Parar tudo no Carnaval é um pensamento de país atrasado

21 fev

Aqui está a gorda de volta, que estava tão bêbada que não conseguia nem digitar a senha de 6 caracteres da conta do WordPress. Mas agora estou sóbria e voltei para falar algo muito sério.

Está tudo errado no Brasil.

Durante todos esses dias de festa, o Brasil PAROU para termos uma festa apelativa em que pessoas ridículas se vestem de maneiras mais ridículas ainda para uma festa que seu significado se perdeu ao longo do tempo.

Para chocar o povo brasileiro, pensei então em uma imagem da culturalmente avançada Grande Nação Japonesa, em um momento da semana passada que mostra toda a sua sanidade, seriedade e incapacidade de fazer gracinhas e de se expor ao ridículo em um tempo em que todos precisamos nos unir.

E sabem por que preciso mostrar essa foto? Porque os otakus estão todos certos em criticar o Brasil e exaltar o Japão, porque lá é um país que se leva a sério e que nunca faria algo tão imbecil quanto um baile de carnaval.

Grande Nação Japonesa, um exemplo de seriedade.

(Dica do leitor @tiago_szanto)

***

(@maisdeoitomil)

45 Respostas to “Parar tudo no Carnaval é um pensamento de país atrasado”

  1. Rubnox 21/02/2012 às 20:38 #

    Só gostaria de dizer uma coisa aos otakus,fãs de Cavaleiros que falam mal dos desfiles de escolas de samba tem seu argumento invalido

    Curtir

  2. BW 21/02/2012 às 20:40 #

    Second post.

    Curtir

  3. vish 21/02/2012 às 20:42 #

    Eu nao compraria uma fantasia assim nem se fosse pra passear no inferno

    Curtir

  4. Kakinomoto 21/02/2012 às 20:44 #

    Não acho que um grupo de 7 pessoas podem manchar uma nação…mas concordo com o post , existem pessoas abobadas em todo o lugar do mundo, não é só no nosso “amado” Brasil ….

    Curtir

  5. William R Guevara R (@WillGuevara) 21/02/2012 às 20:50 #

    Babaquice não escolhe nação, religião ou gosto particular, definitivamente.

    Curtir

  6. Kaito 21/02/2012 às 20:52 #

    Material ótimo para análise: http://pqp.me/38c

    Curtir

  7. Gharcia Renato 21/02/2012 às 20:55 #

    Bom.. acho o que estas sete pessoas não originaram um feriado. Certo?
    Sabia que não tem feriado Carnaval, oficialmente?
    No Japão tem feriado? Claro que tem…

    Mas, o que eu admiro no Japao é isto:

    11 meses após tsunami, imagens mostram a incrível recuperação do Japão:
    http://bit.ly/xSZUVl

    Tem tragédias naturais no Brasil? Sim.. tem.
    A população se recupera em menos de um ano?
    Hum… não sei.
    Né?

    Curtir

  8. jasque 21/02/2012 às 20:57 #

    Seria melhor ilustrado com a foto do festival da fertilidade, talvez.

    Curtir

  9. 0redberry0 21/02/2012 às 21:08 #

    Perdeu o seu significado ou ganhou um significado novo? A quase 12 anos temos tido esse tipo de carnaval, e duvido muito que alguém aqui tenha pulado marchinhas ou coisa parecida. O que não muda o fato de ser ruim.

    Curtir

  10. vivaorock 21/02/2012 às 21:46 #

    Mas aí que ta. Gente “normal” andando por aí fantasiado é normal e até ganha nota pra ver qual é o melhor. Quando são os otakus, “coisa de criança” e mimimi.

    É verdade que é coisa de criança. Mas não é por isso que adolescentes e adultos não possam brincar.
    Esse povo na verdade matou o seu lado infantil e agora sai por aí alienado ao que dizem ser algo maduro.

    Curtir

  11. Sergio Peixoto Silva 21/02/2012 às 23:06 #

    Mistura de vergonha alheia com sangramento dos globos oculares ao ver estas fotos, Mara. Você é má, uma verdadeira destruidora das ilusões dos otakus que adoram tudo que venha da “Grande Nação Japonesa”. Continue assim!

