Um Otaku no Casos de Família – Você é o ridículo da família!

1 jun

Para uma pessoa acostumada aos debates profundos e relevantes promovidos pela múmia pelo William Whaack no Globo News, um programa de debates que usa o tema “Você é o ridículo da família!” só pode ser algo digno de ser comentado aqui no Mais de Oito Mil.

A pauta do programa do último dia 31 de Maio foi essa que tá no título da postagem, e é claro que teve otaku no meio e fazendo otakices. IKIMASU ver a chamadinha!


Como o SBT não coloca a íntegra do Casos de Família na internet (#chatiada) e ninguém no Youtube tem o interesse em mostrar o melhor tribunal do mundo depois do Phoenix Wright (#chatiadézima), o que temos pra hoje é analisar dois vídeos mostrando o programa.


O texto do gc indica o tema da discussão do dia, e a gente fica em dúvida se o ridículo da família é o garoto que tem coragem de usar gola V, se é a moça fazendo cosplay de Adriana Bombom na eliminação da Fazenda 2 ou se é a senhora que me aparece em rede nacional com uma calça jeans de andar no brejo. Mas não, era um parente deles que se fantasiava de Freddy Krueger, e que é o mais comedido na hora de discutir.

Mas como fantasias, senso de ridículo e total falta de compostura são os combustíveis para o otaku moderno, o caso seguinte apresentado por Alô Cristina Rocha é o trágico relato de uma família separada por cosplays.

Só que aparece a pessoa e…


É O OTAKU QUE SAIU COM A RAQUEL EVANGÉLICA NO O.V.A. DE “UMA OTAKA NO ROLA OU ENROLA!!!

Se ele apareceu no SBT mais uma vez com a mesma roupa, imaginamos que este programa foi gravado no mesmo dia do Programa da Eliana, e ele aproveitou a viagem para passar vergonha em dois produtos do mesmo canal. Não é uma ideia muito inteligente, mas o que imaginar de uma pessoa que levou uma bolsada cristã repreendedora na cabeça?

O caso é o seguinte, o primo funkeiro do otaku se sente incomodado com as atitudes e otakices do parente. Não queria me posicionar, mas para um FUNKEIRO estar incomodado com as atitudes, o otaku pode ser o tipo de pessoa que limpa a boca na cortina da sala etc.

Para ajudar na defesa, o otaku chama seu parceiro:


TOBI, DA AKATSUKI! Nem a brincadeira de tocar o sino do “Sexo a 3” do Doctor Rey chega a esse nível de completa falta de sentido na televisão brasileira.

Depois da entrada de Tobi, Cristina mostra que é inteirada dos assuntos e faz o símbolo da Hang Loose com a mão e diz “Isso aqui é rock PESADO”. Aguardo otakus e metaleiros revoltosos falando que Cristina Rocha está lesada e é a próxima na lista do Retiro dos Artistas.

Quem ganha a discussão é o otaku, porque o primo não representa:


Caso queira ver todo o programa, clique aqui e faça sua oração para alguma alma caridosa colocar o programa online. Se quiser ver só uns pedaços com o otaku, veja esse vídeo aqui gravado com uma tekpix.

Se você me perguntar quem ganhou ou quem perdeu a discussão, eu digo que todos nós perdemos esta batalha. Porque NINGUÉM conseguirá rebater os argumentos incríveis que encontrei nos comentários do vídeo:

Carlos Nascimento, é você?

About these ads

42 Respostas to “Um Otaku no Casos de Família – Você é o ridículo da família!”

  1. 01/06/2012 at 15:44 #

    Olha o nome da comentarista: ~MAID OF EVIL~

  2. riickss 01/06/2012 at 15:49 #

    Medo de assistir esses programas. Vai que a breguice me afeta? Nem a bolsada repreendora da Raquel evangélica poderia me salvar.

  3. YuuYuu chan 01/06/2012 at 15:50 #

    Mara, o Rola ou enrola até vai, mas Casos de Família… como conseguiu olhar essa coisa????
    Profundo o comentário, apesar de não ficar surpresa com pessoas ridicularizando cosplayers na tv.

  4. kurama 01/06/2012 at 15:50 #

    Não fica de graça Mara, foi você quem fez esse comentário.

  5. Thiago 01/06/2012 at 15:56 #

    Esse Tobi caiu no meu conceito esperando ele se revelar no mangá, ai o maldito revelou sua indentidade em um programa igual os “Barracos de familia” Porra Tobi vai tomar no seu c><
    khuahuahua

  6. @Vilansama 01/06/2012 at 15:57 #

    Chateadíssima pelo primo funkeiro ter arregado na hora da dancinha! perdeu toda a (pouca) moral que ainda tinha…

    Achei que você ia falar do outro primo recalcado que não tava mais arrasando na balada pq o primo com cabelo rosa e hello kitty na mão, (praticamente um decora), tava chamando mais atenção que ele. E o garotinho que foi defender o Decora foi sensacional.

    Mara como sempre, retirando pérolas das profundezas tenebrosas do SBT, bate aqui, gata! o/\o

  7. Kauis 01/06/2012 at 16:07 #

    CASOS DE FAMILIA É VICIANTE

  8. Suna 01/06/2012 at 16:32 #

    Pombas, com o tanto de gente bizarra que aparece nesse programa, cosplayer só não passa despercebido porque tá fantasiado. Tem quem leve à sério o Casos de Família? Algum cosplayer ficou ofendido, de verdade? E pourra, funkeiro incomodado non ecxiste. Se existir, é espécie ainda não catalogada.

    Mas vamos admitir que tem cosplayer e otaku que passa dos limites e enche o saco até em evento de anime. Pra quem tá fora desse meio, aturá-los deve ser umas 3 vezes pior.

  9. emphighwind 01/06/2012 at 17:01 #

    tem que ter preconceito com otaku e cosplayers mesmo, otakus por serem posers, já que otaku significa viciado e é um termo perjorativo as shit, e os posers se dizem ser otaku só por gostarem de animes como naruto e my little poney e lerem mangás como ação magazine e turma da monica jovem.

    agora cosplayers são por serem pessoas 3D que não conseguiram virar 2D

  10. Jasque 01/06/2012 at 17:07 #

    Um funkeiro e um otaku na mesma família…

    Só faltou ter um emo na história.

  11. Mickie 01/06/2012 at 17:13 #

    “agora cosplayers são (posers) por serem pessoas 3D que não conseguiram virar 2D” Eu rí!

  12. Diego Miyabi (@diegomiyabisama) 01/06/2012 at 17:38 #

    Véi huahsuahssa

  13. Vitz - Hentai King 01/06/2012 at 17:39 #

    Carlos Nascimento é uma empregada? LOL

  14. wesley@DN 01/06/2012 at 18:02 #

    Puts, parecia o Carlos Nascimento msm, ahahahahah
    nesse casos de família vai cada um sem noção.
    E o pior foi o funkeiro q se incomoda com o primo, bem feito!!!!
    nós sofremos no onibus com uns idiotas escutando funk sem os fones >.<

  15. xeixun 01/06/2012 at 19:11 #

    Pra quem quiser ver o vídeo, eu achei aqui e tal : sbt.com.br/sbtvideos/media/?id­=aa9574427bd88dab40b44758a800f­e0e

  16. edu 01/06/2012 at 20:20 #

    estamos precisando de um death note aqui pra matar esse povo que nao gosta de cosplayers e etc

  17. gwy 01/06/2012 at 20:52 #

    Se é o ridículo da família, assume logo.

  18. Flavia 01/06/2012 at 21:01 #

    O próximo capitulo vai ser: “Um Otaku na Hebe”

    p.s.: Hebe ainda existe?

  19. Marskel 01/06/2012 at 21:53 #

    QUEM É NINJA COMPARTILHA!

    HAUHEUHAUHEUHAHAUHEUHAUHEUHAHAUHEUHAUHEUHAHAUHEUHAUHEUHAHAUHEUHAUHEUHAHAUHEUHAUHEUHAHAUHEUHAUHEUHAHAUHEUHAUHEUHAHAUHEUHAUHEUHAHAUHEUHAUHEUHAHAUHEUHAUHEUHAHAUHEUHAUHEUHAHAUHEUHAUHEUHAHAUHEUHAUHEUHAHAUHEUHAUHEUHAHAUHEUHAUHEUHAHAUHEUHAUHEUHAHAUHEUHAUHEUHAHAUHEUHAUHEUHAHAUHEUHAUHEUHAHAUHEUHAUHEUHAHAUHEUHAUHEUHAHAUHEUHAUHEUHAHAUHEUHAUHEUHA!!!

  20. Guilherme 01/06/2012 at 22:23 #

    Devia ter visto.
    Tem tanta coisa aí digna de comentário que tô tendo um bloqueio.
    Bom, vou destacar a parte do “uma arte muito antiga” e lembrar que cosplays eram bastante valorizados no ápice da cultura helenística. O segundo boom de cosplays ocorreu durante o renascimento. O terceiro, é claro, é o dos dias atuais.
    Tá tudo no livro “Cosplay ao Longo das Eras”, do conceituado Professor Odilon.

  21. Lawliet 01/06/2012 at 22:23 #

    E isso é culpa do SBT??
    Certo que a emissora é uma merda….mas a culpa seria das familias não??
    Otaku sempre vai sofrer preconceito..não tem jeito.
    Achei que tinham aceitado isso.
    Se incomodam por muito pouco,como se valesse a pena se incomodar com o que eles dizem ¬¬
    é só ignorar!

  22. jasque 01/06/2012 at 23:06 #

    Se for assim a culpa é de todas as famílias que vão ao programa…

    Sério esse programa sempre foi muito trash.

  23. Mateus Rogério (@mateusrse) 01/06/2012 at 23:46 #

    CASOS DE FAMILIA É O MELHOR PROGRAMA DA TV BRASILEIRA
    SEM +

  24. Melke Arikis 01/06/2012 at 23:58 #

    Mas e num é ridiculo mesmo, o funkeiro idem. A familia toda ta precisando de uma bolsada repreendedora.

  25. Ninguém 02/06/2012 at 00:00 #

    Aí Mara, depois de um review desse, nada melhor do que fazer review de Akibaranger, que reúne vergonha, cosplayers e itashas no mesmo lugar!

  26. André Vieira 02/06/2012 at 00:29 #

    Bolsada cristã repreendedora kkkk rid+, mas o comentário no final foi bem mais repreendedor. To adorando as séries que a mara faz com os programas do SBT.

  27. Sandra Monte (@papodebudega) 02/06/2012 at 01:09 #

    Vou escrever aqui o mesmo texto que coloquei em outro site…

    Sabe… eles são ridículos sim.

    Mas, não pelo motivo citado. São ridículos por quererem aparecer na TV e se prestarem a tal papel.

    Ou vocês acham que em um programa como “Casos de Família” a coisa seria diferente? O povo tem que PARAR de querer aparece por aparecer.

    Aparecer para ser depreciado? Melhor ficar em casa mesmo. Eles são ridículos por este motivo. E, acabaram fazendo um grupo inteiro ser ridicularizado pela falta de noção deles…

    Há programas e programas… E “‘Casos de Família” é o tipo de programa que uma pessoa deveria evitar de querer ir.

    Sandra Monte
    http://www.papodebudega.com

  28. Pedro La Ruína 02/06/2012 at 02:55 #

    Como dizia Lincoln, o presidente caçador de vampiros “Deus deve amar os idiotas pois o mundo esta cheio deles”

  29. jonatasmattos 02/06/2012 at 10:53 #

    O Problema não é gostar de mangá/ anime, ou gostar de cosplay, é o exagero, nego faz questão de dizer sou Otaku, titulo escroto do caralho, pra mim basta dizer q leio mangá, não sou viciado, só leio por diversão mesmo. E outros não se contentam em fazer cosplay por diversão e querem usar 24 horas, quer ir de cosplay para a escola, se a mãe chamar pra igreja ele quer ir de cosplay também, acho que deve existir bom senso e equilíbrio.

  30. apocaliptico2 02/06/2012 at 13:36 #

    Mas, não pelo motivo citado. São ridículos por quererem aparecer na TV e se prestarem a tal papel.

    Ou vocês acham que em um programa como “Casos de Família” a coisa seria diferente? O povo tem que PARAR de querer aparece por aparecer.

    Aparecer para ser depreciado? Melhor ficar em casa mesmo. Eles são ridículos por este motivo. E, acabaram fazendo um grupo inteiro ser ridicularizado pela falta de noção deles…

    Há programas e programas… E “‘Casos de Família” é o tipo de programa que uma pessoa deveria evitar de querer ir.

    – O problema é: querer aparecer de qualquer modo. Por isso que é ridicularizado, mas não é só os Otakus não, tem gente vergonha alheia em tudo que é meio para a nossa alegria.

  31. Mônica 02/06/2012 at 14:13 #

    Olha, eu admiro quem faz cosplay, mas dentro de um contexto, tipo eventos de anime. Agora, cosplays que vivem isso 24 horas por dia, dormem de cosplay, vão trabalhar (?) assim aí já é noção de ridículo.

  32. xeixun 02/06/2012 at 17:21 #

    Mara, faz análise de Panty and Stoking!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    please

  33. HashixHunter 02/06/2012 at 18:22 #

    Quem está mais incomodado? Quem não acredita que aquilo sejam cosplayers reais (porque não são mesmo, eu os traduzo como meros loucos querendo se aparecer na TV) ou o pessoal que aproveita para demonstrar seu lado ‘ser humano normal’ que criticam o mesmo conceito? Vem cá, como vou levar um programa de barraco a sério? Como vou levar a sério a opinião de quem critica pessoas que só pediram mesmo para serem debochadas nas colunas da Mara? Como vou levar a sério os que criticam algo que mal sabem o que é e querem tentar demonstrar que sabem?
    Sou profissional em dias normais, trabalho como supervisor de engenharia, todos sabem que assisto anime e leio mangás e boa parte até se interessam em pelo menos tentar entender o que é, só por curiosidade de saber que eu tenho este hobby. Sabem que vou em eventos, mas respeitam-me profundamente. Inclusive mostram os próprios hobbys para mim sem medo (pescar, coleção de miniaturas, aquarismo, Star Wars e até colecionadores de artigos de guerra) e querem saber o que penso. Sabe porque? Porque passo confiança como alguém que não tem vergonha do que gosta ao invés de ficar se protegendo em palavras de aceitação social intelectual. Sou normal, sem loucuras como a destes seres de outros planetas em programas deste tipo e muito menos sou pseudo-normal. Só normal, trabalhador, com meus hobbys, brincadeiras e seriedade na hora necessária.
    Para tanto blá blá blá, sou posso fazer meu melhor sorriso e dizer: Mara-vilha, ri muito com sua matéria. Você é legal demais. Parabéns pelo blog.

  34. Uchihatel 02/06/2012 at 18:39 #

    Pera, para tudo, um funkeiro falando mal de um otaku, e que moral ele acha que tem pra fala mal dos otakus. Sesente incomodado com o primo otaku? só ta recebendo o que da, ou ele acha que as pessoas amam alguem ouvindo funk no maximo sem fone?

  35. M 02/06/2012 at 21:35 #

    Mara, já tem até fotinha de facebook reclamando disso <3

  36. Mariana Busarello 03/06/2012 at 18:53 #

    não aguento esses otakinhos putos da vida com o programa e atacando o funkeiro HAHAHHAHAH o funkeiro pelo menos tá sendo coerente com o que a cultura dele prega, já o otaku, nem pra ficar trancado dentro do quarto sendo um loser, como é no Japão!

  37. Matheus Fox 04/06/2012 at 07:04 #

    Cara, o programa da Eliana passa direto cosplayers, quase todo mês.
    Esses otakus ficam acusando a SBT de dizer isso .-.
    Aposto que se tivesse Death Note pra vender aí, o SBT pegava, aí os otakinhos iriam falar: “Aff, a SBT estragou Death Note e blablabla” como se fosse ela que dubla.

  38. Lila 05/06/2012 at 01:09 #

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk nunca ri tanto, nem no programa da eliana. Gente sério que vocês estão de mimimi com o SBT por ter colocado cosplayers como ridículos? Primeiro foram vocês que deram a ideia, afinal rondou muito isso no face (img da apresentadora com cg do tema algo ‘engraçadinho’ sobre meu filho cosplayer) Segundo, se não tivesse quem topasse não haveria programa, então se eles estão lá se taxando de ridículos eu vou fazer o que? rir ne..

  39. José A Dorda 08/06/2012 at 23:02 #

    moça, é tipo assim, se eu conseguisse diferenciar quando voces fala a serio e quando voce esta de sacanagem, ou esta fazendo piada para falar serio, ou tentando deixar mais claro, se eu conseguisse saber teu posicionamento sobre o tema teu artigo seria mais engraçado e não me deixaria com duvidas.

  40. LarissaOtomeSoul 29/09/2012 at 11:00 #

    Aff,o povo deve se encomodar pq a gente num usa cosplay no carnaval e as roupas não deixa quase tudo de fora. os parentes deviam ficar feliz por muito otaku preferir gastar dinheiro em seu cosplay ou em um mangá do que em drogas Não?
    ou será que vc e normal pq gasta tudo em pinga,cerveja,cigarro e outras drogas.
    tem muita diferença em ir a um evento cosplay e uma balada.no evento vc vai p se diverti cantar animeke dançar comprar coisas orientais e alem de tem chance de conhecer dubladores ou cantores japonese e a balada vc pode chegar garvida em casa e nem saber quem e o pai,levar um tiro e outras coisas. ¬¬

  41. Saulo Augusto Duarte 06/01/2013 at 15:07 #

    Preconceito contra otaku é coisa de idiotas anti-éticos!! Preconceito é coisa de idiotas desequilibrados que faz o mundo apodrecer a cada dia. Coisas como futebol, carnaval, novela, cerveja e dominó(meu pai é fanático por dominó, assim como os meus tios) são coisas típicas da cultura brasileira, agora, em se tratando de coisas que vêm de outros países, como os animes japoneses, algumas pessoas passam a ter uma visão negativa a respeito da cultura otaku, considerando como estranheza(Se você tem aversão à cultura otaku, então você é uma pessoa idiota que só sabe criticar ao invés de apreciar. Vá pro inferno, não preciso da amizade de idiotas, ignorantes e estúpidos como você, que só vêm falar mal dos otakus!! Vá se à merda, você não tem que gostar, mas não tem o direito de dizer a uma pessoa o que deve ou não fazer, idiota!!). Sem falar que a cultura otaku está em grande expansão no Brasil nos dias de hoje, graças à internet. Eu tenho vergonha de ser brasileiro, pois algumas pessoas são estúpidas demais e sempre procuram ver defeito em tudo e todos. Por que vocês acham que eu detesto assistir a globo?! Porque ela é a grande incentivadora dos preconceitos que existem no Brasil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 3.122 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: