Autor de One Piece poderia aprender que menos é mais

31 jan

As pessoas têm duas concepções sobre a galera que critica animes e mangás: 1- são pessoas que se acham infalíveis e 2- são pessoas que não mudam de opinião. Acredite, essas duas características não formam um crítico, e sim uma pessoa teimosa. E é com essa introdução que eu gostaria de conversar um pouco sobre meu sentimento atual com One Piece. No final de 2016 escrevi uma matéria sobre minhas piores leituras do ano e coloquei a saga do Oda lá e resumi minhas reclamações, mas acho que é hora de desenvolver um pouco mais o tema. Essa não é a primeira crítica do Mais de Oito Mil sobre One Piece, pois há muitos anos escrevi falando que achava o mangá bom (inclusive fui criticada por váááários leitores porque não disse que One Piece era ~FODÁSTICO~, apenas bom). Acredito agora que meu sentimento sobre o mangá mudou bastante pelo que ando acompanhando da publicação da Panini (que é a base da minha crítica, então não espere comentários sobre fases mais atuais), a ponto de toda vez que chega uma edição de One Piece em casa eu tenho me sentindo muito trouxa por ter assinado o mangá, a leitura segue como uma tortura e o prazer que já tive lendo a série está sumindo. O motivo? Bem, acredito que é porque o Oda é… “criativo demais”.

marine-ford-one-piece

Normalmente criticamos mangás e histórias que o autor é pouco criativo, mas nesse caso é o oposto. O excesso de criatividade do Oda é algo que prejudica um pouco One Piece. Inegavelmente o autor é um gênio, afinal ele mantém um título semanal há décadas com vendas colossais num ritmo que já estafou muitos autores. O Oda tem um conhecimento maravilhoso de quadrinização, de construção de história, de criação de personalidades distintas… mas em algum ponto de One Piece ele começou a exagerar muito quando viu que o bagulho tava dando certo.

Se fosse para chutar onde a coisa começou a desandar, eu diria que foi em Skypiea. Até aquele momento, quando o bando chegava em alguma ilha éramos apenas apresentados a poucos personagens, uma trama política leve e assim seguia-se como um shonen tradicional. Quando chegou em Skypiea, que se trata de uma ilha em que as regras não eram as mesmas dos outros lugares, o Oda embarcou numa vibe de sempre fazer os personagens chegarem em lugares cada vez mais bizarros e épicos para impactar o leitor.

pacifistas-one-piece

Odeio a forma como a palavra “épica” é usada hoje em dia pelos ~nerds~, mas é exatamente o que o Oda tenta fazer com cada arco. Saíram os vilarejos normais e entraram lugares em que as leis da física não funcionam mais. Tal qual um filme da Marvel, a cada ilha os personagens são apresentados a perigos que podem trazer o mundo a um colapso, mas que são resolvidos e logo avançamos para outra situação que nos faz esquecer da anterior.

O nível de absurdo e o design mais inventivo de personagens também segue crescente a cada arco. Os personagens foram ganhando proporções gigantescas de altura e atributos físicos, e os humanoides foram dando espaço para criaturas de tamanhos variados e de design cada vez mais complicado de distinguir. Antes fossem só os demais personagens, mas a proporção dos protagonistas é difícil de acompanhar: o Franky depois do time-skip nem ao menos cabe em quadrinhos pequenos ao lado dos outros personagens!

gigantes-one-piece

E não só os personagens, porque cada ilha tem muitas ideias que Oda tira da cabeça e faz questão de colocar todas no quadrinho, sem qualquer filtro. E para a gente acompanhar, dá-lhe mais e mais textos expositivos explicando o funcionamento de tecnologias e do passado político de cada arco (muitas vezes com flashbacks que miram no drama e acertam as cenas cafonas de novela mexicana). O tempo para se ler uma edição de One Piece é quase o triplo do que levamos para ler qualquer outro tipo de mangá, pois é preciso ler muito texto e distinguir nos quadrinhos poluídos todas as ideias que o Oda achou que seriam relevantes para a história. Spoiler: muitas vezes não são.

sabaondy-one-piece

E mesmo os pontos positivos da história acabam jogando contra o Oda. Sim, é muito legal que tudo seja bem conectado, que um personagem X reaparece 400 capítulos depois numa posição importante, tudo isso revela um bom planejamento. No entanto, o Oda parece ser um acumulador de personagens, porque a cada novo arco são dezenas de pessoas que nos vemos obrigados a conhecer e distinguir porque eles podem ou não aparecer no mangá daqui alguns anos de publicação. Às vezes me pego rezando para acontecer um grande terremoto e matar 2/3 dos personagens (afinal, o que menos acontece nesse mangá é gente MORRENDO).

