Coluna da Ba-Chan

coluna da ba-chan – parem d falar mal da panini!

Oi gente aqui eh a Ba-chan prima da Mara. Mto obrigada pelo carinho de vcs no meu ultimo post entao to de volta para falar de mais coisa já q minha prima falou que eu podia qndo quisesse.

Essa semana eu fikei lendo o blog da mara e fiquei mto puta com esses dois posts aqui:

https://maisdeoitomil.wordpress.com/2012/02/27/simulado-surpresa-do-enem-dois-estilos-diferentes/

https://maisdeoitomil.wordpress.com/2012/03/03/jeito-facil-de-editar-mangas/

Eu ja acho a minha prima mto implicante + agora ela passou d todos os limites falando mal assim da panini. ela fala isso da panini + esquece q a jbc eh mto pior q ela. ensem comigo a jbc tem papel ruim fica colocando giria q ninguem entende e mto +. Direto to lendo um manga da jbc e tenho q ir atras na internet pra saber o q eh.

+ e a panini faz o q? ela traduz os mangas fiel. a minha prima se irrita pq a panini coloca um glossario e pq coloca os onorificos pra manter o manga igualzinho o japones. ela n entende q a panini faz isso pq nos otakus q compramos gostamos das coisas assim parecendo no japones. e como o manga eh feito pra gente a panini tem q fazer as coisas do jeito q a gente quer.

n entendo pq tem gente como a minha prima q critica a panini por deixar td parecido com o original jap. eles n entendem q manga eh uma coisa q qm le ja sabe como funciona n eh q nem turma da monica jovem q eh pra td mundo. spero q a panini n leia essa critica da minha prima pq isso n eh o q nos otakus queremos. a gente quer + mangas + parecidos c/ os originais q nos tanto amamos.

Reflita.

Bjos da Ba-chan!

Anúncios

57 comentários em “coluna da ba-chan – parem d falar mal da panini!

  1. Até funcionou da primeira vez, mas dessa deu sono.

    E não adianta o weeaboo interior dentro de cada um fala mais forte para defender as coisas de acordo com a cultura “mais rica”.

    E essa é a magia do ódio, me irritou a ponto de comentar. É…

    Curtir

  2. Muito verdade isso. Quando o mangá não tem os onoríficos e algumas palavras em japonês, fica até sem graça de ler.
    Os mangás da Panini são bons. Os da JBC também QQQ

    Curtir

  3. nossa voce escreve mal demais no computador vc termino o fundamental se ta falando mal da jbc mais pra voce eu tenho q procura mais no computador do que na minha vida inteira

    Curtir

  4. “nossa voce escreve mal demais no computador vc termino o fundamental se ta falando mal da jbc mais pra voce eu tenho q procura mais no computador do que na minha vida inteira”

    Você escreveu assim de propósito ou também não terminou o fundamental? ‘-‘

    Curtir

  5. Mara, ok, sabemos que é vc, pra que fica criando multiplas personalidades que amam abreviações?? Pode para que dessa vez a pegadinha não me pega… HA HA
    E sim, Panini Forever’s o/

    Curtir

  6. Na outra coluna foi possível ler, mas desta vez foi muito forçado, desisti na metade.
    Pelo visto vai ter próxima vez, então, pega leve nos erros, Mara.

    Curtir

  7. Pega leve no português ruim, Mara. Ou “Ba-chan”, sei lá.
    Panini é ótimo, JBC é marromeno. Foda mesmo era Dragon Ball pela Conrad, que tinha onomatópeias traduzidas para o… Francês.

    Curtir

  8. HUAHAUHUAHUAHHAHAHAHAHUAHAHHAHAHAHAHHAHAHAH XDDDDDDDDD

    Muito engraçados esses surtos de schizo da Mara XD…quem diabos escreve ‘fikei’ e ‘fiquei’ na mesma linha? XD é como escrever ‘cabasso’ e logo em seguida ‘cabaço’ como se nem percebesse a diferença XD

    Curtir

  9. Não sei do que tão reclamando nos comentários…
    A Ba-Chan escreve até certo demais em comparação com o padrão atual de alfabetização na Internet… Ainda mais entre otakus!

    Dicas para escrita Otaku Moderna
    1. Troque “mas” e “mais”… Já tá fazendo isso, mas fica mais terrível se for por extenso
    Ex. Fiz isso e aquilo mais naum adiantou

    2. Coloque menos pontuação, nunca use letra maiúscula e jamais vírgulas
    Ex. Fui na padaria mais naum tinha pao minha mae mandou volta lah o padeiro fico doido voltei e ai tinha pao mais eu esqueci o dinheiro minha mae me bateu

    3. Troque a conjugação de pretérito perfeito com futuro do presente…
    Ex. Eles falaram amanha porque fizerão besteira ontem

    4. Separe porque em respostas e junte em perguntas

    5. Jamais usar acentuação, nem til, exceto nos casos do item 3 desta lista

    6. Colocar “mim” no meio de frase e “eu” no final
    Ex. Mim fala igual índio e isso é pra eu

    Seguindo essas dicas, você poderá se misturar em um fórum otaku sem ser percebida

    Curtir

  10. Hauhauhauhauhuha! É tudo que tenho a acrescentar. Entretanto, tenho uma curiosidade: Mara, qual a idade mental desse alter-ego? Eu aposto em 13. xD

    Curtir

  11. Por mais que a Panini cague nos mangás ás vezes, ela ainda é melhor do que a Jbc. Eu sempre considerei a Panini uma editora boa, mas ela está cada vez ficando mais igual á Jbc. Igual no preço, na tradução, na qualidade…

    Curtir

  12. Amo tanto a Ba-chan ♥
    Essa coluna podia ser semanal *O*

    Sou tonto e ainda não sei se a Ba-chan é mesmo a Mara…espero que não =(

    MakotoBakura: Ri d+, principalmente com a prova vinda do Tutu XD

    Curtir

  13. Mara, você tem cada ideia… O pior é que sempre acabo gostando de tudo o que você escreve, mesmo com tantas abreviações, falta de vírgulas etc. Da próxima vez manera, please! :*

    Curtir

  14. Meu toque para a ba-chan: na última linha, em vez do singular “reflita”, você deveria usar o plural “reflitão”. De nada, gatinha.

    Curtir

  15. Eu sei que meu respeito pode não ser muito coisa pra você ou até nada, mas pelo amor de Deus acaba com essa coluna BA CHAN ou você vai perdê-lo completamente, um post totalmente raso, chato sem falar da ortografia que é nula junto com a concordância, pô mara gosto tanto de seu blog apesar de tudo você é meio que uma influência pra mim como jornalista, mesmo falando de mangá e anime você é tão concisa e coerente, mesmo você não dando a mínima pra esse comentário, esse negócio de coluna da Ba chan é terrível.

    Curtir

  16. Doppelgänger
    05/03/2012 às 11:15 #
    Tô impressionado como tem gente q ainda não pegou o espírito dessa coluna.

    Eu também ‘-‘

    jasque
    05/03/2012 às 11:33 #
    Ainda acho que Tutu usou sarcasmo e ironia avançados.

    Bastante avançados!!!! >.<

    Curtir

  17. Sua prima tem um enorme senso crírico, tão enorme quanto ela. o lance é que ela parece n acha nada legal, pelo menos boa parte do que ela posta aqui , apesar de as vezes ela ter razão, é só pra esculachar. tem matérias em que ela elogia mas são gotas num enorme oceano de críticas e reclamações. Acredito que a Mara deve gostar de algo ou achar certas coisas bem feitas e acho q ela deveria falar mais das coisas q ela achou legal aqui no Blog e não apenas mostrar o que está errado e insatisfatório

    Curtir

  18. Panini, Conrad, JBC, todas precisam melhorar, e já que não apitamos nada, pelo menos deixemos nossa opinião por aí, pra ver se alguém se toca…

    E não sei do que tanto reclamam….

    Se fosse um mangá da Ba-chan, traduzido desse jeito, estaria certo se fosse assim no original japonês, né? Bitch, please! rs

    Curtir

  19. Mara, please, mate essa Ba-chan dentro de ti e jogue o corpo dela no limbo dos noobs… Meus olhos sangram com essas abreviações maléficas e essa falta grotesca de argumentos…

    Curtir

  20. Demonstrar o pensamento “maria vai com as outras” e acrítico que muitas pessoas tem. A Ba-chan é a jovem imbecil que ama tanto uma coisa que só de ela existir ela agrade a deus diariamente, independente de ela ter acesso ou de ter qualidade.

    Curtir

  21. Parem de falar mal da minha Ba-Chan ò.ó

    E parem de falar que ela é a Mara. Até parece que aquela gorda recalcada fã do Kitsune ia ter esse dom com os caracteres que a Ba-Chan tem u.u

    Curtir

  22. ridiculo ficar falando da forma como se escreveu o texto
    isso é hiper infantil, parecem um bando de babacass q
    prestam mais atenção na forma foi escrito do que no q foi dito

    me importo muito mmais com o conteudo do q como ele foi executado

    Curtir

  23. nem li, mas com certeza tah um lixo esse post.

    pra quem reclama de usar o nome dos frutos de one piece no original, como se em nenhum outro mangá se fizesse isso, não da pra esperar muita coisa mesmo.

    eh mara o seu blog já foi melhor hein

    Curtir

  24. Não costumo comentar na coluna da Ba, mas ela sintetizou bem o ponto aqui:
    ========================
    eles n entendem q manga eh uma coisa q qm le ja sabe como funciona n eh q nem turma da monica jovem q eh pra td mundo.
    ========================
    Quer dizer, a função da adaptação é essa, tornar acessível a quem não é do nicho, otakus no caso.
    Ba-chan pode ser uma otakinha (meio) demente, mas tem seus momentos brilhantes.
    Acabei de me tornar leitor da coluna!
    S2 S2

    Curtir

  25. Como eu disse antes, em outro post,a cultura japonesa aqui tem se tornado fechada demais e isso é culpa da maneira que o brasil trata esse tipo de obra: coisa pra criança.
    Anime nao dá certo na TV aberta, nem na Tv paga. E sim, o mangá aqui é um produto lançado exclusivamente pra o público otaku. Raramente ouvi casos de pessoas que do nada, resolveram pagar 10,90 num mangá e se interessaram pela obra.
    “Quer dizer, a função da adaptação é essa, tornar acessível a quem não é do nicho, otakus no caso.”
    A questão The Fool, é quando a adaptação tem esse propósito,mas faz isso de uma maneira porca.
    Mas os mangás aqui são sim, lançados para um público alvo (quase todas as obras da Panini fazem isso, e vendem bem,e possuem uma boa aceitação de boa parte dos consumidores)mas sabemos que isso limita demais o mercado consumidor. É um ponto forte pra quem está habituado á esse tipo de produto(eu por exemplo), e um tremedo problema pra quem nem sabe o que é “Naruto”. Só que boa parte daqueles que não entendem ou não gostam de mangá, não se sentem interessados pelas obras, e isso é culpa do tratamento que é dado á elas. Divulgação porca, falta de uma programação na TV dedicada á esse tipo de produto, falta de eventos direcionados ao público iniciante (existem sim,eventos direcionados á cultura japonesa, mas o público alvo, é o público otaku,com seu gorro de Mokona e sua blusa de Bleach),etc…Esse tipo de marketing está dando passos de tartaruga…

    Boa parte dos iniciados em mangá,foram por influência da internet, ou de colegas. E como eu disse, isso é culpa da péssima divulgação e tratamento desse tipo de obra aqui no Brasil. Meus pais, meus vizinhos, meus amigos, enxergam mangá e os Comics americanos, como coisa pra criança, algo desinteressante e infantil.

    Quando uma editora tenta popularizar,deixar as coisas mais “fáceis” de se entender, deixando a obra com uma linguagem mais informal, mas faz mal feito, ela desagrada os fãs(a maioria consumidora) ,principalmente no caso de obras que possuem uma base sólida de fãs aqui no Brasil, e ainda por cima causa confusão ou desagrado em quem está lendo pela primeira vez. Eu acho louvável a tentativa de trazer ao nosso mercado uma adaptação que privilegie á todos, mas o problema é quando fazem isso de uma maneira “á lá Briggs”. Eu como disse anteriormente,prefiro o estilo Panini,mas isso é minha opção de leitura, e por não ter outra opção nem condições de ter os originais japoneses.

    Talvez em algum momento surja uma editora “meio – termo” que seja capaz de fazer uma boa adaptação,mas é óbvio que ela nao agradará a todos.
    Falar de mangá é uma coisa delicada, principalmente aqui no Brasil, onde os quadrinhos ainda são tratados como produto infantil.
    Enfim, não existe editora perfeita. Existem estilos diferentes para um mesmo público (ou quase o mesmo, já que a JBC tenta abocanhar mais gente). Raras são as obras onde a adaptação é tao bem feita,que você nem percebe que foi adaptado. Eu tenho aqui um mangá ótimo, que,por incrível que pareça,é da JBC, que é o tipo de mangá que divide opiniões em relação á história. Uns consideram uma obra prima, outros,um lixo. É o Gunnm, e eu o achei muito bem adaptado, foi lançado em meio tankobom (infelizmente) mas foi lançado como a edição japonesa: duas capas,uma colorida,e outra monocromática. O Problema é manter esse nível de adaptação e qualidade em todas as publicações.

    PS: Desculpem pelo post gigante, tenho dificuldades em resumir as coisas x-x

    Curtir

  26. Tá certo que a Panini, não é uma editora ruim não, mais vir falar mal da JBC?

    ” Esquece q a jbc eh mto pior q ela. ensem comigo a jbc tem papel ruim fica colocando giria q ninguem entende e mto +. Direto to lendo um manga da jbc e tenho q ir atras na internet pra saber o q eh.”

    Nada contra Ba-chan mais gosto é igual cu, cada um tem o seu, blz?

    Curtir

  27. “nossa voce escreve mal demais no computador vc termino o fundamental se ta falando mal da jbc mais pra voce eu tenho q procura mais no computador do que na minha vida inteira”

    Você escreveu assim de propósito ou também não terminou o fundamental? ‘-’

    nao eu nao terminei o fundamental ainda nao mais obrigado pela preocupaçao mais eu so falei a verdade cobra dos outros tem que aguentar ser cobrado

    Curtir

  28. a ba-chan é a típica otaka retardada, com a típica escrita e os típicos “argumentos”. tudo de podre que tem nessa coluna é proposital pra criticar esse povinho. hurrr mara escreve direito durr herp derp

    bitches, please.

    Curtir

  29. @The Fool
    Na verdade, a ba-chan quis dizer que TMJ é para todo mundo, ao contrário de manga, que quem lê já sabe como funciona.

    “eles n entendem q manga eh uma coisa q qm le ja sabe como funciona n eh q nem turma da monica jovem q eh pra td mundo.”

    Não tô concordando, só esclarecendo (acho). XP

    Curtir

  30. @ Erickson e @ Guilherme: Perdão pela demora na resposta, explicando melhor porque eu concordei com a Ba…
    Mangá deveria ser pra todo mundo, mas…não são.
    Olhem o que é o público leitor de mangás hoje em dia, tudo otaku, tudo cara ( e garotas ) criados na base do anime legendado.
    Isso aqui no Brasil, claro!
    Como a Ba colocou, eles sabem como funciona, não rola estranheza. É fácil.
    Mas e pra quem não é otaku, como fica?
    E por acaso, o público leitor de quadrinhos em geral não são otakus. Não ficam fuçando na net atrás dos últimos episódios de anime A ou B, pra eles, ler mangá é tanto faz, tanto fez.
    MASSSS…pra esse pessoal, tem a Turma da Mônica. Que é algo mais próximo do que um Air Gear, um Dorothea da vida.
    O problema que eu vejo nisso é que os mangás não se resumem a apenas shoujos românticos ou shounen de pancadaria, tem muito mais coisa por aí.
    Mas a Panini não pode mexer com essas coisas porque se fixou no nicho otaku brasileiro.
    Daí essa profusão de títulos que só quem for otaku consegue ler.
    Um amigo meu é otaku, ele compra mais coisas da Panini do que da JBC, mas ele mesmo admite que as coisas não são pra qualquer um ler.
    E ele faz um elogio à panini, porque pelo menos a Panini publica coisas meio off do público otaku que assiste anime, como os shoujos que tem saído faz algum tempo.
    Quer dizer, a Panini TENTA alargar o espectro do mangá como um todo. Trazendo outras coisas. Mas aí ela se ferra porque a base de leitores é o otaku “estilo JBC”.
    E o lance da tradução…
    Era preciso achar um meio-termo, um mangá que pudesse ser lido por pessoas comuns e ater a tradução a esse nível, evitar uso de termos japas que só otakus vão entender.
    E nesse ponto, isso aconteceu.
    Com a L&PM Mangás. Mas não com a Panini.
    Quer ver uma outra coisa engraçada?
    Olha o título do mangá Kuroshitsuji nos EUA…
    http://www.animenewsnetwork.com/encyclopedia/manga.php?id=10154

    Viram? Foi traduzido. Sem neuras por parte dos otakus dos EUA.
    Agora olha aqui no Brasil:
    http://www.paninicomics.com.br/web/guest/productdetail?viewItem=659371

    Subtítulo traduzido, abaixo do nome japa porque se tu traduzir o nome japa, os otakus caem matando.
    Só que, quando tu abraça um nicho e faz tudo ( ou quase tudo ) por ele, tu se prende nele.
    E isso se reflete no que estamos vivendo hoje, um mercado restrito.
    O mais legal é quando os otakus se queixam aqui e ali de serem discriminados, das pessoas rirem quando eles falam que gostam de coisas do Japão.
    Mas lol, os otakus não pensam que para a maioria das pessoas isso é estranho, SIM.
    E como o otaku torna isso mais acessível, para que as pessoas compreendam?
    Não torna. Simplesmente se assume como “Ah, eles não me entendem e não entendem meu gosto, então não vou entendê-los!”
    Brilhante pensamento, e é claro que eu estou sendo irônico.
    O dia que as editoras e principalmente, os otakus pararem de se tratar como um nicho, como uma coisa especial apartada do resto da sociedade talvez as coisas mudem.
    Ah, eu esqueci de comentar. Antigamente, leia-se anos 90 até 2000 e alguma coisa, a gente tinha anime na TV e nas locadoras, mas deu tudo errado. Nessa época, mangás nas bancas eram praticamente inexistentes. Hoje em dia vivemos num espelho dessa época, com uma dezena de mangás nas bancas e nada de interessante na TV ou mesmo no mercado de video.
    Brasil é foda…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s