Afinal, o que querem as otakas? – Ele terminou comigo, o que faço?

22 fev

otakas

A seção sobre conselhos amorosos entra de férias, mas o amor não para. Eu nunca mais ia falar dicas para otakus, mas recebi um email tão maravilhoso que eu preciso compartilhar. Pegue todo o seu conhecimento amoroso absorvido do Ele não está tão a fim de você e IKIMASUUUUU ler o email.

Olá, Mara. 

Gostaria de um conselho seu sobre um garoto que estou apaixonada. É uma paixão virtual que já dura quatro meses, frequentamos o mesmo fórum sobre animes e mangás. Comecemos a trocar e-mails e num desses e-mails eu me declarei para ele. Ele me respondeu com muita educação e perguntou se eu não gostaria de ser a namorada dele, eu aceitei e começamos um namoro virtual. Ao contrário da maioria dos otakus, ele sabe falar de vários outros assuntos também. Uma coincidência que me deixou ainda mais apaixonada é que ambos somos ateus e frequentamos quase que os mesmos sites ateístas. Foi tudo muito bonito no começo, nos falávamos todas as noites e algo surpreendente aconteceu: ele terminou comigo. Isso aconteceu já tem um mês e não consigo esquecê-lo de jeito algum. Eu ainda estou muito triste, e gostaria de um conselho seu. 

Desde já agradeço.

Minha okaasan (“minha filha”, se você não domina o idioma do MESTRE Kurumada), eu poderia escrever um grande conselho sobre como Deus vai iluminar sua vida, ou citando o Datena e dizer que você não presta por ser ateia, mas estou aqui ocupada rindo feito uma porca da sua frase “Ao contrário da maioria dos otakus, ele sabe falar de vários outros assuntos também”. Nem em três anos de blog dei uma alfinetada nesse nível, então você vai ganhar um PRÊMIO do blog:

valenamorado

Imprima apenas uma cópia e seja feliz.

About these ads

51 Respostas to “Afinal, o que querem as otakas? – Ele terminou comigo, o que faço?”

  1. Leonardo Kitsune (@LeoKitsune) 22/02/2013 at 20:23 #

    “algo surpreendente aconteceu: ele terminou comigo.”

    Mas como é que você espera que eu dê conselho, Mara, se a menina nem sequer explica a razão???
    Pode ser qualquer coisa, po. Ele viu uma foto dela e achou feia, ela só falava de shipping yaoi de Bleach e ele se cansou, ele encontrou Jesus e decidiu abandonar essa filistéia… sei lá.

    Pega o cupom da Mara e vai pra rua, menina. Vai beber, sei lá. Bêbado todo mundo é bonito.

  2. riordan23 22/02/2013 at 20:35 #

    eu não tenho dúvidas de que isso é resultado da falta do amor de deus no coração desse jovem casal otacs

  3. FãDoVaca 22/02/2013 at 20:54 #

    “eu não tenho dúvidas de que isso é resultado da falta do amor de deus no coração desse jovem casal otacs”

    Isso mesmo, esses jovens de hoje em dia sem Deus no coração…
    dá não viu.

    Menina eu te dou um conselho, vá pra igreja.

  4. Marcos Massao Inoue 22/02/2013 at 21:18 #

    Minha okaasan não é “minha mãe”, não?

  5. ~♠~ Mike ~♥~ (@Akutaby) 22/02/2013 at 21:35 #

    HOhohohohheheheheh.
    LMAO.

  6. Gabriel 22/02/2013 at 21:48 #

    Finalmente uma das melhores seções do blog voltou.

  7. yuukisouma 22/02/2013 at 21:59 #

    LOLOL afinal, ele é um otaku, devem ter acabado os assuntos variados que ele era capaz de discorrer, se encantou por um moe e resolveu fugir de seu amor filisteu :O

    pegue o cupom e vá para a luz, mãe <3

  8. Antonio Alan (@alan_mizere71) 22/02/2013 at 22:08 #

    Isso é falta de Cheçuisss no coração!!

  9. Fellipe "Kajelani" 22/02/2013 at 22:11 #

    Curiosidade sem relação com o e-mail: quantos dos putos que estão falando para ela ir a igreja encontrar Deus frequentam a PORRA DE UMA IGREJA? Falar agora é fácil, mas algum de vocês lembra do “querido papai do céu” todo dia? Menos hipocrisia e mais piadas, por favor! (Se bem que comédia é uma coisa hipócrita, então foda-se…)

  10. jadergn 22/02/2013 at 22:23 #

    Acho que “Okaa-san” é mãe. Filha, se não me engano, é “musume”.

  11. Flavio 22/02/2013 at 23:20 #

    Se o problema é ter um relacionamento apenas virtual com alguém que fale de outra
    cosia sem ser animes mangas e narutices, passa a se comunicar com o Ed Robo,
    ta ai http://www.ed.conpet.gov.br/br/converse.php.

    24h, todo dia ele tem pao pra vc.

    Pronto solucionei o problema da otaka :)

  12. Nino 22/02/2013 at 23:51 #

    @Flavio só dorgados convesam com o Ed o Robô ‘-’ eu..

  13. KokoroKokoroKokoro 23/02/2013 at 01:06 #

    Eu já fiz o Robô Ed assumir que é homossexual numa conversa.

  14. pablo dias 23/02/2013 at 04:05 #

    nossa que legal o que sera que é discutido numa conversa sobre ateismo ?
    o foda e que esse pessoal só vira ateu pra pagar de intelectual …

    pena dessa menina …

  15. Algum Ateu 23/02/2013 at 07:05 #

    Porque foda mesmo é ter a sexualidade reprimida, ser obrigado a se submeter aos caprichos insanos de pessoas de hierarquia maior, ter que cumprir penitências impossíveis de serem realizadas porque vivem mudando as regras o tempo todo, tudo isso para escapar de uma suposta danação eterna que você só irá saber se é verdade quando estiver do outro lado?
    Acho que não. Foda mesmo é fazer tudo isso e ainda acreditar que quem te obriga a fazer tudo isso está fazendo por amor.

  16. Yuuki 23/02/2013 at 10:54 #

    Tenso mesmo é o pessoal realmente se estressando por conta de piadas! E eu achando que só religioso se estressava, mas não, intolerância é inerente do ser humano haha

    E pelo que vi, ninguém falou pra ela ir pra uma igreja, Felipe, hum. Acreditar em Deus, Jesus, insira divindades e crenças aqui, não significa participar de uma igreja. Você pode fazer isso se você se sente bem com isso, mas há um bom tempo as crenças não são tão fechadas em ideologias assim. Como meu professor dizia, imagina querer dizer que temos uma única religião quando as pessoas rezam para santos, amarram fita vermelha no carro, jogam rosas no mar e o filme nacional mais assistido é Chico Xavier. Igreja, Bíblia, são artifícios criados pelos homens para propagar religiões + as ideologias das épocas em que foram construídas/escritas. Então não seja mente fechada exigindo um comportamento que não tem porque existir obrigatoriamente e se divirta mais :)

  17. Fellipe "Kajelani" 23/02/2013 at 11:37 #

    @Yuuki, sim, mandaram ela ir à igreja, no terceiro comentário…
    E não me estressei, não, ao contrário, estava exatamente dizendo para ter mais piadas! “Menos hipocrisia e mais piadas”, entende? Você que me levou a sério demais aqui…
    Religião é bem como esse seu professor falou mesmo, e sinceramente, por mim, seja ateu ou beato, o interessante é que me seja amigável e uma boa conversa. De resto, acredite no que quiser, eu mesmo sou muito fã do egoísmo. Prefiro acreditar em mim mesmo que em um livro ou pessoa qualquer. Sou raulseixista, sabe? “Eu quero, eu posso, eu vou”, com minhas próprias pernas e meu esforço…
    E por favor, intolerante, eu? Só com preconceituosos, não me entra na cabeça ainda haver quem julgue por raça, sexualidade, gênero, nacionalidade ou religião…

  18. Gabriel 23/02/2013 at 11:40 #

    Começo a me perguntar se a Mara grifou a parte do ateísmo só pra gerar shitstorm.

  19. 2D 23/02/2013 at 11:44 #

    E eu achando que os otakus adoravam o Mokona-sama.

  20. Seme possessivo 23/02/2013 at 12:06 #

    Rindo muito dos comentários, viu… Mas o Kitsune já matou a charada, única solução é sair pra encher a cara e perder a dignidade.

  21. Kauis 23/02/2013 at 15:10 #

    AVE MOKONA-SAMA!!!
    GENTE, A PARTE DA IGREJA FOI IRONIA… PELO MENOS NO INÍCIO…

  22. ninguém 23/02/2013 at 17:05 #

    concordo com quase tudo que o felipe disse

    e porra né gente chega de mandar ela ir pra igreja
    pq depois quando falam pra vcs largarem a igreja ces não gostam bandihipocrita
    cada um cuida da propria religiao e fim de papo, ninguem vai mudar a opinião de ninguem mesmo

  23. Sarah-chan 23/02/2013 at 18:44 #

    Olá, eu sou a moça do e-mail. Eu só vim responder a este senhor “Leonardo Kitsune”.

    Na verdade eu até disse o motivo que o meu ex namorado virtual terminou comigo, mas a autora do blog ocultou, aliás, ela ocultou outras palavras minhas também. Mas, voltando ao assunto, eu em nenhum momento pedi para alguém adivinhar a razão pela qual ele terminou comigo, eu pedi um conselho para esquecê-lo. Agradeço as outras pessoas que responderam com educação. Enquanto o “vá à igreja” eu até gosto porque me faz rir a beça.

    Entendi, Leonardo, que interpretação de texto não é o seu forte.

  24. Moon 23/02/2013 at 19:17 #

    “Começo a me perguntar se a Mara grifou a parte do ateísmo só pra gerar shitstorm.”

    Com certeza foi. Ou vocês acham que se não fosse a parte do ateísmo lá grafado esse post teria rendido mais de 20 comentários?

  25. Moon 23/02/2013 at 19:19 #

    grifado*.

  26. Antonio Alan (@alan_mizere71) 23/02/2013 at 23:23 #

    Êta galerinha sem senso de humor. xD

  27. rickson.viola@hotmail.com 23/02/2013 at 23:45 #

    Olá mara… Eu gostaria de fazer uma objeção a sua alfinetada ou melhor a dela rsrs, eu sou otaku mas nem por causa disso só falo sobre a cultura japonesa, bom lógico que a grande maioria dois otakus são um grande porre, igualmente a uma pessoa que só fala de futebol, video games ou qualquer outro assunto rs. Agora se a moça quiser um outro namorado virtual, eu envio o meu currículo. Olha! sou músico, otaku, gamer. Moreno, cabelos e olhos castanhos escuros e magro (não muito) inteligente, sincero e tudo mais e o mais importante bom ouvinte rs. Só o único mal é que sou cristão, mas isso não será problema porque eu sou meio revoltado com algumas coisas sobre minha religião …. Então me entenderia até com o anti-cristo se ele me add no face. Kkkk brincadeira

  28. Fellipe "Kajelani" 24/02/2013 at 03:02 #

    @Sarah-chan (se é que ainda está lendo isso…), tem toda razão, fugimos demais ao assunto. Se é para esquecê-lo, escrever sobre ele é a última coisa que deveria fazer. Se quer um conselho sério (e gratuito, vejam só!), relacione-se com outras pessoas. Você certamente tem amigos, sejam virtuais ou não, então, converse com eles sobre as coisas que conversa normalmente, saia com as amigas e amigos do seu dia-a-dia, enfim, siga normalmente, e vá mudando alguns costumes também, tente fazer algo novo, ajuda a superar uma coisa velha se você tiver um brinquedo novo para te distrair (sem trocadilhos pervertidos, por favor!). Superar um relacionamento não é fácil, mas pelo que entendi do seu e-mail, não teve tanto tempo assim para se habituar a relação. A única coisa que possa lhe dizer é “siga adiante”. Qualquer hora outro lhe interessará certamente. E tente ignorar as bobagens que nós dizemos aqui, são poucos os que falam alguma coisa séria nos comentários do MdOM…

    Quanto a igreja, sendo eu de família italiana (católicos que frequentam a igreja, acredita nisso?), fui forçado a seguir todo o protocolo, catequese, estudo da bíblia e primeira comunhão, logo, a piada já perdeu a graça para mim…

  29. mizere71 24/02/2013 at 05:23 #

    Eu não ia comentar isso, mas enfim, tenho que desabafar:
    Quando eu comecei a ler a carta dela, eu pensei que eu era o cara que ela queria esquecer, pois aconteceu algo idêntico comigo. E estava muito idêntico à minha situação, até eu ver algumas diferenças (eu sou cristão católico, e a garota que eu tive um relacionamento virtual, é cristã protestante), além de que eu não terminei o meu namoro, a minha que “sumiu” de todas as redes sociais a mais de uma semana.
    Devido a essas diferenças, eu tive quase certeza de que não era o meu caso. Até a garota em questão, postar um comentário, e surpreendentemente o nome dela é o mesmo da minha. SARA (quer dizer, a diferença tá no “H” apenas…)
    Então eu comecei a me questionar, se é a minha Sara, só que com algumas “modificações” no texto, para não ser reconhecida. .-.

  30. Yuuki 24/02/2013 at 12:47 #

    Felipe: nossa, aquele comentário foi tão irônico que nem realmente reparei que era um “vá pra igreja” com tanta intensidade para debates HAHAHA

    enfim, tudo bem, desculpe qualquer coisa xD só achei muito exagerado essa discussão de hipocrisia quando todos vieram aqui brincando com o grifo no ateu hahaha

    Anyway, já que a menina veio aqui esclarecer que foi diferente o email e tudo: poxa menina. Infelizmente foi fim, mas o melhor é fazer outras coisas, sair para conhecer novas pessoas, enfim, seguir sua vida de uma forma divertida até que essa situação só seja uma lembrança boa :3

    Boa sorte Sarah !

  31. Yachiru 24/02/2013 at 12:50 #

    Tou rindo horrores com os comentários aqui xD
    Basicamente, é o que já comentaram acima… Esqueça-o de uma vez só. Siga sua vida em frente. Só não recomendo que procure outro relacionamento forçadamente pra superar o velho, porque… Pode dar merda. Sério, tenho uma amiga que começou a namorar com um carinha (Também pela internet, e até amigo meu tbm), e depois que terminaram tudo, descobriu que ele nunca gostou dela de verdade. Que estava fazendo tudo aquilo pra esquecer da ex. Não que ele só pensasse em usá-la, até porque ele queria que o relacionamento desse certo, o problema é que ela se sentiu usada e ficou desiludida por uns 6 meses não só pelo término do namoro, mas por achar que ele estivesse enganando-a. E ele também ficou se sentindo a pior pessoa da face da terra, por fazê-la mal e bla². Então recomendo que só entre num relacionamento novo caso esteja resolvida com o antigo.

    E… A discussão sobre ateísmo e ir para a igreja foi tão bizarra que esqueceram das tags xD Que merda foi aquela de “trolladoras unidas já mais serão vencidas”? xD

  32. Fellipe "Kajelani" 24/02/2013 at 13:16 #

    @Yuuki, a ironia permeou tanto aquele comentário quanto o meu, mas fomos ambos sérios demais e acabamos nos desentendendo…

    @Yachiru, as tags, realmente! Essa das trolladoras deve ter relação com a alfinetada nos otakus que a menina deu no e-mail.
    E sim, entrar em outro relacionamento agora não seria legal, por isso eu disse para ela sair com amigos e seguir adiante, mas acho que já nos metemos demais no assunto, bora para outro post! (É com você, Mara…)

  33. Leonardo Kitsune (@LeoKitsune) 24/02/2013 at 17:50 #

    Bom, Sarah, seguinte (bora lá explicar piada)

    Primeiramente, você mandou email para o MAIS DE OITO MIL. Um blog de humor, com base em anime e mangá. Então você deveria saber que estaria sujeita a:
    a) manipulação em prol do humor
    b) comentários que não ajudariam em nada, apenas sendo tentativas de continuar a piada da Mara

    Então, se a minha “inaptitude para interpretação de texto” é um problema, e mesmo assim vc quer um conselho, te dou o conselho de R’as Al Ghul: preste atenção aos seus arredores. Novamente: é um blog de humor. Meu comentário não era um conselho, era uma piada. PIADA. Se funcionou ou não, é outra história (e nem preciso perguntar q seu q com vc não foi o caso).

    Maas talvez vc tbm não seja muito boa de interpretação de texto, pq eu dei um conselho: Vai beber. Serve pra esquecer E pra conhecer novas pessoas. Vai por mim.

    ;)

  34. Gaspar 24/02/2013 at 18:04 #

    Relacionamento virtual é uma droga. Não acho que alguém deveria deixar de sair e conhecer pessoas de verdade para viver um amor de insegurança. Enfim, cada um sabe o que faz.

  35. Lev 24/02/2013 at 18:49 #

    Bom, eu sou ateu, alto, não tão feio, inteligente, ganho bem, tenho carro, gosto de mangás e de muitos outros assuntos. Se fossemos da mesma cidade, até mandaria currículo, se não fosse a constatação de que a menina é uma mal-humorada sem graça que não entende piada em blog de humor.

  36. Janaína 25/02/2013 at 15:12 #

    Resolver é fácil, não foi na internet que ela conheceu, é só achar outro que compartilhe dos mesmos gosto, apesar que acho melhor pegar o vale.

  37. FoolBoy 25/02/2013 at 20:26 #

    É só ir no Yahoo respostas que vc consegue um conselho rapidinho :D

  38. FoolBoy 25/02/2013 at 20:27 #

    kkkkkkkkkkkkkkk

  39. fofucho 25/02/2013 at 20:41 #

    Site ateu ? Ateismo virou religião e eu n tô sabendo ?

  40. yuukisouma 25/02/2013 at 21:16 #

    Site ateu ? Ateismo virou religião e eu n tô sabendo ?

    Eu fiquei na mesma dúvida, quer dizer, ser ateu significa que você não acredita em Deus/deuses e afins ‘-’ o que será que um site de ateus discutiria ou traria? A não ser que a menina esteja confundindo com agnosticismo (tomara que seja essa a palavra), cientificismo ou mesmo cientologia HAHA

    Mas essa de site ateu é novidade. Essa coisa de modinha deturpa até mesmo o sentido original das crenças/descrenças.

  41. Lev 25/02/2013 at 23:06 #

    yuukisouma,

    O ser humano é um ser social, as pessoas se reúnem em suas afinidades. O ateísmo é uma afinidade. Logo, para os ateus, é uma satisfação debater, expor e até bater papo sobre modo de vida, secularismo, filosofia, etc, tudo sob o ponto de vista ateu.

    Crentes em deus, por favor, parem de achar que os ateus devem se entocar e ficar quietinhos, vocês fazem proselitismo religioso em crianças. Nós quando postamos sobre ateísmo só queremos debater um pouquinho as ideias e deixá-las lá pra quem quiser entender nosso ponto de vista, ok?

  42. Renan SHQ 26/02/2013 at 00:31 #

    E a Mara ainda reclamava do relacionamento de Bakuman, vida real facts…

    Putz…

  43. Kurama 26/02/2013 at 12:39 #

    Ei Mara, Omega vai ter uma nova saga, com armaduras de aço e o caramba. Esperando uma análise do primeiro episódio.

  44. Shiryu 26/02/2013 at 15:39 #

    Cadê a puta gorda?

  45. Yachiru 26/02/2013 at 20:16 #

    @Lev

    O problema não é se entocar. Acho que a liberdade de expressão existe para isso. Mas por outro lado, a liberdade de um termina quando a do outro começa. Sabe, eu achava antigamente que apenas religiosos eram intolerantes e “donos da verdade”. E que faziam questão de olhar aqueles que não seguiam sua crença como seres inferiores e “não-aventurados”, como se eles fossem os únicos justos da terra. E fazerem questão de impor suas crenças e etc. Só que com o passar do tempo, principalmente depois do “boom” do ateísmo no facebook (Mais precisamente final de 2011, com aquelas mensagens do “significado do natal”, até primeiro semestre de 2012, até março/abril), com um monte de adolescentes que mal saíram do ensino médio e aspirantes a intelectuais (E arrogantes! ¬¬’) se declarando ateus nas redes sociais (Além do crescimento da popularidade de sites ateus como ATEA e afins – E sim, não precisam me esclarecer que a mesma que citei anteriormente se trata de uma instituição muito além daquela página horrível no face e.e), comecei a perceber que intolerância faz parte do ser humano em si. Não se trata de grupos, nem de rótulos. As pessoas fazem questão se se apegarem a algo que acham mais legal pra pagarem de foda. Sejam modistas ou haters, o problema é a intolerância típica do ser humano. E quando associada à arrogância, acaba de tornando algo intragável. Ainda bem que a “modinha” já passou (Percebe-se pela diminuição de posts ateístas) e só os verdadeiros ateus e os mais sensatos andam botando as caras no mundo, com postagens muito mais coerentes e menos agressivas que as que costumava ver a um ano atrás. Se acham que religiosos precisam aprender a se comportar em público, ao invés de se rebaixarem ao mesmo nível, deveriam dar o exemplo. Mas okaym vou parar por aqui, antes que seja mal-interpretada e pensem que eu odeie ateus por isso ‘-’
    Então, se manisfestar? Pode, claro. O que não pode é querer pagar um de c*zão por aí. Tem muitos assim =/

    E quanto a Mara, pressumo

  46. Yachiru 26/02/2013 at 20:18 #

    *continuando*
    Presumo que ela esteja se aproveitando da repercussão dessa postagem e procurando alguma pauta por aí xD

    (Droga, mandei a mensagem anterior sem querer T-T)

  47. Lev 26/02/2013 at 23:25 #

    Isso ae, Yachiru. Concordo com 90% do que você escreveu. A ATEA do facebook, por exemplo, é uma bosta mesmo. A real também. Agora, a única coisa que discordo um pouco é da generalização dos ateus mais recentes. Eu acredito piamente que a maioria absoluta dos ateus que se manifestam, inclusive os mais intolerantes e até os “cuzões” são ateus legítimos também – afinal, não acreditam em deuses ou forças sobrenaturais, ou seja, preenchem o único requisito para serem ateus. Achar que lá no fundinho a pessoa acredita em deus mas só é uma revoltada é exatamente isso, mero achismo, não a primeira opção a se considerar.

  48. Renan SHQ 28/02/2013 at 11:46 #

    Existem duas coisas extremamentes irritantes no facebook:
    1. Posts religiosos
    2. Posts ateus

    Não necessariamente nessa ordem.

  49. Nane 23/03/2013 at 03:08 #

    “Relacionamento virtual” só por isso achei que fosse a piada. Desabafo dele ter “terminado”, você não o conhecia, não conviveu, em fim, posso entrar em detalhes a milhões para falar disso,mas uma das coisas é tão simples.. . Um, vejamos, vamos chamar de realidade. Pois o que fez foi, idealizar algo, uma ilusão, ou ainda uma mentira gigante e se frustou. Se cuide, para não alimentar um desejo alienado. Procure as pessoas próximas que você conhece, que você convive, fale com sua mãe ou pai, ou quem é responsável por você que dê auxilio a sua saúde mental e conviva. A convivência cria relações, não conversas hipotéticas na internet.

  50. Nane 23/03/2013 at 03:44 #

    PS: WTWFJD!

  51. Deus 18/06/2014 at 04:12 #

    KKKKKK, namoro virtual hein, a personificação da estupidez humana em duas palavrinhas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 3.119 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: