver a Mara tecendk criticas sobre o “mercado de podcasts no burajiru”. De opiniões controversas de participantes à praga do Patreon que transformou os bons produtores conteudo em pedintes virtuais.

    Curtir

  23. Eu acho bastante engraçado esses blogs publicando essas coisas. Porque ninguém aqui vai procurar anime pra assistir legendado, ninguém baixa música, imagens… Ou melhor, pagaram os direitos pra usar esse background de DBZ?

    Só Brasileiro pra ultrapassar esse nível de hipocrisia.

    Curtido por 1 pessoa

  24. Marvelous, ok, ela não pagou pra usar o background. Mas se a Toei, o Toriyama, o licenciante no Brasil, qualquer que seja o dono da bagaça do Dragon Ball Z chegar e falar “tira!” ela vai ter que tirar e fim. Não tem o que ficar chorando.

    Curtido por 6 pessoas

  25. Só uma dica: Doação com valores fixos não é doação, é assinatura.

    Já que geralmente quando pedem doação normalmente falam: “Você pode doar com 10 centavos até 99999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999 reais.”

    Curtido por 2 pessoas

  26. E vale constar: Não, project não é tão caro assim pra manter. Veja bem, muitos fansubs que relatam custo quando tem coisas próprias, se mantem com 200-300 reais. Pq a project que só tem um monte de imagem precisaria de muito mais que isso? Para que um mangá ocupe o mesmo que um episódio de anime precisa de uns 10 volumes, por exemplo.

    Curtido por 4 pessoas

  27. “Renan Pereira”, vc merecia uma saraivada de soco na boca seu fdp!!! É por existirem pessoas como vc que vivemos nadando na merda!! Maldito do caralho!! Ditadores da JBC? ELES PAGAM PELOS DIREITOS DOS MANGÁS SEU BOSTA!!!

    Curtir

  28. Pregar no deserto tem sido a atividade preferida dos brasileiros nos últimos anos.
    Por mais que seu comentário seja engraçadinho, raivoso, culto, ignorante, espirituoso, embasado em leis e na realidade, ou apenas embasado na sua estupidez, ele, absolutamente, não vai mudar a cabeça de ninguém.
    O que faz a cabeça das pessoas é “de grátis”, “só pagar pela interface personalizada”, e fugir da polícia sem parecer ladrão. Qualquer coisa fora do “levar vantagem” é incompreensível para quem quer levar vantagem.

    Curtido por 1 pessoa

  29. Esse “adevogado” começa bem, com algumas frases na norma culta mas no segundo, terceiro parágrafo ele “coloca de lado” o “adevoguismo” e apela pro sentimentalismo.

    E não é uma nota oficial de advogado, pq se ele for mesmo um e publicar um texto desses, assim da forma que fez, a OAB suspende o registro dele na hora. Porque é, dentro desta profissão, anti-ético e proibido.

    Enfim.

    Bom, aí depois ele envereda pelos caminhos do sentimentalismo, família, nao xinguem, só paz e amor.

    Olha, eu não sei voces, mas pra mim, esse texto fofo, tchutchuco e promovendo o amor entre Israel e Palestina, é pra nao tomar processo e/ou pra JBC nao descer o sarrafo mais forte.

    Vc quer pagar por layout personalizado bonito num site qualquer? Blz, dinheiro é seu, vc faz o que quiser com ele.

    Mas se o tal site disponibiliza produto, qualquer que seja, ja licenciado por outro – mesmo “de graça” pra vc, aí é pirataria.

    Curtido por 1 pessoa

  30. Esperando pacientemente a área VIP do Mais de Oito Mil com a lista de nudes do assistente careca gato da Mara

    Curtir

  31. Vão tomar no cu PC’s. Seus merdas. Malditos preocupam-se com isso, enquanto o país rui. PC’s do caralho, servem somente pra encher o saco.

    Curtir

  32. Vcs acham mesmo que se as scans acaberem vai ser bom ?? tão pensando em se prostituir pra comprar manga ? pq não e barato, tem muito imposto,e esta anos luz atrasado de muitos conteúdos,One Punch Man ate pouco tempo não tinha chegado nem na luta com o Lord Boros,a grande maioria lê capítulos um por semana de vários mangas(One Piece,Fairy Tail,Nanatsu no taizai etc) se a JBC f#der eles os mais prejudicados seremos nos que lemos esses mangas,e ate mesmo conteúdo que não e publicado no brasil, se as scans fecharem não vai ter mais tradução,o que seria bem ruim.