    Curtir

  12. Ana Clara Santana 21/02/2012 às 23:33 #

    Que pikachus medonhos! Essa maquiagem aterrorizou

    Curtir

  13. Vivian Rodriguez 21/02/2012 às 23:44 #

    Uma festa que perdeu seu significado? Acho que não, afinal originalmente não era uma festa ao deus do vinho (lá na Grécia antiga)? Se for pensar assim, então houve, na verdade, uma regressão.
    E sobre a fila de conga dos pikachus: Não julgo uma nação inteira, pelos atos de um grupo de idiotas que não tem noção do papel ridículo que estão fazendo (supondo-se que o objetivo não era ser ridículo).

    Curtir

  14. Lyn 21/02/2012 às 23:53 #

    O carnaval era uma festa em homenagem ao Baco, gente, em suma: orgia. Não está fora do seu significado nem nunca esteve… Eu não gosto por motivos pessoais, mas acho uma festa válida. Sejam menos xiitas e levem a vida menos a sério. xD
    Quando aos Pikachus, bem, já vi piores em eventos. (Tipo cosplay de ônibus. LOL) xDDDDDDDDDD

    Curtir

  15. Tutu 22/02/2012 às 00:19 #

    Eu acho que carnaval e homenagen ao satanas e as doenças venéreas que o povo gosta tanto de compartilhar adeus fiquem com o diabo.

    Curtir

  16. Diego Miyabi (@diegomiyabisama) 22/02/2012 às 00:27 #

    Se tá de zoa hsuahsaus

    Curtir

  17. Tiago 22/02/2012 às 00:45 #

    Gente! Tô emocionado pela Mara ter colocado algo que eu indiquei ç_ç

    Há, olha quem fala, a blogueira que ficou o carnaval todo sem postar nada ¬¬

    Mas os japoneses não precisam de uma semana pra poderem sair por aí fantasiados ridiculamente, eles fazem isso a hora que querem e sem parar o país inteiro

    Curtir

  18. qwert2 22/02/2012 às 01:23 #

    O japão é serio msm, se vcs repararem no fundo da segunda fota vao ver que mesmo com os pikachu o povo continua atravessando a rua e nao tao nem ai

    Curtir

  19. Tiago 22/02/2012 às 01:24 #

    Uma sugestão pra tag desse post ‘tão ridículo quanto qualquer cosplay’ ‘passaria despercebido em qualquer evento da Yamato’

    Curtir

  20. Goku-san 22/02/2012 às 03:13 #

    Isso não tira o mérito de lá ser muito melhor que o lixo Brasil.

    Curtir

  21. Felipe D. Silver 22/02/2012 às 03:37 #

    algo me diz que essa gorda não tem o que postar

    Curtir

  22. Fire 22/02/2012 às 08:52 #

    Nossa, o carnaval perdeu tanto o significado assim que as pessoas nem sabem o deus original da festividade? Pela puta que pariu esses pikachus heim.

    Modo Wikipedia ON:

    O Carnaval, originalmente Festa da Carne, é uma das muitas festividades pagãs usurpadas e deturpadas pela Igreja Católica (como o Natal, a Páscoa e etc).
    A festividade veio da Grécia, e originalmente, louvava os antigos Titãs, na forma de Cronos o Rei dos Titãs. Para comemorar criação do mundo por esses seres, aviam banquetes fartos, bebida farta, paz nas terras, e uma liberdade sexual que normalmente não se tinha (isso era devido ao fato “paz nas terras”, pois não dá para copular ao mesmo tempo em que se guerreia). Aos poucos, essa liberdade sexual foi aumentando, até que orgias rituais eram ministradas nos templos em honra a estas divindades.
    Mais tarde Roma dominou a Grécia, e entre vários pontos da cultura, assimilou esta festa, a colocou num calendário propriamente dito, e a denominou Saturnalia, festa em honra ao deus do tempo, hora de renovar e começar um novo ciclo (uma espécie de Ano Novo), em que rolava muita bebida, comida, e como os Romanos já eram chegados na coisa, era permitido copular em qualquer lugar com qualquer um dês que os praticantes usem mascaras (e quando eu digo “qualquer um” é “qualquer um” mesmo, imagina a mente de um Japonês Hikikomori explodindo igual a Caixa de Pandora e tudo virando realidade), ao longo do tempo, o negocio das mascaras caiu por terra, pois eram meio difíceis de conseguir.

    Momento nostalgia: (suspira). que saudade de Roma.

    Voltando. Quando Constantino fez a merda geral, ele não podia tirar do povo o seu maior divertimento anual, então manteve a data e fez vista grossa. O tempo foi passando e o que era Saturnalia virou Carnaval e chegou ao Brasil (se eu não me engano, pelas mãos dos Franceses), e até certa parte, ainda mantia a mesma estrutura de Saturnalias (menos o “cu de bêbado não tem dono”), e se manteve assim até a “Èrus Pagodus” na fatídica década de 1990, quando a Igreja Evangélica começou a “acalmar os ânimos da galera”.
    No final da “Érus Pagodus” e inicio da “Èrus Emos”, cerca de 2001, foram vetadas mulheres nuas de desfilar na avenida, sobre o pretexto que crianças estariam participando do desfile (mentira, enfiaram criança lá só pra não ter muié pelada, como se um Romano original se importasse com esse pequeno detalhe), na mesma época, curiosamente, seios e nadegas foram proibidos de serem expostos em capas de revistas masculinas, sob o mesmo pretexto, tornando as capas até os dias de hoje algo maçante esteticamente falando.
    Hoje estamos em 2012, em plena “Èrus Monotonus”, e temos o efeito das proibições da Igreja Evangélica, fantasias feias, carros feios e quase sem destaques, sambas horrorosos, e uma transmissão mais calma e centrada que transmissão de jogo de Tênis.

    Sim, o Carnaval é mais um aspecto na nossa cultura que foi totalmente ferrado pela Igreja Evangélica, e seu maior expoente, a Igreja Universal. E depois falam que não vivemos em uma ditadura de costumes. Pensando bem, se eu estivesse lá, eu também botaria fogo nos carros alegóricos.

    E Mara, quanto ao post. Deixa os caras, véio. Se os malucos são chegados num Pikachu dançando Rumba, que mal tem? Vamu lá com elis dançar também….


    Ai, ai…..que falta faz Loki neste país.

    Curtir

  23. gwy 22/02/2012 às 10:18 #

    Tu não tirou “aviam” da Wikipédia….

    Curtir

  24. Juninho Lima 22/02/2012 às 10:25 #

    criticas sem fundamento, só critica o carnaval qm não gosta de sair e curtir
    todos tem o direito de se divertir, independente da forma
    vcs estão criando o mesmo preconceito das pessoas q falam mal dos otakus
    depois qrem ser tratados melhor aff

    Curtir

  25. lucas 22/02/2012 às 11:08 #

    O Fire tá revoltadinho pq não conseguiu pegar ninguem e agora está descontando sua frutração no blog da Mara…

    Curtir

  26. RicardoSavageStrike 22/02/2012 às 12:31 #

    Estão cuspindo no prato em que comeram, passaram quatro dias aí à toa e agora ficam chiando XD

    Curtir

  27. Nanda 22/02/2012 às 13:46 #

    Haters gonna Hater carnaval é um lixo e brasileiro é porco e mal educado sim :) não vou dar maiores explicações mas aqui na minha cidade *e em muitas de porte médio/pequeno* a baderna é um inferno,quebraram todas a latas de lixo que tinham na rua,entortaram os aparelhos da academia ao ar livre…Vá se fuder quem falar bem de carnaval e dessa gentalha que parece ter saído dos tempos da cavernas e ido desfilar na rua,e tudo isso com um PLUS de música ruim e nojenta,incrivelmente a quantidade de funkeiros e pagodeiros triplica nesse época.

    Curtir

  28. Rafael Borges 22/02/2012 às 18:13 #

    A diferença é que Carnaval, ao contrário de otakisse (otakuzisse?), é imposto sobre o país inteiro. Nada contra um bando de gente com fogo no rabo desfilando seminus na avenida. Só acho uma merda que isso vire desculpa para feriado, afetando as vidas de toda uma população.

    Carnaval é como religião no Brasil: mesmo que você não goste, será obrigado a aturar tanto diretamente (feriados religiosos, barulho de igreja evangélica/bloco de rua) quanto indiretamente (isenção de impostos/incentivos governamentais, etc).

    Por mim, tacava fogo nisso tudo e pronto. Mas como não sou eu quem manda nesse país (ainda bem!), queria pelo menos ter a liberdade de ignorar o Carnaval — e isso é impossível dado o feriado nacional. E o barulho dos vizinhos, mas aí é só chamar a polícia.

    Curtir

  29. Rafael Borges 22/02/2012 às 18:21 #

    “O japão é serio msm, se vcs repararem no fundo da segunda fota vao ver que mesmo com os pikachu o povo continua atravessando a rua e nao tao nem ai”

    Pra mim, a verdadeira democracia é isso. Quer agir feito idiota? Fique à vontade. Não gostou? Ignore! Olha pro outro lado e finja que não viu nada.

    Agora, imagina esse bando de marmanjo vestido de Pikachu querendo instaurar um feriado nacional em nome da bizarrice deles? Pô, aí o cara tá praticamente pedindo por uma bifa na cara pra largar mão de ser otá(ku)rio!

    Curtir

  30. Mariana Busarello 22/02/2012 às 20:33 #

    reclamar do Carnaval é TÃO classe média sofre que eu tou aqui me abanando com meu lequeda 25 de março de vergonha alheia dessa gente metida a rica e intelectual.

    tudo virgem e encalhada.

    Curtir

  31. Mariana Busarello 22/02/2012 às 20:35 #

    se você tá aí em casa rindo que nem eu, vamos começar um pequeno jogo:

    quantos dos wapaneses aqui presentes que amam seu lindo Japão e odeiam o Brasil e brasileiros mal-educados etc etc viram o vídeo do Felipe Neto sobre o Carnaval e acharam GENIAL? tempo na tela!

    Curtir

  32. cirovisqui 22/02/2012 às 22:04 #

    Cara. na boa. Se vocês acham tão absurdo assim “parar” o país por causa do carnaval, já imaginaram a quantidade de tempo que cada um deve ta gastando com coisas “inúteis”? Está lendo um blog sobre mangá e anime por exemplo?Já pensou na quantidade de tempo que gasta na internet?

    Daqui a pouco se faz uma pesquisa dizendo que o Brasil “perdeu” trocentos bilhões de reais por causa da internet, vídeo-games e outras coisas inúteis que destraem o brasileiro, e aí quero ver como vai ser a postura dos supostos amantes do trabalho e da eficiência.

    Se você quer trabalhar no carnaval, vá em frente. Faça um trabalho voluntário, ou trabalhe voluntariamente para o seu patrão, se você tiver. Faça um bico. Estude. Algo pra fazer deve ter.

    Ah, mas já sei qual é o problema.. Vocês não são japoneses, né? Essa coisa de brasileiro é de nascença né, não tem cura. Mas alguns brasileiros, estranhamente, trabalham tanto quanto japoneses, mesmo na época de carnaval: montam barraquinhas de comidas e bebidas, reciclam lixo que fica nas ruas depois das folias, fazem bicos trabalhando para montar estruturas de desfiles, prestar segurança nos blocos e bailes. Esse com certeza não são brasileiros né. Devem ser todos asiáticos.

    Curtir

  33. Mariana Busarello 22/02/2012 às 22:40 #

    cirovisqui, por isso que eu digo: classe média sofre. tem que ser muito idiota pra falar que a economia pára no carnaval, como o Felipe Neto disse.

    Curtir

  34. Tai_KUN 22/02/2012 às 22:42 #

    Ratos amarelos, pode isso Arnaldo ? #Voucomprarumadessas.

