Aleatoriedades

Errata Mais de Oito Mil

Oi minna! Vamos rever a postagem de sábado de noite?

Observem a parte destacada com o magnífico pincel do Paintbrush. Ela gerou várias discussões da imprensa especializada. Veja:

O motivo é que o site K-Drama aparentemente trabalha com conteúdo oficial. Lógico que eu não sou obrigada a imaginar que um fansub teria dinheiro para conseguir licenças de exibição de coisas estrangeiras, e nem iria imaginar isso. Até porque de boas intenções, o inferno tá cheio de fansub que dizia que tinha licença para lançar Evangelion no Burajiru.

Mas, para acabar com qualquer dúvida, conversei com o dono do K-Drama, que me explicou sobre a regularidade do material. Veja o papo:

Mara – Um certo blog de quinta publicou aí que o K-Drama era um site de fansub assim como muitos outros que mexem com animes. Para esclarecer as coisas para essa gorda que falou besteira, você poderia explicar qual seria a grande diferença entre o K-Drama e um site de fansbub normal? 

K-DRAMA – Pois é, vi o site nerd de quinta falando mal do K-Drama….fazer o que, né? A maioria dos fansub é para vídeos da locadora do Paulo Coelho (bittorrent). Nós trabalhamos em cima de conteúdo oficial e legal. Temos a permissão das emissoras coreanas para traduzir e mostrar nosso trabalho para o público brasileiro.

Mara – No caso de animes, todas as exibições em sites são feitas de maneira não oficial e com legendagem de fãs. No meio desse mercado em que as produtoras japonesas estão se lixando para as exibições via internet no Brasil, vemos um site como o K-Drama que traz conteúdo autorizado. Como vocês conseguem este conteúdo oficial? Através de quem?

K-DRAMA – As emissoras coreanas entregam o material diretamente para nós. As emissoras coreanas não sabiam que brasileiros também viam K-Drama. Agora eles entendem o potencial do mercado brasileiro. O site K-Drama é o primeiro portal de cultura pop coreana com conteúdo oficial na América Latina.

Mara – Nem funcionárias da Zara trabalham de graça, então eu tenho uma dúvida: o K-Drama não possui banners publicitários nem nada do gênero, então onde que vem o dinheiro para sustentar o site e a aquisição de novos conteúdos?

K-DRAMA – Então galera, se quiserem comprar algo da Saraiva, comprem através do link da Saraiva que está na home do K-Drama (kkkk). Os conteúdos que estão no ar agora vieram do nosso próprio bolso. É um investimento para que no futuro possamos ter anunciantes. Muita gente recomendou o K-Drama a cobrar uma taxa para visualizar os vídeos…mas….

Mara – Obrigada pela paciência e pela entrevista. Tem alguma mensagem para deixar?

K-DRAMA – (ao descobrir o nome do blog whatever que criticou o k-drama) Mais de oito mil? Isso deve se um engano! O site K-drama é 100% Oficial!(duh)

Então vemos que o material é oficial mesmo, ou seja, qualquer um pode entrar em contato, por exemplo, com as emissoras coreanas e descobrir que os direitos são do K-Drama, já que eles adquiriam oficialmente com dinheiro do próprio bolso e pretendem um dia lucrar com isso através de merchandising.

Agora estamos todos felizes e contentes e podemos voltar com nossas programações normais.

***

(Me siga no Twitter!)

(Já me curtiram no FACEBOOK?)

Anúncios

16 comentários em “Errata Mais de Oito Mil

  1. Assumir os erros é postura raríssima e já faz um tempo. O que se vê por aí são pessoas tentando mascarar os erros mudando o contexto do que foi dito até parecerem estar certas. Você assumiu que fez mancada, parabéns.

    Curtir

  2. Tem um podcast chamado Nerdcast, onde tem uma entrevista com o Paulo Coelho, que lá disse que viu um tal filme que ele alugou na ‘Locadora Bit Torrent’…

    Curtir

  3. “Mara – Um certo blog de quinta publicou aí que o K-Drama era um site de fansub assim como muitos outros que mexem com animes. ”

    EURI ALTO, sua gorda dissimulada <3 HUEHUEHUEHUEHU

    Curtir

  4. Bom, podem me chamar de Seme burro e teimoso, ainda acho isso estranho. O mais surpreendente é o fato de essa empresa ter efetivamente avisado um site especializado sobre seu produto (a cultura do nosso mercado é que os consumidores se virem para adivinhar o que será lançado). Quero só ver qual estratégia inovadora e divertida essa empresa vai utilizar para ganhar dinheiro. Sim, sou ingênuo. No fim, a Mônica disse tudo, então, whatever.

    Curtir

  5. Mais de Oito Mil: compromisso com a verdade e credibilidade de informação.
    Como sempre.

    Curtir

  6. “O mais surpreendente é o fato de essa empresa ter efetivamente avisado um site especializado sobre seu produto (a cultura do nosso mercado é que os consumidores se virem para adivinhar o que será lançado).”

    Site especializado que tem um banner gigante no K-Drama, e vice-versa.

    Curtir

  7. O pessoal do marketing desse K-Drama está de parabéns, já que a maioria do pessoal sequer sabia da existência deles antes de aparecer aqui no Mais de Oito Mil.

    Mara, corre lá receber seus trocados pela propaganda.

    Curtir

  8. O pessoal reclama, mas a Mara faz um ótimo trabalho de divulgação. Sites da mídia especializada (pfff), bandas cover, campanhas de fãs para lançamento de suas séries em DVD, projetos por uma jogatina melhor (HAHAHA), e agora novela online! :D

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s