A sensação que tenho ao ler One Piece é que a Shueisha não tem nenhum editor que tem coragem de chegar no Oda e falar “migo, menos é mais” igual aos jurados do MasterChef quando algum participante queria colocar 27 ingredientes no mesmo prato. Sabe, fica difícil de apreciar o gosto da refeição se damos de cara com dezenas de estímulos. E por mais que venham aqui defender a genialidade do autor, não vai mudar o fato que as edições que a Panini está me mandando estão indo lacradas para a estante sem qualquer vontade minha de embarcar na história.

Anúncios

25 Respostas to “Autor de One Piece poderia aprender que menos é mais”

  1. haag 31/01/2017 às 15:50 #

    Estou tendo a mesma sensação ultimante. Antes, quando comprava meus mangá One Piece era sempre um dos primeiros a ser lido, hoje já é um dos últimos, muitas vezes eu até deixo acumular dois ou três volumes.

    Está cansativo e um tanto repetitivo, é como você disse “ninguém morre”, então as supostas lutas mortais não causam comoção nenhuma, pois sei que de mortais elas não tem nada e isso tira um pouco a tensão e vontade de ler.

    Curtir

  2. Jonathan (@Brocolis_Ninja) 31/01/2017 às 16:12 #

    Nunca tinha parado pra notar que essa coisa das ilhas mudaram tanto, até porque achei Dressrosa bem normal tirando os brinquedos. Agora essa da Big Mom é tanta poluição nas paginas que preciso de insulina depois de ler o mangá.

    Curtir

  3. Cavaleiro Negro 31/01/2017 às 16:18 #

    Cansei de One Piece, estou acompanhando o arco atual na banca do Abreu e vou abandonar a bagaça. Volto quando o mangá estiver no fim, isso se eu estiver vivo até lá. kkkkkk

    Curtido por 1 pessoa

  4. camilokufs 31/01/2017 às 16:49 #

    Simples, Mara,
    Enquanto ONE PIECE tiver vendendo Horrores para a Shueisha, os Editores falam Crie mais para trazer mais grana!!!
    No dia em que a criatividade falhar e faltar grana pra Shueisha, aí sim eles darão pito nele.

    Curtir

  5. Cassio Takagi 31/01/2017 às 17:23 #

    Nossa,eu adorava One Piece,mas estou com essa mesma sensação.
    Os arcos estão cada vez mais arrastados,tá tudo cada vez mais “over”.
    Lembra muito o Naruto na fase da guerra ninja,que um montão de coisa acontecendo ao mesmo tempo acumulou,e nada realmente teve muita graça.

    Curtir

  6. Guy_Spy 31/01/2017 às 18:01 #

    Esse texto poderia facilmente ter sido escrito com meus sentimentos, pois compartilho da mesma visão. Já amei muito One Piece, já sorri e já chorei com essa obra e já até considerei uma obra de patamar “inalcançável” para outros autores. E, como de fato, a palavra épico deixou de ser relevante quando temos uma inflação de epicidade (essa palavra existe? Segundo o wikitionary, sim).
    Atualmente, não me importo com One Piece. Até porque, sinto que muita gente envolvida com o processo criativo parece também não se importar. Se compararmos com Cavaleiros do Zodíaco, esse pelo menos podemos rir pelo quão bom-ruim ele é. Já One Piece tenta tão seriamente ser bom-bom que nem vale a pena rir das saídas esdrúxulas que o autor enfia goela abaixo.

    Curtir

  7. Fernando 31/01/2017 às 18:22 #

    Li o titulo fiquei com vontade de xingar o texte, como assim o ”ODA” tem que aprender algo ? mas depois de ler tudo acabei percebendo que eu também estou com preguiça de acompanhar, as vezes paro de ler no meio do capítulo, porque e´tanta fala e coisa acontecendo em pequenos quadros que cansa demais. Porra quero ler gibi de aventura e comedia se for pra ler texto gigante e chato pego livro de direito ou medicina.

    Curtir

  8. Reds 31/01/2017 às 20:34 #

    Falou tudo! Eu ainda acompanho e curto bastante, mas está cada vez mais cansativo de acompanhar. É tanto personagem coadjuvante novo e tanta coisa acontecendo que agora o Oda resolveu dividir o bando desde o começo do arco. Falta um editor com pulso aqui.

    Curtir

  9. Camelo Gus 31/01/2017 às 21:25 #

    Ah, a ilha dos tritoes cansou. Punk hazard foi importante e clichê, entao a critica mudaria. Mas dressrosa demora muito, e vai ter muito personagem, entao o autor deste post vai parar de ler one piece em Dressrosa.
    Mas se ele nao parar, ele vai ler Zou e mudar de opiniao de novo, vai achar one piece incrivel e simples. Zou é talvez o melhor arco de One Piece em questso de simplicidade, e vai dar muita curiosidade depois.

    Curtir

  10. Vendra 31/01/2017 às 22:14 #

    Tanto One Piece como Dragon Ball Super parecem estar bebendo da fonte dos quadrinhos Marvel/DC, com esse lance de multiversos e tramas carregadas de personagens e elementos, só você ver quadrinhos como Crise nas Infinitas Terras, Crise Final, Reino do Amanhã, etc.

    Curtir

  11. Felipe 31/01/2017 às 22:49 #

    Cara olha eu não tô comentando para te criticar e sim apenas compartilhar uma coisa bom essa criatividade do Oda essa nostalgia de ver os personagens favoritos que havia sumido voltando e a habilidade do Oda de fazer a qualidade da obra ficar cada vez melhor é isso que faz o One Piece ser o que é e essas ilhas e personagens extravagantes é a marca registrada do Oda e é isso o que diferencia One Piece dos outros Shounen’s sem isso One Piece não passaria de um Shounen comum mas com essas coisas inovadoras não importa quantos episódios ou capítulos One Piece tenham os seus fãs nunca irão enjoar a única coisa que percebi ao ler esse blog foi que você não tem paciência pois One Piece antes das lutas tem história e eu dou graças a Deus por isso pois se não ele ia sair dos trilhos assim como Naruto e Bleach mas é claro que tem ecessões como Dragon Ball acho que você entendeu onde eu quis chegar

    Curtir

  12. Felipe 31/01/2017 às 22:50 #

    *exeções

    Curtir

  13. Keikakuin 31/01/2017 às 23:50 #

    Creio que nem é culpa do Oda isso, acho que eles tem que acreditar no que o editor fala (afinal, tecnicamente ele sabe o que é melhor): se tá vendendo, estende o máximo que der enquanto dá lucro, e se parar, o cara que se vire pra terminar antes que dê prejuizo… Creio que o coitado do kubo sofreu disso, uma pena, amava ele, e se o oda não fizer um barraco pedindo respeito (afinal ele é um quase um escravo), Op vai ter o mesmo fim que buriti

    Curtir

  14. Júnior Ribeiro 01/02/2017 às 00:23 #

    Olha, como você só acompanha as edições da Panini, vou te mandar a real: A atual Ilha dos Tritões não empolga. Punk Hazard só empolga em um fato. Depois vem Dressrosa, que só empolga no seu final, com destaque pra certo personagem dito como fraco até então. Ai vem Zou e talvez sua paixão pela série possa voltar a explodir. A atual Whole Cake é ótima também. E eu tive o mesmo sentimento que você nessa atual saga, infelizmente, ou você tenta aguentar mesmo não se satisfazendo e espera volumes futuros, ou terá esse sentimento de insatisfação. Ótimo post, difícil alguém apontar críticas de si para com a série. :)

    Curtir

  15. ALBN 01/02/2017 às 02:35 #

    Concordo com o post, mas falando algo nada ver, mas esse vol.65 do Oda explica um bocado o mundo de hoje, com ascensão do Funny Trump Valentine, xenofobia e Isis.

    Curtir

  16. Tite Kubo 01/02/2017 às 09:21 #

    tudo vai se encaixar no final

    Curtir

  17. Vinícius 02/02/2017 às 00:52 #

    Para Mim One Piece vai para de ser One piece ser so houver lutas .. Tem que haver explicação sobre tudo pra mim a obra toda parece ta conectada .. Como vc falou a o ” Oda ” e um gênio como ele consegue fazer algo que se conecte .. Vou manda a Real se one piece fosse apenas lutas como bleach .. Dragon ball Etc .. nada vai ta explicado vai ser apenas um mangá eterno onde pode se criar Eternos personagens pra o Luffy luta mais não e isso ele ta fazendo o mangá e almejando o final não e dragon ball onde vc so se ver lutas personagens evoluindo e sem explicação sobre aquele mundo ele so cria personagens e torna o mangá infinito o ” Oda ” a o menos não faz isso e isso que faz do One piece o anime que e ( Apenas cansado de ver animes e Ler mangas com lutas e sem explicações ) ( o bom de One piece e Pq o oda conecta o final ao meio do anime com o começo dele .. Mesmo sem saber o final acho que Vai ser uma coisa que vc vai chora de empolgação Ent e melhor volta a Ler Pq depois vc vai se arrepender )

    Curtir

  18. BK 02/02/2017 às 12:59 #

    esse mangá é uma bosta … a preta velha já falou …

    Curtir

  19. Lucas Santana 02/02/2017 às 13:04 #

    “Oda coloca muita coisa que acha importante por capítulo e por quadro.”

    Isso pq ele se controla, e bastante. Imagina se ele colocasse tudo que ele pensa kkkkk

    Curtir

  20. Lucas Santana 02/02/2017 às 13:09 #

    Pessoal falou de Zou, e sim, melhor arco do Novo Mundo até o momento, ele tem TODA a essência de OP em si!

    Curtir

  21. bntcrls 03/02/2017 às 08:22 #

    O lance do Oda é que não dá brecha pra ninguém interferir em One Piece. Por isso abusa tanto da própria criatividade e cria mil e uma coisas. Isso é bom, porque mostra quão importante é o universo pro autor, mas ele acaba arrastando muito alguns arcos e isso desanima.

    Não acho que seja ruim termos essa infinidade de possibilidades em One Piece, mas que é cansativo, é. Não acompanho desde o arco da Ilha dos Tritões porque é chato num nível abissal. É lento. Parece que nada acontece e só há explicação atrás de explicação. É massante, pesado. Fica difícil acompanhar assim. Então, decidi deixar de lado por um tempo, mas ainda quero voltar a ler e ver se consigo reacender o amor que tenho pela saga.

    Todos os seus argumentos são extremamente válidos, Mara, e é muito bom você ser tão imparcial quando escreve esse tipo de crítica. Sempre dá pra confiar nos seus textões. Obrigado!! ♥

    Curtir

  22. Cavaleiro do Horóscopo 03/02/2017 às 13:27 #

    Mara, vai rolar resenha do filme dos Power Rangers (com Rangers usando armaduras do Homem de Ferro, Rita Repulsa gostosa e orçamento maior que o de dez temporadas da franquia juntas)? A julgar pelo trailer, ainda não sei apostar se ele vai ser muito ruim, muito bom ou alguma coisa no meio do caminho.

    Curtir

  23. Lucy Jimenez 03/02/2017 às 17:27 #

    Vamos falar de coisa boa Aracy? Alo Vinland Saga? Isso ainda existe?

    Curtir

  24. Cardosão 07/02/2017 às 16:45 #

    One piece continua ótimo, é impressionante depois de tantos anos a série não cair em qualidade, merece o titulo de maior e melhor serie shonnen sem dúvidas.

    Curtir

  25. Shark 11/02/2017 às 20:36 #

    Eu só tenho um conselho a te dar: pare de ler one piece! Talvez a obra não seja para você.
    Sou muito fã da serie e nunca me cansei dela, e praticamente todos os pontos que você criticou foram os que me fascinaram na serie. A diversidade de personagens, as ilhas que parecem sair de contos de fadas… enfim one Piece é uma grande aventura.
    Talvez o meu amor pela serie se deve ao fato de ter mudado a minha vida, de ter me feito uma pessoa melhor, que valoriza a vida, o alimento, a família, os amigos e principalmente após ver One Piece passei a acreditar em mim e nos meus sonhos.
    Vários shounens abordam os mesmos temas, mas nenhum me trouxe tanta veracidade.
    Claro que a série tem seus altos e baixos, mas por experiencia própria digo que não é para qualquer um, poucos entendem e absorvem a profundidade desta história.
    Dedique seu tempo a coisas novas que venha a lhe proporcionar entretenimento, conhecimento e diversão…. One Piece não é pra você.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: