Só falta algo do Kurumada

2 jul

Lembram da Ação Magazine, aquela que eu analisei o preview aqui, entrevistei o editor aqui e entrevistei um dos autores aqui?

Deu no J-Wave a capa da primeira Ação Magazine:

Olha, só não entendi uma coisa nessa capa (além do preço que tá impossível de ler).

“Junte-se ao novo! Seja o novo!” ? É pra ser o novo?

Estranho, porque o logotipo da Shonen Jump já é tão velhinho

***

(Me siga no Twitter!)

(Já me curtiram no FACEBOOK?)

51 Respostas to “Só falta algo do Kurumada”

  1. Roberta 02/07/2011 às 18:10 #

    HUAHUAHUAHAUAHUAHUAHUA

    Adoro essas suas ironias, Mara

    Curtir

  2. Paulo S. 02/07/2011 às 18:19 #

    Não vou gastar um tostão do meu dinheiro pra comprar algo assim xD

    Curtir

  3. Denys Fantasma Almeida 02/07/2011 às 18:42 #

    Sério Paulo? A Ação promete ser um material muito bom, por que não pretende comprar? Até o momento só vi motivos positivos.

    E o preço é R$9,90, Mara.

    Gyabbo!

    Curtir

  4. zek99 02/07/2011 às 18:46 #

    Nem com lupa dá para visualizar o preço nessa capa, mais chuto que é mais de R$10,00.

    Curtir

  5. Panino Manino 02/07/2011 às 18:47 #

    É isso aí, não tem o que criticar tem que ficar criando picuinha com detalhes irrelevantes.

    Curtir

  6. zek99 02/07/2011 às 18:56 #

    Caraca eu pensei que fose uns R$19,90, nesse preço até penso em comprar.

    Curtir

  7. gwy 02/07/2011 às 19:45 #

    Também não entendi porquê escolher um tipo ilegível que não fosse pra ser igual ao da Shonen Jump. =/

    Curtir

  8. RodTakira 02/07/2011 às 20:07 #

    9,90 ? achei ótimo o preço, com certeza vai estar na minha estante!

    Curtir

  9. carlos 02/07/2011 às 20:17 #

    Serio que é 9,90 e vcs axam barato Oo , 1 jump custa 250 ienes +- 5 reais tem umas 400 paginas com direito a paginas coloridas toda edição.
    Essa vai ter quantas paginas ? vai ter pagina colorida ? quantas historias por revista ? na jump vem 20 mangas numa mesma revista.

    comparemos entao:

    Ação x jump

    10 reais x 250ienes(5 reais)
    21 historias por revista x 5 ou 6 ?
    400 paginas com colidas x umas 120 ?

    so eu vejo algo muito errado nesse preço absurdo ?

    Curtir

  10. Mônica de Mattos 02/07/2011 às 20:50 #

    Os editores da Jump estão sabendo dessa franquia (ou quase franquia)? Por que pra ser igual desse jeito, só com autorização.

    Curtir

  11. Flavia 02/07/2011 às 20:51 #

    @Carlos, aqui é o Brasil, não o Japão. Eles tem faculdade de mangá, nós temos cursinhos de esquina. Eles desenham mangás há décadas, nós Mônica Jovem. São culturas totalmente diferentes, que tratam quadrinhos de forma totalmente diferente.

    No mais, dependendo se eu achar, e da minha condição financeira, eu até compre.

    Curtir

  12. carlos 02/07/2011 às 21:02 #

    Eles tem faculdade de mangá, nós temos cursinhos de esquina. Eles desenham mangás há décadas, nós Mônica Jovem. São culturas totalmente diferentes, que tratam quadrinhos de forma totalmente diferente.

    Flavia hum vo dar 1 de mara, dexa ver se o otaku aki entendeu !

    querme fazer uam revista de manga brasileira sem nen seguir o estilo de manga ? vai dizer que as paginas tb n sao de traz pra frente ?

    Curtir

  13. carlos 02/07/2011 às 21:09 #

    A ia esquecendo não é preciso faculdade nen uma pra desenhar beme criar 1 boa historia e memsoq tenha no mapao me fala 1 mangaka q fez faculdade pra isso ? papo furado isso o cara aprende a desenhar pro gostar de fazer isso e treinar.

    Curtir

  14. Panino Manino 02/07/2011 às 22:32 #

    Jump é algo GIGANTESCO, todos querem participar, a tiragem é na casa dos MILHÕES, porra, sério que querem comparar preço com algo feito na cara e na coragem?

    Curtir

  15. RodTakira 02/07/2011 às 23:58 #

    Carlos se não me engano o Kishimoto fez faculdade de artes plasticas só que desistiu por que não tinha dinheiro pra comprar as tintas.

    E os juros no brasil são altos, você quer comparar um país completamente desenvolvido com um sub-desenvolvido ? e ainda mais no quesito quadrinhos ? como o Panino Manino disse é algo feito na cara e na coragem, não é igual a Jump que se não vender vai continuar do mesmo jeito.

    Curtir

  16. Houndurr 03/07/2011 às 01:51 #

    carlos
    E por que as paginas seriam de trás pra frente?
    Se o texto original é em portugues, não vejo pra que colocar ao contrario.

    Curtir

  17. MFRS 03/07/2011 às 10:43 #

    Irei comprar!

    Curtir

  18. vigal 03/07/2011 às 11:47 #

    Oi pessoal,boa tarde

    Eu não entendo as pessoas do Brasil…
    Por que os Brasileiros nunca dão valor aos frutos do seu Pais?
    sei que o nosso pais sofre muito em outras questões,mas nós temos muito para se mostrar! Não existe a desculpa de que o Japão é um pais que tem uma cultura milenar e por isso é melhor do que nós.

    Temos a cultura indígena e negra que é um vasto territorio cultural(pode se dizer que as nossas lendas do nosso folclore pode se comparar aos Yokais japoneses se nós pensarmos bem).Acho um absurdo o Brasileiro chingar algo do seu pais sem ter conhecido antes!Muito sem noção!É por essas e outras que muitos artistas brasileiros talentosos saem de seu pais!Por que os seus semelhantes não dão valor para seus trabalhos e quando saem são valorizados la fora.
    Exemplo disso é a Era do Gelo e Rio que a equipe é praticamente brasileira(tem ate um do nordeste,que é a minha terra)por que se fosse aqui no Brasil ninguém iria assistir por que é brasileiro e filme e desenho daqui é uma merda para muita gente.

    Então é isso..Isso foi um desabafo de uma pessoa que pretende ser um artista futuramente,pois adoro quadrinhos e quero muito poder levar o brasil nessa empreitada e mostra ao mundo que somos capazes de criar coisas de valor,então parem de chingar matérias que ainda não foram divulgados e tentem compra produtos nacionais não com vista grossa e comparando com produtos de fora e sim tentando se identificar com essas obras…A e também os produtos daqui são caros por causa dos imposto,então se estão reclamando do preço vão reclamar com nossos políticos por que são eles que colocam valores altos nos impostos.

    A e outra…Parem de babar tanto o Japão,la é um pais lindo mas como todo lugar tem seus defeitos!Exemplo disso é que a maioria deles são Xenofóbicos(Principalmente com brasileiros).

    Eu irei compra com certeza essa antologia pois eu acredito nos artistas do Brasil!E se não der certo comprarei outro ate que algum consiga!

    Curtir

  19. gwy 03/07/2011 às 13:22 #

    A Ação Magazine é lida da direita pra esquerda, ainda bem. Senão, além de fazer esse logo ilegível, inverter a ordem de leitura com texto em português seria um tiro no pe.

    Curtir

  20. anny 03/07/2011 às 13:55 #

    amei a indireta

    Curtir

  21. Zh_Augusto 03/07/2011 às 15:20 #

    Sério vcs etão avaliando a revista como japoneses,e o logo não está ilegível há não ser que vocês sejam analfabetos.A revista está prometendo muito e o carlos fez toda uma conta sobre quanto é o preço da jump e tazl,mas esqueceu de contar com o nosso imposto,esqueceu de avaliar que a shueisha é uma das maiores editoras japonesas.Ninguém, obriga vocês a comprarem mas por favor critiquem com um pouco mais de sensibilidade…e inteligência pois de ignorantes com sua conversinha banal a equipe da revista já viu muitos…Ah e ao editor da matéria:

    Creio que realmente não era para aparecer o preço da revista se não,a imagem da capa seria muito maior…

    Curtir

  22. gwy 03/07/2011 às 16:39 #

    Desculpa, mas é ilegível mesmo. É o tipo de logo que precisa de legenda. Mas isso não quer dizer que o conteúdo da revista não é bom.

