A Repercussão Justa do Jogo Injusto

2 fev

Depois de todo o barraco a respeito do Dia do Jogo Justo, que rendeu até matéria no Jornal Nacional, vimos que teve muita repercussão positiva. O Dia do Jogo Justo foi no dia 29 de Janeiro de 2011, e três dias depois já tínhamos novidades sobre as taxações e impostos.

Veja o que deu no UOL Jogos:

Hmm, então pela falta de interesse político o negócio foi arquivado. Um projeto de lei que ia tirar os jogos da classificação atual e colocar no mesmo patamar de produtos de informática, que são relativamente mais baratos, foi abandonado no congresso.

Vamos ver o que o Moacyr tem a dizer sobre isso?

Então o Jogo Justo não tem nada haver (sic) com o Projeto de Lei que visava diminuir os preços, afinal é um MOVIMENTO. E todos nós sabemos que um MOVIMENTO é muuuuito maior que um PROJETO DE LEI.

Mas mesmo assim isso pode prejudicar um pouco o Jogo Justo, né Moacyr? Tem algo que você planeja fazer sobre isso?

Então você sabia a tempos (sic) que ia ser arquivado? Que bom que você decidiu que o Jogo Justo vai tentar encaixar os jogos eletrônicos como cultura. Porque se tem algo que todos sabemos que os games são, esse algo é…

CUL…


…TU…

…RA!

***

(@maisdeoitomil)

41 Respostas to “A Repercussão Justa do Jogo Injusto”

  1. Halan 02/02/2011 às 19:50 #

    A tempos já dava praver que não ia haver nenhuma mudança. Trágico.

    Curtir

  2. LG 02/02/2011 às 19:52 #

    É muita cultura junta!

    Curtir

  3. Grande Nappa 02/02/2011 às 19:53 #

    Jogo Justo melou. E o responsavel poderia ter aproveitado pra levantar essa lei ai… e deu no que deu.

    Brasileiros, continue comprando seus queridos games lá fora,pois aqui você é um mero gamer nerd tetudo suado e espinhento para o governo.

    Falo mesmo.

    Curtir

  4. Grande Nappa 02/02/2011 às 19:55 #

    Imaginei os gamers que deram o suor para comprar no dia do evento ao ver essa noticia. Merecia a tag #jogojustodadepressao

    Curtir

  5. Power Otaku ^_^x 02/02/2011 às 19:59 #

    ORA! ENTÃO PRA QUE PORRA SERVIU O JOGO JUSTO MOACYR SE VC JÁ SABIA QUE NÃO IA DAR EM NADA? QUE MERDA HEIN O_oX

    Curtir

  6. RenanTsilva 02/02/2011 às 20:11 #

    Essa viagem era realmente necessária?

    Sim, jogos são cultura… se acha que não, opinião sua!

    Vá assistir Cocoricó, é na cultura!

    Curtir

  7. Cotcha 02/02/2011 às 20:40 #

    Moacyr é mais boçal do que os gamers que vão na dele.

    Curtir

  8. boogiepop 02/02/2011 às 20:58 #

    eu juro que faz todo sentido do mundo classificar como INFORMÁTICA, agora CULTURA é forçar a barra, puta que pariu vai se foder se não passar como CULTURA, tentem PRODUTOS AGRÁRIOS pq usando hack dá pra jogar Farmville no PS3.

    Curtir

  9. Cristian 02/02/2011 às 21:49 #

    Eu gosto de jogos , e gostaria deles mais baratos , mas não concordo em colocá-los como cultura …

    Curtir

  10. gwy 02/02/2011 às 22:37 #

    Jogos produzidos fora do país como cultura? Que herói.

    Curtir

  11. Ryo 02/02/2011 às 23:43 #

    Cinema é cultura, certo?

    Alguns filmes tem violência, sexo, alguns tem histórias ruins, mas ainda sim é cultura não é mesmo?

    Ué, então porque os games não seriam? O que difere os games dos filmes? Ah, já sei: A interatividade! Então podemos dizer que os games são uma cultura melhor que os filmes, não é mesmo minna?

    É Mara, seu cérebro está definhando! Mais uma pérola!

    Acho que você deveria conversar um pouco mais com seu kareshi sobre games antes de screver essas baboseiras…

    Curtir

  12. Ryo 03/02/2011 às 00:11 #

    Continuando o comentário anterior, vamos dissecar esta comparação quase profana entre os filmes (que são CULTURA) e games (que são brinquedinhos).

    Um filme deve ter um roteiro, certo? Então pra isso precisamos de um roteirista, que na verdade é um escritor, ou seja, um grande representante do meio cultural. Coincidentemente os games também tem roteiristas, isso não é mágico pessoal?

    Pois é, mas pra um filme ser realmente mágico ele tem que ter boas músicas como trilha sonora. E não é que nos games eles criam trilhas sonoras sensacionais, inclusive muitos deles com orquestras gigantescas e com compositores extremamente talentosos? Não é fantástico minna-san? Afinal, músicos são representantes do meio cultural, não é verdade? SUGOOOOOI!

    Ah, mas os games tem algo que os filmes não tem: ATORES! OHHHH NOOOOO! Então games não podem ser cultura!!! Opa, mas espera, não existem atores, mas existem designers de personagens e uma infinidade de ARTISTAS gráficos, que fazem verdeiras obras de arte para que você nerd tetudo se sinta parte do seu brinquedinho, vulgo games.

    Realmente, games não são cultura. Melhor mesmo é sentar no sofá, comer pipoca pra fazer aumentar a teta e assistir um filme. Pra que interagir com tudo isso que foi criado, né? =/

    Curtir

  13. boogiepop 03/02/2011 às 00:15 #

    Ryo, acho que você está sendo meio… infantil. Games são uma cultura melhor do que filmes por causa de interatividade? Puta que pariu né, ser gamer beleza, eu também sou, só não seja idiota.

    Filmes são cultura por possuirem clássicos atemporais marcantes na vida de GRANDE PARTE DA POPULAÇÃO MUNDIAL, assim como livros e músicas. Agora colocar LIVROS, FILMES E VIDEO GAME no mesmo patamar é demais pra minha vida. Em NENHUM LUGAR DO MUNDO jogos são considerados ARTE, existem alguns jogos que possuem influências artísticas (Flower, Braid), mas mesmo assim continuam sendo ENTRETENIMENTO. Pra ser considerado arte, será necesssário um longo caminho e reconhecimento por profissionais da área cultural, você está sendo totalmente parcial na sua opinião.

    Veja bem que estou dizendo ARTE, já que CULTURA é algo diferente e um termo que foi errôneamento empregado. Não vão ser nerds tetudos que julgarão se video-game é arte/cultura ou não, serão pessoas letradas, com décadas de estudo e que têm isso por profissão. E com certeza não será o Brasil que abrirá precedentes sobre essa suposta classificação.

    Curtir

  14. Imp 03/02/2011 às 00:37 #

    Por favor defina cultura, ou mais especificamente, neste caso, arte, visto que a base da ideia do Moacyr é apresentar os jogos como sendo uma forma de arte.

    Sem puxar pro lado dele, apenas acho tosco gente dizendo que tal coisa não é “cultura” ou “arte” sem nem saber definí-las.

    Curtir

  15. David Denis 03/02/2011 às 01:18 #

    Um movimento que não vai dar em nada e não quer aprovar lei nenhuma…? QUE???

    Curtir

  16. Roberta 03/02/2011 às 01:58 #

    Há, aposto minhas jujubas que isso de tentar levar pro lado da cultura não vai dar certo. Oe?

    Curtir

  17. Jyw 03/02/2011 às 02:27 #

    Eles já sabiam que não ia dar em nada o jogo justo ou o projeto de lei?

    Fica a dúvida.

    Curtir

  18. gwy 03/02/2011 às 08:45 #

    Antes de considerar jogo como cultura, deveriam aceitar arte sequencial como obra de arte. Os dois tem um objetivo altamente comercial envolvido e é por isso que esta discussão vai longe sem dar em nada.

    Curtir

  19. Syaoran-kun 03/02/2011 às 09:03 #

    Cultura segundo a Wikipedia:

    “Cultura (do latim colere, que significa cultivar) é um conceito de várias acepções, sendo a mais corrente a definição genérica formulada por Edward B. Tylor, segundo a qual cultura é “aquele todo complexo que inclui o conhecimento, as crenças, a arte, a moral, a lei, os costumes e todos os outros hábitos e aptidões adquiridos pelo homem como membro da sociedade”.”

    Olhando assim, se levarmos ao pé da letra, jogos podem sim ser cultura. Agora, na prática… Vamo combina, né minna?

    País nenhum no mundo classifica jogo como cultura e se levarmos na prática, por tudo que é classificado como cultura, o foco dos jogos é diferente. Deputado nenhum no Brasil iria aprovar jogos como cultura.

    Por tanto, se havia um projeto lei pra taxar jogos como informática (muito mais coerente e mais fácil), por que o sr. Moarcy não o apoiou e tentou aprová-lo para, então, atingir os seus supostos objetivos e o dos gamers mais rápido?

    Ah, claro, é porque o real objetivo do Moarcy é cozinhar os gamers em banho maria, arrecadar muita publicidade e dinheiro para si e depois dizer: pena gamers, fizemos de tudo mas o nosso país nunca vai mudar.

    Esse é o Jogo Justo. Justo pro Moarcy, claro.

    Curtir

  20. boogiepop 03/02/2011 às 09:29 #

    obrigada, Syaoran-kun.

    acrescento aqui que o objetivo do Moacyr também é vender aquelas camisetas horrendas do Jogo Justo, assim todo mundo assim que te ver vai saber que você é pobre.

    Curtir

  21. Apo 03/02/2011 às 09:34 #

    Mais uma prova que o Jogo Justo era um marketing pessoal do nerd de moleton.

    Curtir

  22. Ruendo 03/02/2011 às 09:58 #

    Nerd de moleton huahuahuahua.

    Curtir

  23. Aline Kachel 03/02/2011 às 12:51 #

    Não tem nada haver isso aí não. Você devia saber isso a tempos.

    Finalmente alguém que sabe português básico :D

    Curtir

  24. Musashi 03/02/2011 às 13:11 #

    Se esse dia foi mesmo um fiasco como a bloqueira Mara quer fazer parecer, então me explica esse artigo da IDG Now

    http://idgnow.uol.com.br/computacao_pessoal/2011/02/03/dia-do-jogo-justo-registrou-dois-games-vendidos-por-minuto/

    Mara e leitores desse blog, vcs já viram as fotos q o Moacyr colocou no perfil dele do Orkut?

    Uma loja em Natal, por exemplo, vendeu vários jogos além daqueles 3 previstos por 99 reais

    Call of Duty: Black Ops tava sendo vendido a 99 reais…Block Ops pessoal!!!

    Agora, vem a Mara dizer q ninguém conseguiu comprar nada… Eu mesmo comprei MGS4 mais barato…

    E ainda vem fazer uma comparação nada a ver com produtos vendidos na Amazon…oras, se é pra comparar, compare games pra PC e games pra Consoles vendidos no Brasil

    Games pra PC custam 99 reais no dia do lançamento, Games pra consoles custam entre 170 a 200 reais. Isso no Brasil!!! Pq?? Me explica Mara! Vc não entende tudo de games??

    É por causa dos impostos, Mara! O mercado de PCs recebe incentivos fiscais, o mercado de games não…sendo q ambos são a mesma coisa, é tudo software!