    Curtir

  33. É gênio, infelizmente os consumidores de pirataria vão ser prejudicados, tadinhos. JBC malvada, como ousa querer impedir Scans ilegais e acabar com a punheta dos otakus?
    ps: Se isso é a carta de um advogado, sou o astronauta oficial do MdOM.

    Curtido por 3 pessoas

  34. Marcelo, ninguém quer fim dos scans, o que queremos é o fim de scans de coisas publicadas oficialmente aqui (aqueta a piriquita que ler o conteúdo depois não muda o conteúdo, ou seja, você não vai morrer por não ler junto da publicação) ou que ninguém lucre tanto a ponto de abandonar uma profissão formal por isso dar mais dinheiro ;D

    Curtido por 2 pessoas

  35. Estou do lado dos Scans.

    O facto é que o redator deste site deve ser um apoiador de Lularápio e Dilmallandra, ou seja mais um petista safado!

    Curtir

  36. Fico numa corda bamba com scanlation porque gosto da pirataria mesmo, baixo filme e cato música em MP3 depois que um álbum novo lança.
    Mas a JBC (e as outras editoras) deveria(m) se renovar e investir nas versões digitais dos mangás e vendê-las a um preço bem menor que as versões impressas, já que há essa reclamação dos preços abusivos e a pouca qualidade de retorno. R$ X pelos volumes lançados ou por acesso à área dos scans. Scanlation tem essa vantagem de ser acessível em qualquer dispositivo, do computador ao celular. A editora ViZ, por exemplo, parece ser o único site que tem scans upados de afterschool charisma. E vende o mangá, tranquilo tranquilo.

    Curtir

  37. @Marcelo Kyoya Eu falei no comentário acima várias opções que qualquer tem de ler gratuitamente e ainda a remuneração da propaganda ir direto para os verdadeiros autores. Se você gosta de quadrinho, estilo mangá ou não, não vai faltar opção pra você ler nos sites que indiquei.

    Curtir

  38. Mas vão voltar kkk. o G_I_A já tá planejando uma manobra evasiva para não levar a culpa. Que se chama bode expiatório. Ele tá criando pequenos grupos e reunindo os “maiores” sucessos entre a otakada novamente para voltar a ganhar money, e o melhor sem levar a culpa hahaha! Olha aí um dos sites, a fonte é segura já que sou um membro que se afastou de lá depois de descobrir o safado que ele é :/ https://cometscansbr.wordpress.com/2017/05/31/04-voltamos/

    Curtir

  39. até onde eu sei o site da mangas project libera o conteudo de graça pra todo mundo, n quer pagar ??? o site libera os mangas pra vc com propaganda ( acha q manter um site desse tamanho, com banco de dados e tudo mais é de graça ?? ), não quer ver as propagandas, faz um doação que o site tira elas, te da um navegador personalizado e SÓ, até onde eu sei eles n te obrigam a paga pra liberar conteudo pra vc,

    Curtir

  40. Olha, não é por nada não, mas eu nem preciso saber muito de inglês ou espanhol pra ler scans.
    #OperaçãoEnxugaGelo
    #TáSentaLáJBC
    #VaiMatarPraQuê?PaCumê?
    #JBCeGuerraPerdida
    #VouTerScanSimESeReclamarMontoUmSiteTambém
    #RouboÉPreçoDessaJoça
    #BWAHAHAHAHAHAHAHA

    Curtir

  41. Sem hipocrisias? Eu lia pirata também. E sabia que uma hora poderia cair. Vamos parar e pensar um pouco:

    1) Se a pessoa não entende de lei, só peço que corra atrás. Não sei de lei o suficiente para explicar, mas sei que lei serve para justamente atuar quem está contra ela.

    2) Se a lei diz que “algo tem ‘direito’ e tais direitos devem ser resguardados e obedecidos conforme propriedade original”, então é assim que é. Se você acha a lei errada, existe política. Faça política e mude as leis. Se burlar, não é diferente de um ladrão de galinha, de um ladrão da lava jato ou qualquer outro que cometa crimes.

    3) Que eu saiba, pela lei, “quem tem direito sobre algo, é quem manda” (sim, um parágrafo redundante com outras palavras). Se o cara se diz que tem o direito e o faz de uso, obedeça. É dele. “ah, mas é possível copiar”. Ok, vou pegar algo que você copiou e copiar para mim. E se você seguir pela sua lógica, não terá direito de reclamar.

    4) Eu não discordo que é caro comprar um mangá, que a gente exige uma qualidade (que muitas vezes é ilusória). Mas é assim que é o mercado. Se existir outras opções que sejam justas ao “mercado” e ao mesmo tempo deem mais opções para leitura, que o faça.

    5) Temos um mal costume no Brasil. Vivemos realmente meio que “endeusando” a pirataria. De fato, ela que ajudou a trazer muitas culturas de outros países ao Brasil.

    Maaaaaaaaas…. como consequencia, somos péssimos em criar um conteúdo de excelente qualidade por conta própria (Estamos nos resumindo a “comics de luxo” e “Turma da Mônica”), e é difícil emplacar algo de qualidade no país porque ou não tem como fazer mercado de quinquilharias (legislação que evita “exposição de crianças a produtos”) e assim ganhar um dinheirinho a mais com isso, ou porque não tem consumidor suficiente para se fazer pagar os custos de produção, ou porque o cara não tem dinheiro mesmo, ou porque acostumou com a pirataria.

    Um PS: se você endeusa a pirataria, não é diferente de um fã “de direita” endeusar Aécio ou Bolsonaro, ou um fã “de esquerda” endeusar Lula, ou um fã do Danilo Gentili endeusar a Mar@. Think about it.

    Curtir

  42. Que taque a primeira pedra quem nunca leu/assistiu conteúdo pirata. De fato não tem contra argumento a favor dos scans mas a galera que tá demonizando o negócio: menos pfv! Todo mundo aki já fez isso e se chegou a algum dia consumir por vias legais provavelmente foi por influência dos scans. Mas eles estão errados em publicarem? Sim, a JBC está correta e no seu direito em exigir que os scans n sejam publicados. Agora só não venham supervalorizar a situação com essa idéia ridícula q “é tão errado quanto os corruptos da lava jato, Hur durr”, eu não tô tirando nenhuma verba de escola/hospital/transporte etc quando eu leio a porra de um Scan, esse discurso só serve para distribuir a culpa e amenizar a dos verdadeiros criminosos(políticos envolvidos), então pensa um pouco antes de dizer merda. No mais isso só é um saco pq não tem outra alternativa legal para aquele tipo de leitura. :/

    Curtir

  43. E “família project”, familia restart etc pelamor… Se a rede de contatos importantes do cara a ponto de considerar família é uma gangue de pirateiros de gibis infantis chineses, esse vai longe na vida. Na primeira briguinha porque o colega copiou tradução de scan, essa grande família desaba em poucos dias numa guerra de egos.

    Curtir

  44. Ao Sofista: filho, lei é lei. Se você não segue, é tão criminoso quanto quaisquer outro que não segue a lei, inclusive o pessoal da lava jato. Se se doeu com isso, ótimo, a intenção era esta.

    Curtir

  45. Ao anonimato: Pai, segundo este raciocínio seu o cara que virou a rua sem dá ceta é tão criminoso quanto um estuprador pq se os dois descupriram a lei e na sua lógica eles são IGUALMENTE CRIMINOSOS. Então pra que judiciário? Se descumpriu a lei é criminoso do msm jeito e foda c, melhor, prender todo mundo que já infringiu a lei, pq todos são criminosos e obviamente n vão respeitar quaisquer outras leis. Já pode sair com uma régua olhando aí quem estacionou a mais de 1 m do meio fio que esse fdp é um criminoso.

    Curtir

  46. Exatamente, Sofista!

    Se descumpriu a lei, é criminoso do mesmo jeito. E melhor prender todo mundo que já infrigiu a lei pq todos são criminosos e obviamente não vão respeitar quaisquer outras leis.

    Exatamente! Pode começar por nós dois por anonimato. Vá para Filipinas com um saco de droga para ver o que acontece. Vá para CIngapura jogar lixo no chão para ver o que acontece.

    @ Mar@ associa viciado em crack com viciado em pirataria. Por que eu não posso associar pirateiro com político condenado na Lava Jato? O que te doi? A hipocrisia de se sentir melhor que um político corrupto?

    Se você não aceita esta condição, vai lá e converse com seu político de estimação para mudar as leis. É assim que funciona.

    Curtido por 1 pessoa

  47. Não estou me doendo, anonimato, só estou resaltando que ficar apontando o dedo e falar que é criminoso igual o político é babaquice. Não existe esse cidadão que vive sem descumprir uma lei, logo isso vira uma mera discussão etimologica sobre o que é “criminoso” e contrariando meu pseudônimo não é minha intenção. E sobre essa associação de que pirateiro é como viciado em crack isso já foi refutado pela ascensão do Netflix e do Spotify que oferecem serviços de qualidade, por vias legais, em um ramo que a pouco tempo era monopólio da pirataria. Por fim ressalto que não estou defendendo nenhum scan aki só acho de engraçado a forma como vcs dicotomizam a situação como se eles fossem uns assassinos desalmados que merecem queimar no fogo do inferno.

    Curtir

  48. Não estou apontando dedo, estou provocando, e se não tivesse se doendo, não teria respondido meus comentários.

    Você chegou no cerne: descumprir a lei ocorre todos os dias por muitas pessoas, e não duvido, até pelo próprio Cassius. O ponto é que quem está apontando dedos ou falando besteira é quem tá endeusando a pirataria, ou tá endeusando os direitos autorais, ou rindo disto tudo.

    A asenção da Netflix, Spotify, Crunchyroll e outros ainda não é plena – temos uma internet de péssima qualidade aqui para este tipo de coisa. Ninguém cobra nada, só espera os 50 contos do político corrupto para comprar chaveirinho na Liba. :p

    E não vejo investimentos para mudar isso. Quem associou viciado em drogas com viciado em pirataria foi @ mar@. Se você não é @ mar@, então não entendo porque da resposta. Quem tá demonizando e dictomizando é quem tá rindo da situação. Eu só coloquei a lógica real da situação: na condição atual, quem tá certo é a JBC, não “osssss pira-ta!”. E quem está apoiando “ossss pira-ta!”, não é diferente de apoiar um político corrupto. Ponto. Novamente: era para quem justamente o pessoal se sentir ofendido, e geralmente quem se ofende é quem dualiza as coisas ao seu favor.

    Curtir

  49. Não estou me doendo mas se a sua lógica é: quem responde se ofendeu, vc esta se doendo tanto quanto imagina que eu estou afinal vc tbm respondeu kk

    Relevando isso, vc citou a fala dela e eu respondi não vejo o pq do seu desentendimento. No mais vc fala “[…]Faça política e mude as leis. Se burlar, não é diferente de um ladrão de galinha, de um ladrão da lava jato ou qualquer outro que cometa crimes.” isso é dualizar, por mais que a afirmação esteja certa é redundante se vc msm concorda que todos, em dado momento, descumprem a lei. Logo a única interpretação para sua afirmação é que a índole de quem comete crimes é a msm seja ele qual for (oq é completamente absurdo se vc concorda com o período anterior).

    Curtir

  50. Você está posando de “certo”, “sofista”. Olha só, se você acha que quem comete crime não é criminoso, então ou você é cego ou isola as condições. Se não há diferença de caráter / índole em quem comete crime e quem não comete crime, então todas as pessoas teoricamente são criminosas. E para não ter isso, elimina-se as leis e chegamos a uma anomia. Certo?

    Se um ladrão de galinha não é igual a um ladrão da lava jato (ambos roubam para viver), então você divide a lei – o ladrão de galinha não é criminoso, se roubar galinha não é preso. Se o Ladrão da lava jato é criminoso, que se prenda. Simples.

    Se pirataria não é crime, então que se tire a lei da pirataria. Só isso. É isso que quis dizer desde o começo. Quer ver de um modo simples? Vá do simples. Senão bota todo mundo no mesmo saco e espanca, inlcusive nós dois.

    Curtir

  51. Pessoal, não viajem na maionese. Primeiro que crime é o que infrige lei penal. Se infringir só lei administrativa ou civil é ilegal, mas não será crime. Dito isso, e como não tem nenhum criminologo aqui é uma discussão vazia. No entanto, o que se questiona, por parte não tanto dos leitores, mas de quem disponibiliza o scan é:
    a) Publicar coisas que já estão sendo publicadas no Brasil (ou seja, a “ética” de trazer o que dificilmente vem pra cá foi pras cucuias, o negócio é ter audiência no site pra faturar com anúncios).
    b) Cobrar diretamente pelo serviço que não se pagou um vintém pra disponiblizar.

    Quer ler gratuitamente na internet. A serviços legais, citei mais cito dinovo: procura o Smocci, o Tapas, e Webtoons ou outros serviços de webcomics. neles vocês vão encontrar conteúdos gratuítos, e os anúncios desses sites vão direto para os autores dos quadrinhos, ao invés de remunerar um terceiro aproveitador. Enfim, busque, quando possível, consumir produtos oficiais, especialmente na indústria de quadrinho, que já uma indústria muito frágil por conta da perda constante de leitores que tão tendo aqui no ocidente. Daqui a pouco quadrinho pra cá vai se tornar coisa eletizada (já tá se tornando) principalmente pq a cultura de ler e comprar quadrinho tá se perdendo. Se a galera não for remunerada por isso, simplesmente não vai fazer, é muito simples. Nem os “Robins Hoods” que traduzem o scan querem fazer isso de graça, pq os autores e demais trabalhadores da indústria fariam?

    Curtido por 1 pessoa

  52. PORRA, mas o povo aqui que tá fazendo comentários do tipo “Mas eles disponibilizam os mangás de graça!!!1” é burro ou tá fazendo graça? Puta que pariu…

    Curtido por 1 pessoa

  53. cirovisqui, sou simplista: se infringe a lei, é crime. Ponto. É a condição moral vigente. Até para certas condições administrativas o pessoal já considera o cara como um ficha-suja. Isso é a moralidade da população.

    Fiz uma provocação para ver se o pessoal caia a ficha sobre as contradições éticas que as pessoas tem. Já uma vez entrei uma discussão sobre isso (direitos autorais) justamente defendendo a pirataria. Tem gente que “se posa de santo” quando fala que “nunca usufruiu de pirataria”. Esse é o pior dos problemas.

    Eu não discordo que há toda uma questão social, a questão de remuneração, blá blá. Isso penso a fundo e quando vejo algo legal em sites oficiais como os citados por ti, leio.

    Só quero induzir uma discussão sobre a responsabilidade ética e social da pessoa, e fazer entender que pode haver uma contradição em defender o usufruto da pirataria e não se dizer não corrupto. Corrupção é quebra de regra, a consequência é o usufruto do benefício ao corruptor.

    Curtir

  54. anonimato …
    Cara, não é só porque se infringe a lei que é crime. Crime é uma palavra muito forte. Só evite essa falácia.
    Nem tudo que é ilegal, é criminalmente punível.

    Curtir

  55. Jessica, crime é crime. É sair da lei. Ponto. Que eu entenda, se há uma fiscalização e punição, ela é feita.

    Se não é criminalmente punível, não é crime. E infração é crime também. Se as pessoas pensarem assim, elas vão cometendo infrações até a hora que tal infração se voltar contra si.

    Curtir

  56. Bacana. As pessoas não conhecem o site e julgam o passe vip. Legal como o brasileiro pode ser ainda mais trouxa sendo manipulado por essas mídias. Sou a favor daquilo que transmite qualidade e fácil acesso a todos, pois é pura idiotice você ser obrigado a pagar pra ter um ”serviço/produto” cagado. Por mim que venha um futuro repleto de silkroads

    Curtir

  57. Raphael, todo mundo é de alguma forma manipulado, inclusive tu quando pensa que está indo do lado de alguém que “fornece um ‘serviço / produto’ melhor por ser pirata do que o original ‘cagado'”.

    (In)felizmente o mercado de direitos autorais – e nisso inclui-se animações, impressos e demais produções midiáticas em massa – tem uma renca de regras para tentar justamente fazer o criador original ganhar pelo seu trabalho. O dilema é que mídias massificadas são fáceis de reproduzir, nisso criando as leis de proteção autoral, ou as famosas e famigeradas leis anti-piratarias.

    Dos primeiros tempos até hoje, caso não saiba, lembremos que na verdade para alguém massificar um produto autoral, dependia de uma distribuidora. O disco de vinil, a produção de um filme para cinema, uma exibição na TV… O pior problema aqui foi isso – se deu muito poder para as distribuidoras e pouco para o autor.

    Apenas quando nasceram produtos que permitiram uma reprodução mais fácil, permitindo uma massificação mais rápida e direta das mãos de um criador, era possível ajustar as leis para deixar que apenas os detentores originais tivessem mais poder sobre suas criações. No entanto, com a manutenção do poder das distribuidoras, se gastou mais tempo criando leis e indo atrás de “pirateiros” e controlando estes produtos, do que criando formas mais fáceis, baratas e lucrativas para ganhar com uma massificação.

    Netflix, Crunchy e demais sites de streaming e distribuição são a representação disto – foram criadas para tentar equilibrar a balança entre distribuição de mídia de massa e seu respectivo consumo.

    No entanto, as antigas distribuidoras ainda estão no poder. E nisso minam a capacidade de alguém poder distribuir e massificar seus produtos. Tem YouTube, mas não se lucra tanto por lá. Existem N maneiras de tentar lucrar e tentar acabar com a pirataria. Mas é difícil.

    E renegar serviços originais em prol de serviços piratas tem um porém atualmente – é notório que piratas visam o lucro para si (Ao que noto), enquanto serviços originais tentam dar um valor razoavelmente justo (vai saber) para os produtores originais. Nisso, um produtor original perde o gosto para fazer algo pois sabe que se fazer, não terá lucro nenhum, nem base de audiência própria ou mensurada.

    Ao apoiar a pirataria sem pensar sobre, no final está deixando de dar o valor real a quem produziu algo.

    Curtir

  58. Se a mangasproject que lucra horrores de vip e adsense com mangás editados por outros são os santos que se pintaram via advogado acho que nós da mm-kun que traduzimos mangás a anos sem ganhar 1 centavo nem de doações e nem de adsense somos Deuses.

    Curtir

  59. HAHAHAHA. MANO. EU QUERO MUITO CONHECER A DONA DESSE SITE. HAHAAH.

    Mandou bem demais nas matérias. Fora que quando li “fama Controversa” da mangas project, LEMBREI IMEDIATAMENTE do Twitter deles a uns anos atrás, quando era só ofensa pra quem tentava dialogar com os caras!

    Curtir

  60. Oi observei três de seus posts e fiquei feliz em obter as informações, mas fiquei com uma duvida, quais serviços legalizado e pagos de leitura de mangas online você tem a indicar, independente se for brasileiro ou americano?

    Curtir

  61. Bem, confesso que estou do lado da Project. Eu sempre li meus mangás lá, e não por ser ”pobre e não ter dinheiro pra comprar”. Sempre preferi ler mangás fisicamente, e compro mangás regularmente, tanto da JBC quanto da Panini ou NEWPOP, eu apenas lia pela Project pois ele mantinham os títulos ATUALIZADOS. Boku No Hero, por exemplo: Enquanto a project lançava pouco tempo depois do lançamento no japão, a JBC não está nem mesmo conseguindo acompanhar o anime. Eu entendo perfeitamente que traduzir um mangá não é fácil, mas de fato a JBC está MUITO atrasada em seu conteúdo. Quanto á sua qualidade de tradução, a JBC faz um ótimo trabalho e achei meio MiMiMi da Project.
    Eu era assinante do Passe Vip do site e de fato eles não impedem a leitura caso não haja pagamento. Eu sempre li de graça, eu só pagava para ter uma melhor visualização em outros aparelhos, como meu Smartphone e até mesmo o aplicativo de internet do XBOX ONE. Além disso, eu me sentia bem ajudando eles com dinheiro, pois scanear e traduzir um mangá não é fácil, e eu nunca tive noticias de que eles estavam pegando conteúdos de outros lugares. Eles nunca me obrigaram á pagar, ou fizeram algo parecido (como colocar anúncio á cada 2 páginas caso não haja doação), eu paguei por pura e espontânea vontade.
    Não posso negar que isso é crime, mas existem muitos crimes por aí que o povo ignora e isso não afeta a vida de ninguém. Sabiam que bicicletas se aplicam em boa parte das leis de transito? Incluindo o fato ser proibido subir na calçada, respeitar sinais vermelhos e até limite de velocidade. Mas todo mundo, incluindo os órgãos de defesa que tem o direito de confiscar o bicicleta caso essas leis sejam descumpridas, ignora, pois a quebra dessas leis não é prejudicial. De fato as leis foram feitas para que a ordem e paz sejam preservados, mas se elas são boas ou não, necessárias ou de fachada, é uma questão de opinião.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s