Arquivos | Analisando Especial – Hunter x Hunter RSS feed for this section

Analisando Especial: Hunter x Hunter – Phantom Rouge

19 ago

Isso mesmo, minna! Depois de um tempo sem essa seção delicada do blog, estou de volta com as análises. E já começamos com o pé direito, porque será uma análise de Hunter x Hunter, querida pelos 18 leitores que acompanhavam nossos posts semanais. E começamos também com o outro pé direito (porque fomos desenhados pelo Kurumada), porque vamos analisar o filme Hunter x Hunter – Phantom Rouge.

Nem vou enrolar porque a coisa vai ficar grande. IKIMASU analisar essa grande obra cinematográfica aqui no blog em um post repleto de spoilers, fillers e personagens de sexualidade indefinida (quase o clipe com letra do Applause).

phantomrouge01

E com essa piada horrível eu já perdi sete leitores, que preferiram fechar a aba com o Mais de Oito Mil e procurar vídeos do Carlito Tevez da Praça é Nossa.

Hunter x Hunter é um mangá incrível escrito pelo preguiçoso Yoshihiro Togashi, e o sucesso desse novo anime incentivou o estúdio a produzir um longa metragem da série. Mas que tipo de história poderia ser feita, sabendo que toda a história do mangá é encaixada como a dança do maxixe? Simples, enfiando o comprometimento com a história no CU e criando um roteiro cafona.

“Mas Mara, sua blogueira que não esconde ser fã dessa merda, o roteiro do filme é tão complexo e articulado como o mangá original?”

Caro otaku, se você quer algo articulado compre um bonequinho dos Power Rangers de virar a cabeça e se transformar. Mas digo que o seu cérebro não vai descansar durante todo o filme.

“Que legal, Mara, é porque o roteiro é incrível?”

Não, é porque você tentará o tempo todo encaixar a trama na cronologia da série e vai ignorar o roteiro ridículo composto por:

phantomrouge02

Sucesso, heim? A história é simples e começa a Kurapika andando na chuva reencontrando um garoto da tribo Kuruta/Kuluta/Qulrutha/Qualquer-Romanização-Bizarra-Feira-pelo-Togashi. Inspirado pelo grande clássico da música popular brasileira, Olhos nos Olhos de Chico Buarque, a Kurapika teve seus olhos roubados pelo moleque.

Já no hospital, Kurapika aproveita para dar uma folga aos animadores por estar todo enfaixado, e decide contar como conheceu o menino há muitos e muitos anos atrás. Leorio, nosso segundo divo desse anime, com certeza está muito animado para ver esse flashback, né?

phantomrouge03

No flashback temos uma história de como Kurapika conheceu o Pairo Otário, um garoto ceguinho da tribo. Ele fez uma missão junto com ele, foram bem, se amaram e praticaram aula de anatomia por método braile. Porém o destino, aquele ingrato, veio e fodeu com toda a tribo, deixando a pequena Kurapika com mais sede de vingança que a Nina de Avenida Brasil (sdds oi oi oi).

Depois do flashback, Gon decide se juntar ao personagem de cabelo branco que eu me recusava a mencionar no Analisando Séries Especial – Hunter x Hunter para trazer os olhos da Kurapika de volta. E enquanto eles têm uma longa viagem, temos tempo de pensar no seguinte…

phantomrouge04

COMO A KURAPIKA ACREDITA QUE ESSE PAIRO É DE VERDADE SE ELE TEM A MESMA ESTATURA DE UNS OITO ANOS ATRÁS? Seria Pairo um anão, estratégia pensada pelo Togashi inspirado no sucesso de Marquinhos no Programa do Gugu? (nossa, quantos assuntos ex-relevantes numa mesma frase, faltou só falar da L&PM Pocket e do Ken Akamatsu).

Gon acaba fazendo amizade com uma menina (ah, isso é um spoiler) que controla marionetes (parecido com uns dubladores brasileiros e seus fãs) e ela começa um longo discurso sobre como é importante os OLHOS de uma marionete. Ouviram bem? Os OOOOOLHOS de uma marionete. E o filme começou com o roubo dos…? OLHOS da Kurapika. O que podemos deduzir desse detalhe?

phantomrouge05

Muito bem, Godinez. Muito bem.

Aí o filme continu…

phantomrouge06

O MUSO HISOKA APARECEU!!!! Vejam como ele samba em salto 16 na cara de todos os recalcados dessa história com a apresentação mais homoerótica desde o clipe All The Lovers da Kyle Minogue.

Ele, antenado por visitar o Mais de Oito Mil antes do Chuva de Nanquim, já tá sabendo de tudo: o vilão do filme é o número 4 do Genei Ryodan, um mestre em roubar olhos e colocá-los em marionetes.

phantomrouge07

Agora que tudo faz sentido, a Kurapika e o Leorio vão com Gon até a casa de Omokage (dá pra perceber que é um vilão de filler, afinal seu nome não tem toda a exuberância lexical dos personagens de Hunter x Hunter) para um duelo sem igual. Eles se dividem em duas duplas, e enfrentam…

(  ) Soldados poderosos

(  ) Clones maléficos do Genei Ryodan

(  ) A fila do INSS

(x) As marionetes baseadas em pessoas de seus passados para uma luta com drama e superação.

phantomrouge08

Depois do drama, eles tiram estratégias do cu para vencer o vilão, que abandona esse mundo cruel para passar o resto dos seus dias tendo uma vida tão miserável quanto o Chico, aquele cara que tem um periquito que lê a sorte no Bom Dia & Cia e foi contratado como um freela num ano novo, mas que fez tanto sucesso que o Sílvio Santos o contratou definitivamente, já pensando que o periquito pode ser reaproveitado no próximo programa feminino do canal…minna, que divagação.

E a pergunta que não quer calar: por que assistir a esta bosta de filme?

MdOM Mangás – Analisando Level E da JBC

12 mar

Oi, minna, tudo bem? Caso você não tenha sofrido um choque emocional quando ouviu a voz da Sailor Moon em Sailor Moon R, você deve ter suas faculdades mentais em dia para saber que a editora JBC lançou o mangá Level E, daquele autor fodástico que é o Togashi. E eu puxo o saco dele mesmo porque o blog é meu e faço o que quiser.

Se você não conhece, eu explico. Level E é o mangá mais troll do mundo, no qual o autor tenta te enganar a todo custo e você sempre cai, porque é idiota. E é por isso que ele é incrível. E são só três volumes, então eu super recomendo. E fiquei tão empolgada que vou fazer uma análise do primeiro volume da editora JBC.

Está preparado? Então IKIMASU para uma análise especial do primeiro volume de Level E da editora JBC:

retornohisokadivo01

SURPRESAAAA!!! Decidi ser tão troll quanto o Togashi e mentir descaradamente pra todos vocês! Esse post é uma pegadinha feita para analisar OUTRA grande obra do Togashi: a cena do Hisoka no banho do episódio 68 de Hunter x Hunter!!!

Para quem não sabe o que aconteceu desde o meio de York Shin até aqui, eu resumo em poucos caracteres: a Kurapika se fudeu, Gon e Killua entraram num MMORPG e precisam de alguém para uma partida de queimada. E todos nós sabemos quem é o personagem que mais curte uma queimada na série é o Hisoka.

Todos os personagens usam uma carta mágica e vão ao encontro de Hisoka, sem saber que nosso DIVO estava tomando um banho. Imagens na sua tela:

retornohisokadivo02

OLHA QUE GRAÇA, MINNA. OLHA QUE CORPO PERFEITO!

Você, leitora feminina (ou gay, pode ser também), faça um exercício comigo e olhe para seu namorado e responda: Ele tem esse corpo? CLARO QUE NÃO! Olha que músculos, note que pose sexy sem ser vulgar, repare nessas mãozinhas estrategicamente colocadas.

Hisoka é belíssimo, é tipo uma Vênus de Milo… mas com os braços e com a unha mais impecável que quando dou gorjeta gorda para a minha manicure.

retornohisokadivo03

“Mara, sua tlogueira barada, você acha mesmo essa merda uma coisa genial?”

