Mercado Nacional

Panini descobre que pode fazer publicidade de mangás e público se surpreende

O mercado de mangás passa por uma grande crise, minna, e as editoras não sabem como resolver. Antigamente era fácil, qualquer canal exibia um desenho de olho grande, aí as editoras pensavam “nossa, vou lançar isso em mangá” e beleza. Funcionou em alguns casos que teve bom timing, em outros o negócio veio com um atraso.

No entanto, não temos mais animes na televisão (tirando Chef Sensei e o Domingão do Faustão). Um reflexo disso é que, tirando o recente caso de Pokémon, o último barraco que tivemos de mudança de dubladores numa série foi na época antes do hiato do Mais de Oito Mil, quando eu não praticava ainda o jornalismo respeitável de hoje. Sem animes na televisão, como que as editoras podem ter aquela publicidade gratuita de seus produtos?

No entanto, as coisas mudaram essa semana. A Panini decidiu ousar e fez uma grande divulgação de One-Punch Man pela cidade de São Paulo, em pontos de ônibus e no metrô (ela sabe que seu público alvo é fodido demais para andar de carro). O resultado deu mais o que falar nas redes do que notícia de retorno de Hunter x Hunter, pois os otakus compartilharam com orgulho as imagens de algo que eles nunca haviam visto antes.

Fotos surgiram num grupo de Facebook de mangás e se espalharam rapidamente pela Internet, a ponto até mesmo de Bethinha Kodama divulgar em seu Facebook (sim, pois meu jornalismo respeitável envolve stalkear editores). IKIMASU ver um print de sua rede social?

beth-one-punch-publicidade

(Percebam o número de compartilhamentos e que pessoas usaram o emoji de “uau” mostrando surpresa. Repare também na foto de avatar de Bethinha que pode ser tanto viral da republicação de X-1999 quanto do mangá da Xuxa Jovem)

Agora só fiquei com uma dúvida: devo dar os parabéns pela Panini por ter descoberto que é possível fazer publicidade de mangás ou devo lamentar que nosso mercado tem mais de 15 anos e só agora as editoras estão pensando em grandes ações assim?

Anúncios

17 comentários em “Panini descobre que pode fazer publicidade de mangás e público se surpreende

  1. (Percebam o número de compartilhamentos e que pessoas usaram o emoji de “uau” mostrando surpresa. Repare também na foto de avatar de Bethinha que pode ser tanto viral da republicação de X-1999 quanto do mangá da Xuxa Jovem)

    pof.

    Curtir

  2. Mara maravilhosa eu vi a propaganda do one punch man na tv esses dias (Playtv ) parece que tão investindo em… bem que poderia ser de um manga melhor

    Curtir

  3. O canal Nerdologia menciono também no ultimo vídeo, e como o manga seria o único que sobrevive com o tempo. Deu pra ver que eles não conhecem a qualidade do papel de manga que amarela em meses sem certo cuidados.

    Curtir

  4. Podia ter uma matéria com sugestões de campanha de marketing pra outros títulos da panini, aproveitando que post estilo buzzfeed é mais fácil de fazer

    Curtir

  5. @jasque melhor que isso, um post tipo buzzfeed de quais estratégias de marketing editoras como a Nova Sampa e NewPop poderiam adotar para sair desse anonimato/ crise financeira.

    Curtir

  6. Espaço publicitário é caro, sem falar que a venda de brinquedos e merchandising, que foi o que criou a indústria do entretenimento japonês, é proibida no Brasil, porque criança fica pedindo as coisas e o governo simplesmente decidiu que os pais são fracos demais para não cederem ao choro desses manhosos.

    Curtir

  7. Culpa do governo populista. Quem sabe agora ou no próximo governo melhore essa lei de comercial de produto infantil na TV.

    Curtir

  8. Xô fazer um comentário chato.

    Acho que a Panini fez propaganda do One-Punch Man pois talvez, na visão da editora, ele seja bem mais promissor que qualquer outra série para atingir um público mais “comum” (a.k.a. não-otakus).

    Que outras séries a Panini poderia fazer divulgação para ver se rendia algo? Bleach? Naruto? Dragon Ball? Essas “se vendem sozinhas” devido ao velho boca-a-boca e interesses de novos e velhos fãs. Outras séries, depende do foco. Mas a maioria tem temas que não são tão interessantes para um “público maior”.

    One-Punch Man tem uma história simples e cômica (O cara acaba tudo com o soco e pronto. A premissa é essa). Tal história abrange mais fácil fãs de “comics” e outros “nerds”. Já começa por aí :)

    Além do mais, como já falado, há o ponto do merchandising. One-Punch é +16 / +18. Não é coisa para criança. É mais “fácil” fazer uma propaganda e preparar um plano de merchan. Trazer “penduricalhos” e coisas associadas a série. Lá no Japão mesmo já saiu alguns produtos voltados justamente a adultos e colecionadores – relógios, caixas, tênis, etc…

    Vá que também a propaganda seja um “teste” para ver se tem audiência suficiente para jogar a série em algum canal brasileiro (ei. PlayTV? :p )

    Enfim, não é que a “Panini” não descobriu que pode se fazer publicidade, mas sim que provavelmente ela viu que é a única série no catálogo que pode se fazer uma publicidade e não ter nenhum problema futuro, seja com um Conar ou ONG infantil enchendo o saco, censura. E também viu que talvez a série vá além do “otaku”.

    Vamos ver ;)

    Curtir

  9. Quando foi mesmo a ultima vez que vi propaganda de mangá por aí?
    Nem sei…
    Mas se a ideia da Panini é chegar em outros públicos, não sei se vai ser OPM que vai fazer isso, de boa.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s