    Curtir

  23. hey.jude 03/07/2011 às 17:29 #

    Meu, sério que AINDA há pessoas que comparam PREÇOS de mangás lançados no JAPÃO e no BRASIL??? Juro, achei que já haviam digievoluído dessa fase!!!

    Curtir

  24. butecoshonen 03/07/2011 às 18:15 #

    Aonde a logo é ilegível? Só se a pessoa for cega mesmo, porque deu pra ler muito bem e inclusive genial ter se inspiração (ou copiado, entendam como quiserem) a Shonen Jump.

    No mais, as vezes as piadinhas da Mara não são tão engraçadas assim, mas ainda sim gosto deste blog!

    Espero ansioso pelo lançamento da Ação Magazine e pelo fim do monopólio da Turma da Mônica. A qualidade da revista parece ser ótima!

    Curtir

  25. gwy 03/07/2011 às 20:57 #

    Agora que você sabe o que está escrito, não venha dizer que está perfeitamente legível. Um analfabeto pode até desenhar o nome dele e reconhece-lo escrito em algum lugar, mas não quer dizer que ele consegue ler.

    Curtir

  26. gwy 03/07/2011 às 20:59 #

    E legibilidade é uma qualidade que determina a facilidade de leitura de alguma coisa.

    Curtir

  27. OPtard 03/07/2011 às 23:40 #

    Achei legal, se tiver dinheiro e achar na banca, provavelmente comprarei. Quanto a comparar preços, qualidade editorial e design de uma indústria completamente estabelecida, gigantesca e consolidada como a japonesa, que possui milhares de profissionais e escala em tudo o que você pode imaginar, com uma produção experimental brasileira feita mais artesanalmente do que com algum tipo de apoio profissional, eu acho além de ma-fé total, uma completa babaquice.
    Eu entendi a ironia da Mara e achei engraçado XD, e apesar do tom satirico, gostei do espaço que ela deu pra iniciativa dos caras (criticando e tirando sarro como deve ser [é o propósito do blog]), que sendo boa ou ruim, é louvável.
    Uma pena muito nego criticar apenas por criticar.
    Sou a favor de esperar primeiro antes de qualquer coisa, pra ver a qualidade, se vai ser regular, etc. Pra depois meter o pau. Tenha certeza que se for decepcionante, eu farei. Por hora, por ser uma iniciativa inédita e por ter idea de todos os obstáculos que algo do tipo tem pela frente, no Brasil, prefiro dar algum crédito pros caras. Mas como dito, isso não será uma constante eterna.

    Curtir

  28. LeoHamasaki 03/07/2011 às 23:56 #

    Eu não achei o logo ilegível, mas tá bem feio… Também não gostei da capa, das histórias… Mas vou comprar, é uma iniciativa legal, interessantíssima! Espero que algum dia saia um mahou shoujo nessa revista. XD

    Curtir

  29. Nero 04/07/2011 às 09:03 #

    Até hoje não consegui definir se o objetivo deste blog é de criticas ou reclamações… ou os dois…

    Sobre o preço da revista não adianta culpar a editora, culpem o próprio governo que cobra impostos tão imensuráveis que você chega a pagar o mesmo imposto na matéria prima do seu produto, no processo de manufatura e na venda.
    Ninguém acha estranho que o Japão com um território 10 vezes menor que o nosso consiga o papel a um custo menor que nós conseguimos?

    Curtir

  30. jessica 04/07/2011 às 10:57 #

    Vou comprar (se chegar nesse fim de mundo que eu moro), quero ajudar uma boa inciativa nacional e tirar Turma da Mônica Jovem do pódio.

    Curtir

  31. JoO 04/07/2011 às 11:12 #

    A iniciativa é boa, mas é uma pena que seja restrita apenas ao publico shonen

    Curtir

  32. E.L.D 04/07/2011 às 12:38 #

    Ñ faz o mínimo sentido ficarem comparando com mangá. E se esse for o primeiro passo pra termos quadrinhos brasileiros com um estilo um pouco diferente d Turma da Mônica, Luluzinha e afins que venha.

    Ñ venham com essa d dizer q o Brasil é uma merda só pq banda colorida, sertanejo e afins fazem sucesso.