Claro que é genial, olha todo o subtexto dessa cena! Você pensa que é só o encontro de um vilão claramente homossexual com duas crianças, mas é muito mais que isso! Repare que atrás de Hisoka Divo tem um pedaço de pau, já mostrando pra gente o que ele gosta de verdade.

retornohisokadivo04

Apenas toda a minha inveja para Hisoka, que consegue ter um bumbum mais incrível que o meu .

(Apenas os velhos leitores entenderão essa)

retornohisokadivo05

E com a foto do Hisoka encarando a bunda dos meninos eu encerro esse post cheio de alegria e troll…. CLARO QUE NÃO!

Tenho mais uma coisinha para apresentar! Enquanto procurava o vídeo dessa cena antológica, encontrei um vlogger que fez um videocast especial só para falar da bunda do Hisoka. Confira o naipe do otaku:

retornohisokadivo06

Não sei se me impressiono mais com as capas de Blade na parede para ele sambar na cara dos brasileiros que acreditaram na Conrad ou se é no heterossexual móvel com o Trunks loiro na porta pronto para iluminar o lado de fora do armário para qualquer otaku que queira sair de lá. Mas aí lembrei que ele fez um vídeo inteiro para falar do banho do Hisoka, então achei o que me impressionava mais.

Cadê Leonardo Kitsune fazendo um Video Quest de 40 minutos só pra falar da bunda do DIVO???

Analisando Especial – Hunter x Hunter episódio 46

12 set

Peraí… episódio 46? Mas a Mara não tinha analisado só até o episódio 5? Cadê os outros 41 episódios?

Mas é claro que o leitor tonto está pensando nisso. Você não viu as outras 41 análises de Hunter x Hunter porque eu decidi voltar com isso agora graças à falta de paute e queda nas visitas você é desatento. Mas pensando em você, vamos ver o nosso especial de um parágrafo cooooom…

Gon molhou a mão do autor e conseguiu virar Hunter ao lado da Kurapika, do Leorio e do Hisoka Divo em um roteiro mais forçado que a Bárbara Nerd do Rola ou Enrola. Só Killua não conseguiu, mas quem se importa? Depois de uns episódios chatos sobre o poder Nen (o Cosmo de Hunter x Hunter), todo mundo ganhou um poder mágico pra competir com qualquer outra tranqueira shonen que passa na TV. Agora tá todo mundo em Yorkshin enfrentando uma galerinha do barulho.

O episódio já começa com esse vilão que só serve para morrer dizendo que vai acabar com o desgraçado da corrente. Esse cara da corrente é a Kurapika, que decidiu assumir a veia masoquista importada do Shun para esta história. Como quero facilitar um pouco para vocês, aqui está mais uma ilustração mostrando a Kurapika e seus poderes.

Prontinho. Obrigada.

Hisoka encontrou com a Kurapika para propor um plano de vingança contra o Kuroro. Pouco importa quem é Kuroro ou o que essas duas estão fazendo aí, porque o mais engraçado é imaginarmos como seria esta mesma cena caso o anime fosse exibido no SBT!

Mas ficaria de mau gosto, porque sabemos como o Hisoka ama criancinhas, né minna?

Parando com as montagens toscas, Kurapika se reuniu com o seu grupo de companheiros de trabalho. Todos são tão feios e bizarros que se colocasse uma placa na frente da casa escrito “Show do Xiah Junsu” as pessoas aceitariam que é um encontro de fãs do(a) cantor(a).

Todo mundo tá lá decidindo o que fazer agora que as obras do leilão foram roubadas, e a Kurapika surpreende botando o pau na mesa e assumindo essa porra.

Enquanto isso, no núcleo dos vilões, aparece algo surpreendente para quem acompanhou o capítulo 5 aqui no blog:

SANGUE!!!! Depois de um início com menos sangue que nos hospitais brasileiros (é verdade, minna, vamos doar sangue aí que tá difícil), agora temos sangue em Hunter x Hunter. A única explicação para isso é que todos os censores japoneses foram convocados para podar trabalhar no anime de To-Love-Ru Darkness.

E o pessoal do HxH tá aproveitando a brecha para colocar as duas coisas que sempre quiseram, que são sangue e…

…um troglodita com um shortinho da Carla Perez fazendo asfixia erótica em um gordinho de sunga de couro.

E você aí nostalgista sentindo falta de El Hazard sem nunca ter assistido, né? Os animes de hoje que retratam a verdadeira sociedade atual!

Indo para o núcleo besta, Gon e Killua continuam fazendo mutretas muito loucas com Leorio para conseguir dinheiro. As tentativas e ideias são tão infames que virariam um quadro de A Turma do Didi se colocassem essa música no fundo:

Aí eles descobrem que há uma recompensa gigantesca pela cabeça do pessoal do Genei Ryodan. Achando que estão num shonen mangá no qual o protagonista gasta só dois capítulos para conseguir a força para acabar com qualquer um, os três vão atrás dos bandidos.

E o capítulo termina com um clímax:

E agora? Será que que a Kurapika vai conseguir dar uma chave de coxa no vilão com o shortinho de loira do Tchan? Qual será a nova enrascada que Gon vai se meter? Qual será o poder Nen do Compadre Washington? No próximo episódio…

Analisando Séries Especial – Hunter x Hunter episódio 05 (A ÚLTIMA ANÁLISE)

12 nov

Pensaram que eu esqueci? Não é não, sim senhor? Ah, tá, porque eu tinha esquecido mesmo. Somada ao meu esquecimento, a minha completa falta de vontade em analisar esta porcaria fará com que esta seja a ÚLTIMA análise de Hunter x Hunter. Sim, leitores, ligamos o “foda-se” e agora vocês vão acompanhar o último post com os episódios deste novo anime que tem tudo para desbancar If I See You in My Dreams no quesito “que animadzzzzzzz”.

No capítulo anterior, os otakus passaram por uma prova de resistência ao sono duríssima chamada “Quarto Episódio de Hunter x Hunter 2011”, e foram todos surpreendidos com o Hisoka Muso Supremo matando um bicho que não esguichava sangue.

IKIMASU para o capítulo?

O que podemos esperar desse episódio? Repetição de frames dos personagens correndo, character design que faz o baixinho do Pockle parecer um figurante mal-feito de Holy Avenger, falta de qualidade, falta de cenário de fundo e falta de violência.

Aliás, produção, quem contratou esses figurantes do exército de Fullmetal Alchemist? Assim fica difícil trabalhar, pô!

Como o anime está proibido de mostrar violência, os produtores decidiram uma maneira rápida e descontraída de ter ação: Vamos fazer os personagens lutarem contra monstros bizarros sem-importância.

Depois que se vê encurralado por Hisoka, Leorio Divo decide lutar e é salvo por Gon e sua vara de pesczzzzzz…..

E a grande surpresa do episódio foi…

O APARECIMENTO DE DOZE GOTAS DE SANGUE!!!

***

Este episódio horroroso e sem conteúdo nem para fazer graça serve apenas para fechar com chave de cocô as análises de Hunter x Hunter.

Como fã do mangá original (acreditem, eu gosto de coisas também), eu me sinto ofendida e violada com esta porcaria de série. É antes que algum imbecil venha falar “Ah, você tá reclamando só da falta de sangue mimimi” eu já digo que não é só por isso, é por tratarem a série como se ela fosse algo para crianças. As músicas estão alegres demais, as cores estão frias demais, a velocidade começou alta e agora o episódio parece que tá mais lerdo que o anime anterior… olha, e pra parecer mais lerdo que o anime anterior precisa ser muito bom, aquilo lá já parecia um filme europeu dirigido pelo Rubinho.

Alguém avisa à produção da Mad House que Hunter x Hunter não é um Big Brother fofinho com provas irreverentes e descontraídas? Alguém avisou que Hunter x Hunter tem um personagem que é um assassino pago entre os protagonistas? Alguém falou que os personagens morrem e não tem esferas do dragão para trazê-los de volta da “outra dimensão”?

Depois me perguntam por que não assisto animes. No período diurno temos essas histórias boas sendo “imbecilizadas” para facilitar uma exportação aos EUA, e no período noturno temos animes para pessoas imbecis que gostam de garotas gritando “Kyaaa” e feitos para agradar a um público otaku hardcore que é o maior dos males do Japão.

Encerro aqui minha análise de Hunter x Hunter. Se querem saber o que é Hunter x Hunter de verdade, usem os neurônios e LEIAM.

***

(Me siga no Twitter!)

(Já me curtiram no FACEBOOK?)

Analisando Especial – Hunter x Hunter episódio 04

27 out

Hoje é dia da minha tortura semanal, bebês!

Continuando a minha via sacra do automasoquismo, continuo analisando essa série que não é o SWU, mas que também fica usando muito verde. Alguém notou?

No capítulo anterior, eles gastaram o episódio inteiro conversando num elevador, parecendo aqueles momentos em que poucos segundos viram uma eternidade (tipo uma aula de Geografia ou um encontro com seu ex na rua). Eles chegaram num túnel e o Exame Hunter começou com uma corrida.

IKIMASU, que o tempo ruge e a Sapucaí é grande.

O capítulo inteiro vamos ter os personagens correndo por um túnel monótono numa velocidade uniformemente variada, então é tipo você fazer esteira na academia. E vocês sabem o que significa um episódio em que todos correm? Significa que a Mad House acendeu a luz vermelha e gritou “A foda A Repetição de Quadros TÁ LIBERADA!”.

Como esse episódio só não tá mais chato que o anime de .Hack//Legend Of the Twilight, vou ignorar tudo o que tá acontecendo e dar destaque para a ESTRELA desse episódio. Me desculpa Leorio, me desculpa Hisoka, me desculpa figurante otaku que vai de mochila fazer o exame Hunter, o melhor personagem desta série até o momento só pode ser…

NICOLAS, A GAY GORDA AMANTE DE TECNOLOGIA!!!

Siiiim, no mangá o Togashi deu nome a esta tão bem construída e carismática personagem! Perceba toda a graça e delicadeza de como corre com os competidores usando seu moderno notebook que não precisa de fonte.

Observem como ela corre graciosamente atrás do examinador ao mesmo tempo que organiza a sua pasta com as músicas da Britney Spears classificadas pela quantidade de uso de efeitos na voz e posta mensagens safadinhas na comunidade do OrkutSeme come, Uke delícia”.

EU AMEI O NICOLAS! QUERO ELE PRA SEMPRE NA SÉRIE E…

…o que houve, meu amor? Por que está tão pálido e babando? Jogaram um copo de vodka na sua cara enquanto você dançava Single Ladies? Deram a Elza no seu iPhone?

MAS ISSO É BULLYING!!!

PAREM DE BULLYNAR A MINHA AMIGA!!!

Descanse em paz…

O episódio continua no maior tédio e com uma música de fundo que parece a trilha dos filmes do Bud, aquele cachorro chato. Cadê a música dramática e introspectiva do primeiro anime? Cadê aquele filler surtadíssimo do Leorio se perdendo no túnel e ficando louco de bala enquanto conversa com o amigo defunto? Cadê minha paciência para acompanhar esta bosta de anime?

No meio da prova, a Kurapika viu que o Leorio tirou a roupa pra correr com mais facilidade e decidiu copiar. Só que a Kurapika com menos roupa é tipo a Dona Clotilde com trajes de banho… PARECE ATÉ MAIS VESTIDA!

Eles começam então a conversar sobre seus dramas, porque isso é o que você obviamente faria sabendo que precisa subir uma escada infinita e que precisa de todo o fôlego do mundo, e Leorio dá aquela trollada na Kurapika:

Maracutaia, sua gorda entediada, por que você não falou do Killua até agora? Ele é o melhor personagem! Eu me identifico muito com ele, porque ele fica quieto no canto dele mas tem muita força em potencial e…

Eu não falo dele porque não gosto dele.

E é muito fácil pra você se identificar com um moleque de 12 anos. Quero ver se vai se identificar com algum personagem que tem um emprego e que não vive à custa dos pais.

A corrida acabou e todo mundo chegou num pântano que dizem que tenta enganar todo mundo, é tipo quando as editoras falam que aquele produto que é igual aos demais é uma Graphic Novel para justificar o preço absurdo. Aí aparece um cara falando que aquele examinador é falso.

Preocupado com o andamento do exame, ou só querendo ir pra casa logo, o MUSO Hisoka decidiu usar seu polígrafo para ver quem estava mentindo. Seu polígrafo se chama “matar o cara a sangue frio”, e ele desmascarou quem estava mentindo.

A única mentira que ficou foi a que o cara fatiado…

…NÃO SOLTOU UMA GOTA DE SANGUE!!!

Cancelem a ambulância! Cancelem os pedidos no Facebook pedindo doação de sangue O-! O cara não precisa de transfusão!

Nos vemos semana que vem em mais um longo, cheio de conversa e tedioso episódio de Hunter x Hunter… isso se eu ver que não tem bastante comentário e decidir cancelar esta merda.

—————————-

Reveja os episódios passados:

Episódio 1

Episódio 2

Episódio 3

————————-

(Me siga no Twitter!)

(Já me curtiram no FACEBOOK?)

Analisando Especial – Hunter x Hunter episódio 03

18 out

Alô otakada, a Mara chegou, trazendo alegria pra você e o vovô…. tá, é só pra você, porque o seu vovô ainda se assusta com o barulho da impressora, não é? Estamos aqui com o nosso sem-graça encontro de O Bakuman dessa semana foi interessante análise de Hunter x Hunter. Todos comemora? Bem, só se for você.

No último episódio, a Inezita Barroso e seu talk show macabro aprovou Gon, Leorio e Kurapika para avançarem para a etapa seguinte do pré-exame Hunter, que consistia em descobrir uma pegadinha do Mallandro entre animais que acham incesto algo legal. Ou então vocês podem clicar AQUI e AQUI e ler os dois primeiros episódios e não depender dos meus resumos.

Gon, Leorio e a nossa loira Kurapika chegaram à cidade Esqueci-o-nome-já-que-ela-não-tem-importância-alguma-na-história para começarem o Exame Hunter. Me perguntaram nos comentários o que seria o Exame Hunter, e eu explico: é tipo o vestibular mais foda do Burajiru, só que elaborado pelo Boninho.

Essa cidade em que eles estão é impressionante, pois é a única no mundo em que pessoas andam paradas pela feirinha… verdade, que problema é esse que os animes nunca mostram pessoas do fundo se movendo? Até no Street Fighter II as pessoas têm dois quadros de animação, minna.

Como já adiantei no título do episódio, o pessoal que desenha deve estar em greve, só pode. Porque não vejo um desenho tão ruim desde que… comecei a ver animes com aquela série lá.

Se os dois primeiros episódios do anime foi tipo o créu na velocidade cinco, esse parece que tá na velocidade do Baile da Saudade. Nem o anime original foi tão lerdo que nem esse, e olha que o anime original tinha o filler do Leorio pegando ônibus errado.

Eles chegam num restaurante em que precisa ser super discreto para irem ao elevador que levará ao local o exame. E palmas para o roteirista que fez o Gon ficar impressionado com uma feirinha e não achar estranho UM ELEVADOR.

E o papo de elevador é a pior coisa que já vi. Se houvesse um prêmio para as piores cenas de anime, essa aqui ia competir pau a pau com qualquer cena de Battle Athletes Daiundokai. No mangá essa cena acontece em duas páginas, e o roteirista decidiu transformar numa cena mais longa que a versão do diretor estendida de O Senhor dos Anéis.

Vamos pular para o subsolo porque a diversão tá lá!

O character designer do anime tá de mal com a produção, só pode. O Pockle tá parecendo mais mulher que a Kurapika, o Gereta tá uma releitura das artes circenses e o Gintarakuru tá parecendo figurante de Cougar Town durante uma sessão de acupuntura.

Enquanto nosso trio tá perdido no meio de tantos candidatos ameaçadores e que são mestres de seus próprios estilzzzzzzzzz… aparece o Tonpa, que nesse anime foi selecionado com a cor alternativa que nem quando você pega o Ryu e aperta outro botão. A função dele no episódio é servir de Poké-Agenda e explicar tudo nos mínimos detalhes para os protagonistzzzzzz…

Mas no meio da diversão dos diálogos em que as bocas nem se mexem, ouvimos um GRITO.

HISOKA SUPREMO FEZ SUA PRIMEIRA APARIÇÃO NO ANIME!!!

Quer dizer, já tínhamos visto ele na abertura, no encerramento, mas essa foi a premiere dele! E antes que achem que sou uma dessas otakas hipsters que só gosta de um personagem porque ele é vilão, eu já falo que respeito qualquer um que use maquiagem e que fique de pau duro vendo o protagonista.

Sua primeira mágica no anime é transformar os braços do figurante naqueles canhões de papel picado que a Rede TV usa para dar glamour em programas como a cobertura do Carnaval.

Mas o Tonpa é conhecido como o Esmagador de Novatos. Se ele estivesse vestido de Rehab, seria um Esmagador de Lovatos… puta que piada ruim.

Para acabar com Gon e seus amigos, ele dá um refrigerante de Toddynho, mas o faro aguçado do Gon salva todzzzzzzzzzzz

O episódio tá uma bosta, então vamos nos focar no melhor personagem em cena, depois do Hisoka e do Leorio:

A GAY GORDA AMANTE DE TECNOLOGIA!

Além de gordo, inconveniente e empapado de pomada de cabelo, essa fofura que acalenta nossos corações senta da maneira mais feminina que a Nicole Bahls tentando exibir a calcinha. O Tonpa chega e se apresenta, e a gorda já vai jogando no Google e descobre…

Que o Tonpa tem um perfil em algum site que mostra todos os dados dele.

Isso podia ser incrível em 1998 quando o Togashi escreveu esse personagem, mas agora em 2011 essa cena perdeu completamente o impacto, porque só de saber o nome da pessoa já podemos encontrar a vida dela na Internet.

A revelação no computador da gorda seria muito mais surpreendente se fosse:

Isso…

Isso…

Ou isso.

Depois abriram a Porta da Esperança e o examinador anunciou que começou a prova do Exame Hunter. E a prova do exame mais difícil do mundo será uma Marcha Atlética por um túnel maior do que o da Imigrantes que leva à Praia Grande. E assim termina o episódio, até semana que vem!

Ah, teve o Killua também, mas quem liga para essa bosta de personagem Overrated que só serve para os otakus começarem a falar “nossa que cara foda esse, muito estou me identificando com a história de sofrimento e individualismo dele e”…zzzzzzz?

 ***

(Me siga no Twitter!)

(Já me curtiram no FACEBOOK?)

Analisando Especial – Hunter x Hunter episódio 02

13 out

Oi minna! Enquanto você leitor fica reclamando pela interwebs que “mimimi a Mad House cortou o Kaito e ele é muito importante e mimimi” ou então que “mimimi a Mad House cortou aqueles surtadíssimos fillers com o Leorio ajudando animaizinhos mimimi”, eu aqui fico encarregada de fazer a análise do segundo episódio de Hunter x Hunter depois da caralhada de mensagens de leitores sádicos que vão me fazer analisar toda esta bagaça IN-TEI-RA.

Se você não sabe o que aconteceu no último episódio, eu te conto: Gon é um garoto traquinas que decide passar uns bonos tempos num mundo de aventuras apenas como passatempo. E se você achou esse resumo insuficiente, é porque você não viu o presente que meu namorado me deu no último doze de junho.

IKIMASU para a seção do blog que não é o checklist da Panini, mas também promete um monte de coisa que não vai conseguir cumprir.

Gon, Leorio e a Kurapika chegaram na cidade de Dolle para a próxima etapa do exame Hunter. Essa cidade é mundialmente conhecida por uma canção alegre que embala todo o horário dos anunciantes da RedeTV e… ah, é Dolle e não Dolly?

Me desculpem pela piada, leitores, mas eu sei que com certeza vocês riram.

Ou não

Bem, o narrador contou que os três caíram nas graças do capitão e por isso ganharam uma dica de onde deviam ir para continuarem no exame. Se você não entendeu o que é cair nas graças do capitão, sugiro que resolvam o enigma a seguir:

Prosseguindo…

Gon seguiu o caminho do capitão porque acredita na dica, a Kurapika vai atrás porque confia no garoto que usa uma vara de pescar e Leorio também segue depois de enfiar o orgulho no cu e ficar com medo de perder espaço na série igual à Mito. E vamos para a próxima avaliação do exame Hunter!

Numa cidade abandonada, uma velha aparece em um carro alegórico com um sexteto mascarado tocando instrumentos diversos. Ou isso é um talk show produzido por alguém que sofre de surto psicótico ou é apenas o próximo exame Hunter.

E ela já chega trollando a libido de geral:

Depois de passado o susto de imaginarem que a prova do exame seria dar prazer a uma senhora que não sabe o que é orgasmo desde quando ainda existia a Prússia Oriental, ela explica que a prova Hunter será ela fazer uma pergunta e eles responderem com 1 ou 2, pois qualquer outra resposta será considerada incorreta.

E la pergunta é:

BRIMKS, ela quer saber se, numa situação de risco, se eles salvariam um filho ou uma filha. Ela botou o reloginho na tela e gritou valendo, e os três tinham que pensar uma resposta para essa questão que, assim como a quantidade de páginas da penúltima edição de XXX Holic, é ULTRAJANTE. Aliás, acho que ela tá usando um relógio da Corporação Capsula, porque só no mundo de Dragon Ball para cinco segundos durarem mais que o lançamento do segundo volume de Sailor Moon S.

Eles ficaram quietos e conseguiram passar porque essa era a resposta correta, segundo a Kurapika. Mas, peraí. Se QUALQUER RESPOSTA além do número 1 ou 2 seria considerada errada, isso só prova que… a vovó trabalha no INEP e produz os meticulosos e bem trabalhados enunciados do ENEM!!!

Olha, sorte que eles conseguiram que a do Tite Kubo aprovasse eles, porque senão já tenho até o advogado perfeito para processar essa associação de merda:

LEORIO É SUGOI DEMAIS!!!

(E por que esse gif maravilhoso não tá funcionando na minha página?)

Mimimi Hunter x Hunter é anime para gente madura, e não criancinhas que ficam falando o nome dos Pokémons no eyecatch mimimi

E na volta do intervalo, temos a explicação do porquê o Leorio é o personagem mais incrível que essa série pode nos proporcionar. E tudo isso através de uma simples frase que ele diz, que mostra toda sua profundidade psicológica, ambição e sensibilidade:

DIVO!

Já tirou a Tulla Luana do meu coração!

Continuando nesse ritmo que está dinâmico como o Samurai X da Globo, os nossos três heróis chegam numa cabana que teve uma invasão de um monstro que foge com uma mulher e deixa um homem ferido.

No fim a mulher não era mulher, o marido não era marido, o monstro não era monstro, o roteiro não era interessante, era tudo mais um exame Hunter em que o Togashi usou como desculpa esfarrapada para mostrar a habilidade do Gon com a vara e com seu talento inato de comunicar com a naturezzzzzzzz…

Já que cada um demonstrou força de vontade e ajudou ao próximo, eles foram aprovados para irem ao local do exame.

Tudo muito bonito, tudo muito bacana, mas se ter compaixão, doçura e respeito ao próximo são requisitos necessários para o exame, como é que…

O MUSO SUPREMO HISOKA CONSEGUIU SER APROVADO? TOGASHI TRABALHANDO COM INCOERÊNCIA EM SEUS MANGÁS? NOVO DISCÍPULO DAQUELE AUTOR QUE NÃO POSSO FALAR O NOME???

Essa foi a análise do segundo capítulo. Sugiro que vocês usem capacete na rua até o episódio da semana que vem. Afinal, não podemos esquecer que…

…o Leorio ainda não foi ao banheiro.

Até semana que vem!

(Gif do Leorio DIVO veio do @Keroikon)

***

(Me siga no Twitter!)

(Já me curtiram no FACEBOOK?)

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 3.121 outros seguidores