Arquivos | junho, 2011

The Recalling

30 jun

Deu no Twitter do Chuva de Nanquim:

E depois deu no twitter do @rdrigopimentel:

Então a JBC errou as páginas do mangá e decidiu imprimir um recadinho avisando que estava errado ao invés de providenciar um recall? Vamos ver esse recadinho:

Enquanto você otaku que nem compra Ranma ½ começa a xingar muito no Twitter por essa sem-vergonhice e criando evento no Facebook pra boicotar a editora, eu vejo o lado positivo disso.

“Mas Mara, sua gorda que não vira homem quando joga água quente, e qual o lado positivo disso?”

Porque essa é a chance da JBC começar a colocar esses recadinhos de erro em toda edição problemática. Já imaginaram?

***

(Me siga no Twitter!)

(Já me curtiram no FACEBOOK?)

 

Amin Khader News – Para tudo que o morto ressuscitou!!!

30 jun

É tão estranho essa acentuação da nova regra ortográfica, né? Ah, já começou!

Minna, para o ônibus da Yamato que eu não quero ir para o metrô! Com a velocidade da internet, todo mundo quer dar uma notinha e às vezes a coisa muda no meio. Ontem anunciei que Lost Canvas era da Band e que a CD & DVD Factory tinha divulgado a capa de Sailor Moon S… e algumas horas depois já era tudo mentira. É tipo a morte e ressurreição do Amin Khader.

Vamos começar com Cavaleiros do Zodíaco. Olhem o que deu no Jbox:

E teve boatos que a nossa imprensa especializada estava na pior. Se isso é estar na pior…. PFFFFFF!

Então todos os sites caíram como um patinho com a notícia do IG sobre a série ser da Band. Todos preferiram confiar que um site não especializado (como se isso fosse ofensa) ao invés de buscar a verdade com a FlashStar, por exemplo.

Agora fica essa quadrilha de festa junina (É da Band! Ae! É mentira! Ahhhh!) e quem paga o pato, como sempre, é a gente.

Quer dizer, vocês, porque eu não ia assistir isso nem que me pagassem em barras de ouro derretidas das armaduras e que valem mais que dinheiro.

E vamos para Sailor Moon agora!

Se lembram aquela capa LINDA que divulgamos ontem? Então, ela não será mais usada. A CD & DVD Factory saiu divulgando que aquela não era a capa final. Engraçado, né, porque eles falaram isso COINCIDENTEMENTE depois que os fãs meteram o pau no trabalho porco.

Aí, o presidente da empresa foi nos comentários do Jbox para dar satisfações:

Começa com ele lavando as mãos a respeito da capa, mas se prontificando a mudar. Segue com ele se “rebaixando” ao assumir o erro. E termina com ele anunciando que a imagem foi tratada. E viva as estratégias de discurso que fazem qualquer um sair por cima!

Todo mundo achou super-legal a atitude dele de perceber o erro e tentar mudar, mas tem muita coisa errada nisso, impossível que só eu noto.

Tá, a capa está uma porcaria e você concorda com esse “erro”. Mas, antes de mais nada, quem foi a empresa que APROVOU e DIVULGOU esse erro? E mais! Quem foi que POSTOU esse erro em seu site e não fez NENHUM comentário negativo sobre a capa? Não foi um certo site aí que disse que seria ultra-crítico e que ia reclamar caso não gostasse de algo? Se eles não comentaram, quer dizer que eles curtiram esta porcaria?

A CD & DVD Factory poderia aproveitar o momento e mudar o slogan, não é mesmo? Eu tenho uma sugestão:

CD & DVD Factory: A Gente Faz…. E Refaz bem feito

***

(Me siga no Twitter!)

(Já me curtiram no FACEBOOK?)

Escalada Mais de Oito Mil – Todas as Pautas Atacam ao mesmo tempo!!!

29 jun

Essa semana foi bem corrida em questão de pauta. Todas as pautas que sempre tiveram destaque aqui no blog decidiram aparecer na mesma semana. E como eu nem consigo escolher a melhor (e nem tem muito o que falar sobre elas), preparei um Escalada Mais de Oito Mil especial, com tudo o que você precisa saber sobre as notícias da semana. E daí que é quarta-feira? IKIMASU ver as notícias!!!

Deu no Cavzodíaco que a Band finalmente pegou os direitos de Lost Canvas após uma intensa disputa com a RedeTv. Agora Lost Canvas pode receber exatamente o mesmo tratamento da série clássica.

Procurado pelo Mais de Oito Mil Press, o site CavZodíaco, que sempre apoiou as exibições no Burajiru pela Band, foi categórico ao ligar o modo “comigo não morreu” e dizer:

AKA Não nos responsabilizamos por essa exibição porca que nós ajudamos a planejar e elogiar.

Aguardo uma exibição que renderá muitas pautas.

Deu no SOS Sailor Moon que a CD & DVD Factory divulgou a capa do DVD de Sailor Moon S. A desculpa para o atraso, além do terremoto de Março e da menopausa da Naoko Takeuchi, foi que a Toei não havia enviado o Style Guide italiano para fazer as capinhas dos DVD.

Agora, todas as fãs de Sailor Moon podem comprar um DVD de capa mal enquadrada com uma arte italiana linda. E dentro do disco vem, de brinde, a belíssima arte japonesa da década de 90 que só a Toei sabe fazer.

Deu no site do Jogo Justo o resultado do segundo dia do Jogo Justo. Segundo a matéria, um exemplo de sucesso do negócio foi #jogojusto ter ido parar nos TTs.

Parabéns pelo sucesso, Moacyr, agora você conseguiu fazer com que o Jogo Justo seja tão relevante quanto as outras coisas que vão para os TTs.

Como o Bruno Mazzeo, Luan Santana e a Família Restart.

***

(Me siga no Twitter!)

(Já me curtiram no FACEBOOK?)

Lady Gaga copia abertura de anime

29 jun

Depois de copiar a Madonna e o visual das malignas de Sailor Moon, Lady Gaga está de volta para continuar sua vida impune de plágios e inspirações suspeitas. Sim, minna, dessa vez ela fez uma música nova baseada descaradamente em uma música de anime, só que dessa vez não vamos deixar que ela saia sem pagar as conseqüências. Tá pensando que direito autoral é bagunça?

Vejam a música que ela fez baseada na abertura de Doraemon, e notem a semelhança:

Vocês riem, mas esse é o primeiro passo para ela cantar Zankoku na Tenshi no These e estragar mais infâncias que uma guerra.

(Dica da leitora Marcela,  que pediu para eu não pegar pesado com a Gaga)

***

(Me siga no Twitter!)

(Já me curtiram no FACEBOOK?)

Escalação do live action do Burajiru de Samurai X

28 jun

Minna, fica até difícil saber quem deu primeiro a notícia, mas a essa altura do campeonato até a sua tênia já tá sabendo que Samurai X vai ganhar um filme com atores reais. E quando anunciam uma coisa dessas, qual é a primeira coisa que pensamos?

“Se o filme de Initial D já chegou ao Burajiru sendo chamado de RACHA, imagina se isso vai chegar”.

Tá, qual é a segunda coisa que pensamos? No ator! Queremos ver quem vai ser o escolhido para fazer o papel do nosso Kenshinzinho, que era chamado assim porque não tínhamos conhecimentos do complexo e intraduzível sistema hierárquico da Grande Nação Japonesa.

Do que eu tava falando mesmo?

Ah tá, IKIMASU ver o ator!

Isso vai ser o ator do Kenshin? Vamos ter que baixar um filme com esta coisa como Kenshin Himura? Isso eu não admito! Por isso, usarei todos os meus conhecimentos adquiridos em observação e escalação de Wolf Maia e decidi escalar um elenco próprio para Samurai X.

KENSHIN (Koba do Restart)

O Kenshin é caladão, não tem uma aparência muito masculina e tem algo por trás. Então pra fazer ele eu escalei o Koba do Restart (que eu só descobri o nome jogando na Wikipédia) porque ele também é calado (você já ouviu a voz dele?), não se parece muito com homem e tem algo por trás. Interprete isso da maneira que quiser.

KAORU (Carla Dias)

Carla Dias, que está no ar como a Khadija do Clone, é perfeita para fazer a Kaoru. As duas são irritantes, as duas parecem ser ex-crianças prodígio, as duas são impossíveis de se imaginar fazendo sexo e ambas querem um marido que dê muito “oro”.

SANOSUKE (Jonatas Faro)

Para o papel do rapaz que chega para destruir tudo com a sua espada gigante, temos que escalar o nosso ex-chiquitito, que também entende de manejar uma espada grande. Interprete isso da maneira que quiser.

YAHIKO (Yudi Tamashiro)

Para o papel de criança chata, que acha que é adulto mas que é uma tosca, eu decidi escalar Yudi Tamashiro, que tem experiência em ser chato e achar que é adulto. Na verdade ele é adulto já, mas parece criança por causa dos hormônios que o SBT deu.

AOSHI (Selton Mello)

Para o mestre das espadas curtas, escalei o Selton Mello. Interprete isso da maneira que quiser.

SHISHIO (Ângela Bismarchi)

Escolhi a Ângela porque ela nem precisaria fazer laboratório para o papel, ela já tem experiência em ficar enfaixada depois de tantas plásticas. E para agüentar o marido feio, ela deve ser bem adepta ao álcool, que nem o Shishio! E é uma triz que você teria medo de encontrar na rua, que nem o vilão.

TOMOE (Cesta de Frutas)

A personagem mais natureza morta de todos os tempos é glorificada como uma expressão de toda a complexidade do ser humano. Já que eu acho a mulher muito tosca, eu vou escalar uma cesta de frutas, que tem a mesma carga dramática de atuação desse pequeno vaso de porcelana sem sal.

***

(Me siga no Twitter!)

(Já me curtiram no FACEBOOK?)

Aprendendo a contar com pingüins

28 jun

Deu na Henshin:

Deu no Youtube:

Agora sim:

(Sugestão do leitor @Gyabbo)

***

(Me siga no Twitter!)

(Já me curtiram no FACEBOOK?)

É tipo se afogar em Patusei

27 jun

Olá, minna! Vocês sabem que eu sempre defendi o quadrinho nacional, né? NEM EU! Na verdade eu defendo o que é bom, bonito e barato. Mas o que importa é que temos mais uma tentativa de quadrinho nacional de qualidade aqui no Burajiru. E não estamos falando de iniciativas pequenas , e sim de iniciativas de empresas grandes! Queremos números cavalares, monstruosos, tiragens gigantes! Então nada melhor que a Level Up para entrar no mercado de quadrinhos.

Vejam o que deu no Animepró:

Adoro texto de release, tudo parece tão limpo e perfumado. Só faltou falar se o negócio é nacional ou não. Por isso, veja o que deu no Impulso HQ:

Agora sim, sabemos que é uma iniciativa nacional pelo estúdio Bolinho de Arroz. Só uma coisa me incomodou um pouco ali… vinte páginas só? Com vinte páginas não dá pra narrar nem um coito interrompido! Mas agora eu estou sendo chata, não é mesmo, minna? Porque Dragon Ball também tinha vinte páginas e era uma coisa linda (mas até aí Bleach também tem vinte páginas…).

O bom é que temos amostras para analisar o produto de extrema qualidade que a Level Up pode nos proporcionar. Porque até Grand Chase tem uma utilidade para a sociedade, que é separar as pessoas que valem a pena conversar das pessoas que não valem a pena (as jogadoras de Grand Chase).

Vamos ver o traço desse quadrinho nacional feito por “artistas profissionais”:

Minna, agora usar o estilo hieróglifo egípcio de perfil é ser artista profissional?

Não é do meu feitio falar mal de algo baseado em apenas um exemp… quem eu tô tentando enganar, né? Mas sem querer criticar algo que não li, a apresentação está um pouco fraca demais, não? O traço é muito parecido com o que vemos por aí em fanzines (me desculpem os fanzines, acho ótimo).

E se você acha que isso é o fundo do poço, prepare-se! Porque embaixo do poço há um alçapão.

Um alçapão beeeeeem caro

***

(Me siga no Twitter!)

(Já me curtiram no FACEBOOK?)

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 3.122 outros seguidores