    Curtir

  33. Fabio Sakuda 04/07/2011 às 12:42 #

    Tudo bem, pessoal? Muito bom ver que a maior parte das pessoas aprovam a iniciativa, suar a camisa, abrir uma empresa, fazer dívida e passar noites em claro por um sonho é algo que só é recompensado com a resposta do público.

    Talvez ainda exista muitos pontos a melhorar, reconhecemos isso, não temos a estrutura de uma grande editora, nem mesmo a verba pra começar com uma tiragem de milhões de cópias, mas vamos trabalhar pra que isso seja só neste início. Por exemplo, queremos muito um dia poder fazer uma revista feminina e outra pra um público mais velho. Só dependemos da resposta dessa nossa primeira investida.

    Quanto ao logo, ele é controverso, mas se gerou essa discussão, ele funciona como queríamos.

    Este logo da Shonen Jump, refeito na década de 90 pela Banana Groove Studio, tornava o logo da Jump ilegível e tirava as estrelas que eram parte dele até então. E o afastava da Shonen Sunday, que tinha o logo muito parecido com o primeiro da Jump, porque a Sunday era a referência para revista shonen na época. O novo logo vem com legenda e ficou icônico, simbolizando sua era de ouro.

    O logo da Ação tem a identificação com as antologias japonesas, e funciona mais como uma imagem do que como tipografia, tornando ele mais do que um nome grafado bonito em uma capa de revista. Ele é o símbolo dos autores e leitores de algo realmente novo, que carrega o legado japonês, sim, mas ganha sua identidade em cada história, e com a resposta de cada leitor. A Jump foi calcada na opinião do público japonês. A Ação pode ter a cara do leitor brasileiro.

    O novo não é algo superficial e visual. O novo é algo que começa aqui e ganha corpo e alma com o tempo e com a participação de todos, especialmente dos leitores no nosso caso.

    Estamos abertos para todas as críticas, dúvidas e opiniões. Você também é parte da Ação!

    Curtir

  34. Gin-dono 04/07/2011 às 13:21 #

    /\ this

    Curtir

  35. Mariana 04/07/2011 às 13:58 #

    Desde quando isso aqui virou um espaço pros editores virem “se defender”? Claro que eles têm esse “direito”, mas Jesus, this is so BORING, foi mal mas so sincera e não quero ler wall of text que não me faça rir, já faço isso o suficiente na faculdade.

    A Turma da Mônica Jovem mantem esse posto porque é uma “continuação” de algo que todo mundo já leu quando criança, os gibis. É sim no estilo mangá, mas é feito de um modo que todos consigam assimilar e entender (querendo ou não, a maioria dos mangás populares não são nada semelhantes à nossa cultura, por isso não são um sucesso de vendas absurdo).

    Eu espero que essa revista venda não pra “incentivar o mercado”, mas só porque eu tenho dó de imaginar o cara suando a camisa nisso e no fim não dar em nada =P mas eu não vou comprar.

    Por que? Simplesmente porque eu não sou o público alvo. Isso é obviamente pro público masculino, de 12~19 anos (claro que sempre tem aqueles que pararam mentalmente nos 14 anos, mesmo com 30 biológicos). Nada contra, só não é meu estilo.

    Sucesso a todos os envolvidos.

    Curtir

  36. Jussara Gonzo 04/07/2011 às 14:07 #

    Realmente a capa está bem feia. Seria melhor Tunado ser a capa da primeira edição, mas tudo bem…

    Cofre na certa!

    Curtir

  37. Maria Eugênia Lemos 04/07/2011 às 17:31 #

    Quem vai ler ou não a revista não interessa, mas ninguém aqui tem o direito de reclamar de alguma coisa, tanto de preço como do logo. Se não vai comprar a revista, não reclame, pois não sabe de nada e não tem do que reclamar.

    Muitos aqui podiam ter mais dignidade e não ficar de quatro pra um país que nem ao menos deve ter visitado. É claro que eu admiro muito o Japão e é um país que quero muito conhecer, mas eu nasci aqui e acredito nos brasileiros também, que com um pouco de esforço e determinação agente consegue fazer o que quisermos.

    Varias pessoas aqui queriam poder desenhar e mostrar as suas habilidades pra todos, assim como muitos Mangakás Japoneses fazem. A Ação ta dando essa oportunidade pra muitos daqui, todos ele batalharam e se esforçaram ao máximo pelos sonhos deles e pelos sonhos de muitos.
    Eu os admiro, eles estão apostando nisso, e eu acredito neles, porque eu acompanho a Ação desde muito tempo, e vi o quanto eles se esforçaram, e também conheço os projetos da Ação,e por isso mesmo não tenho do que reclamar, a única coisa que eles merecem são os nossos PARABÉNS.

    EU apoio a Ação e sei que vai ser um grande sucesso, e muitos dos que estão reclamando aqui, vai estar um dia lendo a Ação, rindo com a Ação, e se emocionando com ação.

    Então só reclamem do que vocês conhecem!!!

    Curtir

  38. elias 05/07/2011 às 09:04 #

    A Mara mais uma vez provando o quanto ela é sem graça. que crítica mais sem jeito. e o pior é que ainda tem um monte de gente aí que concorda com o que ela diz.
    E como é que você vai comparar uma revista brasileira feita por uma editora que tá começando, com poucos recursos e sem garantia de retorno rentável com uma grande editora japonesa que já está no ramo Há décadas e com um público garantido, como a Jump?
    o Alexandre Lancaster é uma das poucas pessoas que teve coragem de investir em algo tão arriscado como esta publicação e em vez de apoiar a iniciativa esse povo só sabe reclamar.
    acredito que a Ação tem grande potencial e os caras não estão fazendo uma aposta às cegas, eles sabem o que estão fazendo e, independente da opinião barata de muita gente por aqui, a revista tem grandes chances de crescer e abrir caminho para um grande mercado de quadrinhos brasileiros.

    Curtir

  39. Lucas 05/07/2011 às 09:33 #

    Vocês tem sérios problemas de leitura. ONDE que a Mara falou mal da Ação Magazine? Ela apenas constatou que o logotipo é igual o da Jump.

    Ontem mesmo ela tava no Twitter conversando numa boa com um autor da revista falando de que tava louca pra comprar.
    E mesmo se ela quisesse reclamar, é o direito dela, mesmo que a revista não tenha saído ainda.

    O Lancaster não é nenhum anjo que caiu do céu, ele é apenas uma pessoa que tá tentando entrar num mercado. Infelizmente, esse é um mercado que as pessoas costumam comprar coisas “para incentivar” ao invés de comprar por ter qualidade.

    Só isso explica terem comprado aquelas porcarias de mangás do Futago Estudio que nunca ganharam segunda edição.

    Continua assim, Mara.

    Curtir

  40. wandeson 05/07/2011 às 11:32 #

    Boa iniciativa do grupo da Ação Magazine. E parabéns ao Lancaster. Espero que eles consigam melhorar bastante a revista.

    Adoro quadrinhos. Amo a personagem, inclusive tenho uma HQ dela, que acho que poucos aqui conhecem, chamada Mirza do autor, já falecido Eugênio Colonnese (nascido na Itália e radicado no Brasil. Cujo o pai italiano e mãe brasileira), criada por ele 1967. Acredito que que devemos dar valor ao que aqui é produzido. Criticar faz parte e extrememamente necessário, mas se não sabe propor soluções para resolver aquilo que critica é melhor ficar em silêncio.

    Não creio, como vi em um comentário, que está revista seja para pessoas de 30 que pararam na idade dos 14. Cada um tem seu gosto. Eu mesmo não gosto do som de Justin Bieber tão pouco de bandas EMO nem por isso sou estupido de achar que eles são inferiores ou qualquer coisa do gênero.

    E o post foi sobre a semelhança entre os logos e a frase “Junte-se ao novo! Seja o novo!” que acabou abrindo espaço para a irônia com um tom critico.

    A qualidade do ponto vista gráfico, e quantidade de páginas podem não ser boas. Mas devemos ver primeiro. Afinal as pessoas desenbolsam, mesmo sendo caro, para comprar produtos de fora mesmo sem ter certeza da qualidade por que não faz o mesmo para o nacional. Se o material não for bom é só emitir opinião e sugerir soluções para melhorar ou não comprar as próximas edições. Bater só na tecla do problema não adianta. O brasil precisa de “soluções”. Que foi o que alguns comentário fizeram ao falar sobre a relação preço e número de páginas criticando também os altos impostos apontando como “solução” cobrar dos politicos uma mudança nesta situação.

    Por fim eu comprarei a revista sim. Se gostar e tiver condições continuo.

    Curtir

  41. rena 05/07/2011 às 13:41 #

    so falta reclamarem agora do dedo do bonequinho que devia estar indicando 1 por ser a primeira edição.
    se eu gostar e tiver mais dinheiro eu compro outra primeira edição, e tentarei fazer meus amigos comprarem, se não gostar apenas emprestarei para meus amigos. legal o cara da editorar vir aqui, me empolgou.
    o logotipo da jump esta muuuuito mais ilegível, mas pra mim esse é o tipo de coisa que não importa.

    Curtir

  42. Carol 05/07/2011 às 17:04 #

    Resumindo (e concordando)

    Adorei a iniciativa e vou comprar
    Odiei o logo e vou torcer pra mudarem isso =P

    Problem?

    Curtir

  43. vigal 05/07/2011 às 21:04 #

    olha só pra deixar claro,Mara.
    eu não to reclamando de você não viu…
    por que eu entendo o objetivo desse blog e tudo mais,que é criticar de uma forma bem descontraída.Eu só aproveitei esse espaço e o assunto para falar de algo que eu vejo o povo brasileiro sempre fazendo:Falar mal e reclamar do seu pais,e isso inclui os quadrinhos.

    Bem é isso
    e continue com esse blog maravilhoso que você tem,Mara^^

    Curtir

  44. Mariana 05/07/2011 às 23:58 #

    @wandeson

    sugiro que vc leia meu post com mais atenção antes de falar que eu disse que é SOMENTE para pessoas de 30 anos com cabeça de 14, um dia você vai entender o que significa algo ser mais indicado para uma certa faixa etária do que outra, passar bem.

    Curtir

  45. Chris Galford 06/07/2011 às 17:25 #

    Compraria, mas pra ver onde eles acertaram e eles erraram.

    9,90 em uma revista dessas, só a carga tributária abusiva justifica.

    Mas, sinceramente, eles poderiam fazer algo vindo deles mesmos, e não xerocar o logo da jump como fizeram.

    Curtir

  46. J.r. Pereira 07/07/2011 às 23:36 #

    A premissa dos caras é fazer uma Shonen Jump brasileira. A começar pelo título, um plágio descarado.

    Beleza.

    A diferença é que a Shonen Jump tem uma total preocupação com seus leitores.
    Tão grande que se os leitores não gostam de um mangá, ele é eliminado da revista, sem dó nem piedade.

    Eu quero ver se o lancaster tem coragem de estabelecer esse referencial aqui!
    Quero ver se ele abre espaço pros leitores opinarem sobre as HQs e se eles não gostarem de um título, consequentemente o mesmo tem sua publicação encerrada.

    Heh! Duvido!

    Curtir

  47. Icarix Ace 10/07/2011 às 23:33 #

    Bom, aí nesse caso acho que é mais fácil o criador/desenhista dar o cano no Lancaster, abandonar o barco e deixar a história incompleta, ao saber que é o menos votado/preferido! (vai saber, afinal, é Brasil!)

    Curtir

  48. Jack 15/07/2011 às 18:58 #

    mara… VTNC!

    Curtir

  49. cirovisqui 05/08/2011 às 11:51 #

    Não gosto da fonte da Logo. Não por esse suposto plágio, mais por que tenta japoneizar o nome, ficando confuso. Aconselho a mudança desta logo, pelo menos pra simplifica-la, e a escolha de fontes menos “japoneizadas” nos anúncios da capa, que além de dificultar a leitura tem um tom um tanto brega.

    Curtir

  50. zVan 01/10/2011 às 11:49 #

    Lixo de pagina ; Lixo de Blog ; Lixo de autora ; mais de oito mil pff se algem pensou que iria apareçer alguma critica que prestasse nessa merdinha de Blog não preciso nem falar que é retardado… num vo nem discutir os pontos que a Ação magazine tem … se pensarem assim por mim que se fºda

    Curtir

  51. Aoshi 13/10/2011 às 22:21 #

    Eu já possuo minha Ação Magazine que por sorte encontrei na Bienal e devo dizer que vale a pena sim, ainda está em fase inicial é verdade mas com o tempo pode mudar o rumo dos quadrinhos brasileiros, devo ressaltar também que os títulos são ótimos!

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: