Tag Archives: Sinuelo

O meu problema com o Love Hina da JBC

5 mai

Oi, minna, tudo bem? Vou dar uma pausa nesses dias sem post para voltar com um artigo opinativo, que kuso né? Tudo começou com a segunda maior decepção do meu namoro que foi quando meu kareshi querido comprou a republicação de Love Requentina da JBC (a primeira decepção foi quando começamos a namorar e ele usava um wallpaper do Sasuke para representar a subjetividade adolescente dele). Resultado: quase terminei o namoro com ele.

“Mas Mara, sua blogueira que ainda deve a matéria do K-Pop no Gilberto Barros, por que essa republicação te incomoda tanto? Você teve algum ex que era igual ao Keitarô-kun?”

SOME DAQUI! SAI DO MEU PROGRAMA!!! EU NÃO ADMITO ALGUÉM QUE USA OS COMPLEXOS E INTRADUZÍVEIS HONORÍFICOS JAPONESES!!! NÃO QUERO MAIS VER A TUA CARA!!! BAIXARIA É VOCÊ!!! MACHO TEM PRA TODA HORA!!!

baixariaevocecristinarocha

Desculpa, minna, eu me exaltei. Mas, então, meu problema com o Love Hina é o que ele representa para o mercado de mangás. Acompanhem meu raciocínio. Quais são os motivos alegados para a JBC lançar o mangá de Love Hina? Vamos enumerar abaixo os motivos:

1- Foi um dos primeiros mangás da editora e alguns volumes são mais raros de se encontrar que notícias sobre a saúde da Ai Yazawa.

2- É muito querido pelos otakinhos, porque foi um dos primeiros animes a ser legendado e distribuído pela interwebs.

3- Tem mulheres gostosas se prestando a poses comprometedoras, fruto de uma mente doentia.

Todos esses motivos justificam uma boa venda, então a editora está certa de publicar Love Hina. Devemos lembrar que a JBC não é casa de caridade, e busca o lucro acima de tudo. O que eu vejo de errado é um detalhe bem simples: a editora está publicando isso porque não tem mais nada de relevante para publicar.

O mercado de mangás do Burajiru é movido a shonens. Isso vem desde os primeiros lançamentos dessa nova fase dos mangás, com Dragon Ball e Cavaleiros do Zodíaco. E quem é que tem os shonens mais relevantes do mundo? A Shonen Jump. E quem publica mais shonens da Shueisha? A Panini. Alguns shojos até surpreendem, mas são minoria.

jbclovehina01

Não adianta a JBC se revirar, os mais importantes shonens estão na concorrência. Seja por ter pacto com o Dabura ou por ter diversas maletas cheias de barras de ouro que valem mais que dinheiro, a Panini atualmente publica todos os medalhões: One Piece of Shit, <3 Dragon Ball <3, Naruto, Blixo, Torikocô etc… enquanto a JBC tenta convencer que está viva lançando mangás curtos (como Another e Level E) e outros que têm tanto apelo para o público geral quanto um workshop de Ikebana (estou falando de Genshiken mesmo).

A solução encontrada pela editora foi apostar em uma coisa mais forte que lançar um mangá de qualidade: o NOSTALGISMO. Não sei se vocês convivem com pessoas normais não-otakas, mas conheço muita gente que começou a comprar o relançamento de Sakura porque comprou no começo dos anos 2000.

jbclovehina02

Ao invés de RENOVAR o público (algo que é complicado demais, convenhamos), a JBC preferiu oferecer algo ao pessoal que largou o mangá por algum motivo e não tem a menor garantia de voltar a esse mundo. Afinal, essas pessoas estão comprando porque gostavam de Sakura, e não por gostar de ler mangá.  E os relançamentos continuam. Veio Samurai X, veio Love Hina, veio Death Note (esse é um outro caso já), virá Yu Yu Hakusho etc…

O meu medo é que o já deficiente mercado de mangá entre na vibe dos relançamentos. Algum leitor espertão pode falar que nos EUA eles costumam relançar muita coisa, mas comparar o nosso mercado ao deles é o mesmo que comparar Ades Maçã com Mupy de uva.

Lembro, por exemplo, de uma famosa empresa da cultura mais rica que fez muito sucesso no passado, aí nunca mais conseguiu emplacar nada e hoje em dia vive apenas de seu passado.

jbclovehina03

JBC, cuidado para não ficar cega.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 3.121 outros seguidores