    Curtir

  35. Fire 23/02/2012 às 09:02 #

    @lucas

    Eu oque????? XD

    O Hell ta certo mesmo, todo dia tem uma merda. XD XD XD

    Curtir

  36. lucas 23/02/2012 às 15:26 #

    “@lucas

    Eu oque????? XD

    O Hell ta certo mesmo, todo dia tem uma merda. XD XD XD”

    Como o que você acabou de falar?

    Curtir

  37. Rafael Borges 24/02/2012 às 03:48 #

    A ditadura da maioria. Só faltou dizer “Brasil: Ame-o ou Deixe-o”.

    “Cara. na boa. Se vocês acham tão absurdo assim ‘parar’ o país por causa do carnaval, já imaginaram a quantidade de tempo que cada um deve ta gastando com coisas ‘inúteis’? Está lendo um blog sobre mangá e anime por exemplo?Já pensou na quantidade de tempo que gasta na internet?”

    A diferença é que a escolha é minha. Ler site de mangá não é compulsório (pelo menos não onde eu vivo).

    Por que Carnaval tem que ser imposto sobre todo o país? Eu não me importo com a música, não me importo com os desfiles, não me importo com a competição. Tô nem aí pro feriado em si, pois não sou religioso. Ainda assim, tenho que tirar folga compulsória porque… Por que mesmo? Só porque “é tradição”? Não tô nem aí pra essa tradição. Seria pedir demais pra pularem Carnaval no fim de semana?

    “Se você quer trabalhar no carnaval, vá em frente. Faça um trabalho voluntário, ou trabalhe voluntariamente para o seu patrão, se você tiver. Faça um bico. Estude. Algo pra fazer deve ter.”

    Desculpa aí, mas eu gosto de SER PAGO pelo serviço que faço.

    “Mas alguns brasileiros, estranhamente, trabalham tanto quanto japoneses, mesmo na época de carnaval: montam barraquinhas de comidas e bebidas, reciclam lixo que fica nas ruas depois das folias, fazem bicos trabalhando para montar estruturas de desfiles, prestar segurança nos blocos e bailes. Esse com certeza não são brasileiros né. Devem ser todos asiáticos.”

    …hein? Você está realmente querendo comparar trabalho remunerado com “bicos” sazonais? Nossa, brilhante.

    “cirovisqui, por isso que eu digo: classe média sofre. tem que ser muito idiota pra falar que a economia pára no carnaval, como o Felipe Neto disse.”

    Quem falou de economia? Carnaval trás lucro, isso é fato. Mas eu não quero ser OBRIGADO a comemorar uma data que não significa nada pra mim. Eu não tô lucrando nada com esse feriado, então o mínimo que peço é que pelo menos NÃO CORTEM O MEU GANHA-PÃO.

    Curtir

  38. Rafael Borges 24/02/2012 às 04:09 #

    É engraçado, vocês não se contentam em pular Carnaval apenas; não, TODO MUNDO tem que pular junto.

    E eu que não sou religioso? Foda-se eu, pois sou obrigado a “respeitar” feriados religiosos. E eu que não gosto de futebol? Foda-se eu, pois é jogo de copa do mundo e esse país tem que parar. E eu que quero trabalhar mais ao ano? Ora, foda-se eu, pois a maioria prefere não trabalhar. A vida é minha, o salário é (seria) meu, mas ohh, tem que respeitar a tradição do Carnaval, e ohh, tem que achar isso lindo, tem que agir feliz, ficar alegre… Sem ganhar nada com isso.

    Curtir

  39. Fire 24/02/2012 às 09:14 #

    @lucas

    Na verdade, o “oque” está correto na sentença, pois é uma interrogativa, e não uma prerrogativa. E a leitura correta sería “uque” e não “o’que”, seguindo a normativa da linguagem coloquial, coisa comum em obras como “Grande Sertão: Veredas”.
    Mas, enfim, que se dane o português. Eu compro pão no Extra mesmo. XD

    (senso de humor muito refinado, crianças, não façam isso em casa)

    Curtir

  40. Mariana Busarello 24/02/2012 às 12:44 #

    Querido Rafael Borges, se você ler meu post com atenção vai ver que o que eu disse é que quem falou que a economia pára durante o Carnaval é o Felipe Neto (e quem concorda com ele, obviamente, é o seu caso, então?).

    Só não entendi com o que é que você trabalha pra ficar revoltado que não tem trabalho no Carnaval, o cidadão comum que trabalha o dia todo em escritório fica muito feliz com dias de folga e os que trabalham com turismo (uh-oh, não é um trabalho SAZONAL não) lucram AINDA MAIS no Carnaval. Acho que você só escolheu a profissão errada :(

    Eu não pulo Carnaval porque tenho preguiça, mas todo mundo tem o direito de ir se quiser. E duvido que entrem na sua casa te obrigando a ir junto né. Quando você não gosta do barulho na rua, você põe um fone de ouvido e pronto, acabou.

    Se tá tão ruim assim ficar sem trabalhar, arma uma barraquinha na frente da tua casa vendendo água, pronto, pronto, assim você tira um troquinho e compra teus mangás!

    Curtir

  41. Rafael Borges 24/02/2012 às 15:45 #

    “E duvido que entrem na sua casa te obrigando a ir junto né.”

    Não, eles fazem pior: me obrigam a parar de trabalhar.

    Tem uma garota de 16 anos nos EUA chamada Jessica Ahlquist que reclamou do fato de que a escola onde ela estudava, que é pública, estava exibindo um pôster com uma oração cristã que ela julgou anticonstitucional, pois a constituição americana estabelece separação entre Estado e igreja.

    Veja bem, qual é o benefício social ou econômico em pedir a retirada do pôster? Nenhum. A única justificativa que a garota deu para a reclamação foi a de que ela julgava que o pôster feria o princípio da separação entre estado e igreja. Percebe onde eu quero chegar? Às vezes, é só uma questão de princípio.

    Como já disse, eu não quero que o Carnaval acabe. Eu não odeio o Carnaval, e ainda que odiasse, não me vejo no direito de proibir os outros de comemorá-lo. Então por que é que os outros se vêem no direito de me obrigar a reconhecer essa data?

    “Ah, vai vender churros se você quer tanto trabalhar…” Brilhante raciocínio. Talvez eu também devesse parar de ler jornal já que abomino corrupção, afinal, se o Estado brasileiro faz uma coisa que eu julgo errado, sou eu quem tenho que mudar meus hábitos. E eu não leio mangás… Só venho nesse site pelas piadas mesmo.

    Se o feriado de Carnaval acabasse, é óbvio que eu não ficaria rico da noite pro dia com o serviço extra. São só dois dias do ano. Não é o dinheiro que importa. Eu só quero ter a opção de não ser OBRIGADO a tirar folga. Eu simplesmente NÃO QUERO porque eu não acho essa imposição correta. Quer tirar folga, tire. Converse com teu chefe, sei lá. Mas não me obrigue a ser como você.

    Ah, e o pôster foi retirado: http://en.wikipedia.org/wiki/Ahlquist_v._Cranston

    Curtir

  42. lucas 24/02/2012 às 17:08 #

    @Fire

    Na boa, esse seu “senso” de humor é tão refinado quanto o de um humorista da Zorra Total.

    Curtir

  43. Mariana Busarello 25/02/2012 às 23:52 #

    Uai, então seja o floquinho de neve que vai pro escritório trabalhar, ninguém tá te impedindo.

    (só o zelador, que foi pular carnaval no Recife, tadinho de você ;~)

    Curtir

  44. hiozetsu 26/02/2012 às 19:39 #

    …..
    Áh como eu gosto do Carnaval,
    ainda mais quando ele concede uns feriados prolongado.

    —–

    Mara patriota?
    novidade….!

    Curtir

  45. Fire 29/02/2012 às 08:53 #

    @lucas

    Má oieeee, dá 100 internetz pra ele Lombardi!!!! XD

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: