Arquivos | Trajetória do Ódio RSS feed for this section

Trajetória do Ódio – Por que Naoko Takeuchi odeia estrangeiros?

31 jul

Nesta vida temos um oráculo que tudo sabe. Ele se chama Google. Mas sabem qual é a pergunta que nem o Google sabe responder?

Sim, você esperava que eu ia aparecer com um print screen safado perguntando ao Google quando a JBC iria aprender que existe periodicidade bimenstral, né? Te enganei de novo! Então, nem o Google sabe por que Naoko nos despreza, então ressuscitei a seção “Trajetória do Ódio”, que agora é FIXA, para tentar explicar este ódio que Naoko Takeuchi sente pelos gaijins.


MOTIVO 1: Enganada por Tizuka

Na verdade, o ódio de Naoko Takeuchi por gaijin pode ser uma interpretação errada. Ela pode não odiar gaijin/estrangeiros, e sim ela pode apenas odiar Gaijin, o filme do Burajiru. Até entendo, pois quem curte Gaijin? Ela deve ter ido ao cinema porque leu errado o nome da diretora Tizuka Yamazaki e achou que era um filme do Tezuka. Bem aceitável. A única coisa não aceitável foi a decadência de Tizuka no cinema nacional, pois depois de Gaijin foi logo para os filmes da Xuxa.


MOTIVO 2: Toei mercenária

Já interessada em vender a bagaça do anime no exterior para compensar as vendas baixas de suas velharias, a Toei criou uma Master Class de enrolação para Sailor Moon. E isso pode ter feito Naoko ficar com raiva. Eu também ficaria putíssima com os estrangeiros se soubesse que meu mangá ganhou aquele filler horroroso dos irmãos gêmeos alienígenas só para que tivesse um número redondo de episódios pra vender no exterior.


MOTIVO 3: Censuraram sua obra mais rica

Não bastando a enrolação, os estrangeiros saíram censurando tudo que a mente deturpada de Naoko Takeuchi julgava ser correto para as crianças da Grande Nação Japonesa. Tiraram as Sailors lésbicas, tiraram as armas de fogo da mão de uma pobre criança sociopata de dez anos que odeia a mãe e aqui no Burajiru fizeram o Zyocite virar uma mulher. Nem notamos, porque o personagem era mais feminino que descolorir os pelos da perna enquanto se assiste a “Meninas Malvadas”.


MOTIVO 4: A Saban quis lançar nos EUA

Quem pensou em comprar Sailor Moon nos EUA foi a Saban, a mesma que hoje pega aquela coisa infantil chamada de “Super Sentai” e tenta deixar menos imbecil transformando em “Power Rangers”. Para Sailor Moon, ela pegou uma cambada de atriz importadas daqueles jogos em FMV de Sega CD para serem as guerreiras em Live Action. Seguindo a cartilha do politicamente correto, colocaram uma Sailor negra, uma japa e uma cadeirante. Se fosse hoje em dia teríamos uma gorda, uma viciada em internet que faz bico de pato em fotos e alguém representando uma tribo indígena.


MOTIVO 5: Os fãs de Sailor Moon

O principal motivo que ela odeia os estrangeiros são porque, no meio deles, existem os que amam Sailor Moon a ponto de fazer um AMV com uma música do Detonautas ou então aquele filme Live Action que já foi analisado aqui no MdOM (relembre aqui). Depois de ver isso, o ódio que Naoko sente é pouco. Se fosse comigo, eu sairia pela rua fantasiada de marinheira louca enquanto enfiava o Cetro Lunar no rabo de qualquer um que me olhasse feio.

Te entendo, Naoko, te entendo.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 3.121 outros seguidores