    Ainda vem uns leitores desse blog dizer q encontra mais barato na Santa Ifigenia…claro! No paraíso da ilegalidade, com certeza!

    Outra coisa…se funk é considerado cultura, pq games não??

    Vcs esquecem q existe gente q quer trabalhar com games no Brasil, vcs esquecem q muitos jovens brasileiros estão estudando para se tornarem desenvolvedores de games…a abertura de um mercado de games no Brasil criaria milhares de postos de trabalho diretos e indiretos…o projeto não é só baixar os impostos! Eis a importancia da criação da Acigames…Eis uma coisa q a Mara ainda não entendeu ¬¬

    Curtir

  25. Apo 03/02/2011 às 13:14 #

    Lálalala:

    http://finalboss.uol.com.br/fb5/ctu.asp?t=2&cid=68150

    Curtir

  26. Fahel_Dragon 03/02/2011 às 14:16 #

    Toda vez que eu vejo aquela primeira imagem eu enxergo um monte de chapinha sei lá pq lol

    Curtir

  27. cham 03/02/2011 às 15:51 #

    e o que o verbo haver tem a ver com isso?

    Curtir

  28. boogiepop 03/02/2011 às 17:05 #

    Caro Musashi, quem é que considera funk cultura? Vá pentear sua mãe.

    Curtir

  29. Musashi 03/02/2011 às 17:16 #

    Mara e pessoalzinho preguiçoso q só sabe pesquisar em foruns.

    Leiam a PL300/07…Se entenderem o q está escrito, verão q essa proposto visa incentivar a produção nacional. Ela segue por uma linha de pensamento diferente do Jogo Justo q visa primeiro criar um mercado propício.

    Como vcs são preguiçosos pra pocurar no site da Camara, vou colocar o link da proposta e da lei citada aqui.

    http://www.camara.gov.br/sileg/integras/439579.pdf

    http://www.camara.gov.br/sileg/integras/440328.pdf

    Conclusão…essa lei não impacta o andamento do projeto jogo justo.

    Curtir

  30. Mickie-chan 03/02/2011 às 17:29 #

    Adorei a analogia dos games e cultura com as imagens que vc fez Mara, mensaqgem simples e direta.

    Agora é muito chato ter de aturar gamemaníaco tentando defender a tese de que game também é cultura (queria saber qual, da subcultura nerd?), haja saco!

    Curtir

  31. Kapan 03/02/2011 às 17:34 #

    Jogos são cultura. Assim como há “jogos para nerds”, como Sonic, Mario, Zelda, RPG, cinema, que também é cultura, temos Star Wars, Star Trek, etc.
    É uma cultura porque faz parte do dia-a-dia das pessoas.
    Assim como TV é cultura e temos o Big Brother.
    Mais alguém?

    Curtir

  32. uno 03/02/2011 às 17:50 #

    Então porque no Japão o Hideo kojima é considerado um artista? :(

    Curtir

  33. A.L.-san 03/02/2011 às 20:11 #

    As pessoas não deviam levar a sério o que a Mara fala.
    Ela nem entende de games.

    Curtir

  34. boogiepop 03/02/2011 às 20:33 #

    Querido Kapan, favor colar o link do seu lattes aonde vc comprova que fez um trabalho de pesquisa científica comprovando que games são cultura e que você tem um entendimento perfeito do que REALMENTE é cultura, sendo então um especialista no assunto e uma pessoa APTA a classificar games dessa maneira. Caso não tenha nada disso, sugiro que pare de jogar tanto CoD e vá na academia perder essas tetinhas.

    É fácil falar que é cultura só porque VOCÊ GOSTA. Saiam da casa da mamãe um pouco, leiam livros, assistam clássicos, visitem museus…

    Acredito que alguns games tenham atributos artísicos, mas pra atingir o patamar de ARTE e CULTURA desfrutado por livros, pinturas e filmes ainda é necessário que eles tenham um grande impacto NA SOCIEDADE COMO UM TODO, que levem um grande número de pessoas à reflexão sobre o seu significado.

    Ainda não é o momento de games serem considerados assim, mas com a casualidade dos jogos acredito que seja possível um dia. Voltem daqui a 20 anos com essas idéias.

    Curtir

  35. random 03/02/2011 às 21:42 #

    > Assim como TV é cultura e temos o Big Brother.
    Pra mim, ficou claro que o Kapan estava só trollando.

    Curtir

  36. S h i 04/02/2011 às 02:27 #

    Censura nas imagens não vale -brinks.
    Realmente, não estou por dentro dessa do Jogo Justo. Não ligo muito, mas sempre estou sendo bem informado aqui, sem manipulação de informações ou contas erradas =}

    Obrigado, Mara – nada a comentar sobre o post.

    Curtir

  37. Adriel Bruno 04/02/2011 às 23:02 #

    Músicas são consideradas arte e cultura, certo?
    Filmes tbm, livros tbm, entre outras coisas, isso é incontestável.
    Porque não, exatamente, incluir os games? Só porque aqui nesse país eles são considerados brinquedos? Ou pelomenos foram, por muito tempo, pois atualmente tem centenas de milhares de pessoas no Brasil que não concordam com isso (e daí que a maioria é composta de nerds? são seres humanos normais, como todo o resto). A mente atrasada de vocês é que não permite ver todos os elementos comuns a músicas, filmes, livros e games. Todos são apreciados por muitas pessoas, fazem parte do cotidiano de milhões de pessoas no mundo inteiro, dá pra encaixar todos eles em qualquer conceito de cultura que existir. Apenas mentes atrasadas e conformadas não percebem. É triste, e é um dos motivos desse país não ir pra frente.
    PRESTEM ATENÇÃO, EU DISSE UM DOS MOTIVOS, NÃO DISSE QUE É O ÚNICO, pra depois não sairem dizendo que tem um maluco que acha que pro Brasil melhorar as pessoas precisam jogar videogame.

    Curtir

  38. Musashi 05/02/2011 às 01:25 #

    Ó céus!

    Pessoal acha q a postura do blog de criticar significa transparência, e q não há nenhuma manipulação de informação…Só Jesus na causa ¬¬

    Para o pessoal q acha q o blog da Mara é a verdade absoluta (só pq ela critica), venho dizer q o twitter do jogo justo não disse apenas aquilo ali q está no post…informação incompleta leva a má interpretação do contexto…

    Outro: Kotaku (mesma fonte q este blog usou) explica para os desavisados sobre a PL300
    http://www.kotaku.com.br/conteudo/kotaku-explica-o-que-significa-o-arquivamento-do-projeto-de-lei-3002007/

    Curtir

  39. boogiepop 05/02/2011 às 20:16 #

    meu caro, estamos todos aqui para dar boas risadas. se vc quer catequizar, sugiro que vá ali —–> rua.

    Curtir

  40. Empala a Mara 07/02/2011 às 17:04 #

    Querendo induzir os leitores ao erro ou então não és inteligente o bastante para saber que o projeto Jogo Justo pertence a uma diretriz totalmente diferente à proposta da PL, mas com finalidades parecidas. Agora fico admirado com tanto rancor guardado pelo Moacyr, ele te comeu mal foi? Fala para o Tio Moacyr te colocar de quatro da próxima vez.

    Curtir

  41. Suicune 24/02/2011 às 08:37 #

    Foda essas pessoas q não acompanham o projeto e ficam avacalhando!!!!

    Seria cinismo esperar q um projeto q estava a + de 3 anos tramitando no Congresso rendesse alguma coisa!!!

    Desde o início o Moacyr disse q tentar mudar essa realidade por meio de uma lei, poderia não dar em nada!!! O foco do Jogo Justo é a Receita Federal.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: