Arquivos | junho, 2010

O Retorno do Zodíaco

30 jun

E os Cavaleiros do Zodíaco estão de volta à TV do Burajiru. Que bom, né, otakus? Posso até não gostar muito do C&A e seus amigos, mas admito que ele tem uma grande importância na nossa cultura Animística.

Só que os fãs estão esperando que a exibição pela Band vá ser o retorno triunfal da série. Bem, assim como Cavaleiros do Zodíaco é uma reprise na nossa televisão, a sua história com a Band TAMBÉM É UMA REPRISE.

Duvida? Vamos voltar para 2004:

PRIMEIRA TEMPORADA de CAVALEIROS DO ZODÍACO na BAND

Capítulo 1: Band anuncia a série. (Notícia de Maio de 2004)

A Band anunciou Cavaleiros do Zodíaco e, por causa da indefinição, nós otakus esperávamos a exibição perfeita, no horário nobre e sem cortes, como se pode ler na notícia de Junho de 2004.

Capítulo 2: Cortes e episódios duplos. (Notícia de Julho de 2004)

Aí a Band chutou o pau da barraca. Além de chamar a apresentadora Kelly Kagi (“key” em japonês para os incultos que não conhecem o vocabulário da Grande Nação Japonesa) para apresentar o anime, inventou de passar dois episódios por dia no intuito de queimar o produto e ainda anunciou os inevitáveis cortes. Os otakus que viam na época da Manchete protestavam, relembrando os áureos tempos em que víamos a orelha do Cássius sendo cortada e os peitos da Taís Araújo às dez da noite.

Capítulo 3: A exibição. (Notícia de Junho de 2004)

A exibição teve cortes, Kelly Kagi, colagem mal feita e tudo mais. Mas os fãs da Grande Nação Japonesa tinham esperanças que tudo ia melhorar… E a emissora aproveitava para fazer promessas e promessas

Capítulo 4: Exibição para São Paulo. (Notícia de Abril de 2005)

E no fim a série começou a ser exibida só em São Paulo

Capítulo 5: Sayonará Cavaleiros. (Notícia de 2006)

Com uma exibição ruim e limitada, C&A e os outros foram desaparecendo da TV brasileira.

****************************

***************************

Mas sempre restava a esperança do retorno triunfal da série! E aconteceu em 2010 com a reprise dos mesmos capítulos da exibição. Duvida?

SEGUNDA TEMPORADA de CAVALEIROS DO ZODÍACO na BAND

Capítulo 1: Band anuncia a série. (Notícia de Abril de 2010)

Capítulo 2 e 3: Cortes, episódios duplos, exibição. (Notícia de Junho de 2010)

Capítulo 4: Exibição para São Paulo. (Notícia de Junho de 2010)

*********

*********

Bem, com toda essa apuração (que deu um baita trabalho), eu só tenho uma mensagem a dizer…. no ritmo que a coisa tá, não vai demorar para chegar o capítulo 5 da segunda temporada

(@maisdeoitomil)

[Sugestão de leitura]

Aprenda a identificar um nostalgista

29 jun

Primeiramente sou obrigada a avisar ao leitor que não existe site imparcial. Na área dos produtos da Grande Nação Japonesa temos blogs feministas que retratam os mangás shoujo como a melhor coisa do mundo até blogs que são prolixos e consideram tudo que é pop um lixo.

Uma outra categoria de site que temos são os de nostalgistas. São sites que idolatram algo exageradamente. Um dos exemplos é o site CavZodíaco, que tem redatores que, aparentemente, vivem num universo paralelo em que Cavaleiros do Zodíaco é um sucesso sem precedentes e a melhor obra cultural de todos os tempos.

Até aí nada contra Cavaleiros do Zodíaco, série que moldou o meu caráter. Mas dizer que Cavaleiros do Zodíaco é a melhor série do mundo é o mesmo que falar que aquele ninja insuportável é legal, que aquele pirata idiota é criativo e que aquele shinigami no mangá com nome de produto de limpeza é carismático.

Kaeru, Mara-chan, kaeru!

Como vários outros sites, o CavZodíaco é comandado por adultos que gostavam do anime quando crianças. Assim, a nostalgia fala muito mais alto que o bom senso ou o bom gosto.

“Mas como identificamos um nostalgista, Mara-chan?”

A resposta é simples: um texto de um autêntico nostalgista tem sempre quatro características básicas.

Característica 1 – Seleção de palavras que inclua o leitor no discurso, como “teremos”. Um nostalgista quer angariar a audiência que a série não consegue por mérito próprio.

Característica 2 – Sempre se lembra dos gloriosos tempos de quando a série foi exibida pela primeira vez. Rede Manchete e sua programação de qualidade, ai ai…

Característica 3 – Justificativa de erros através do erro dos outros, como maneira de explicar o insucesso atual de algo que se deu bem no passado.

Característica 4 – Aquele tom esperançoso de que aquele anime com mofo saindo pelos poros irá conquistar crianças que se cativam por séries com mais quadros de animação e um roteiro melhorzinho.

Agora confira no texto abaixo todos os exemplos citados acima, cada um com sua respectiva cor. Divirtam-se!

(@maisdeoitomil)

Bleach ganha capa exclusiva nos EUA

28 jun

As capas de Bleach são bem criativas. Elas têm o fundo branco e um pequeno texto em outro idioma. O que eu não sabia é que as capas de Bleach nos EUA são bem diferentes das capas brasileiras, tanto que algumas até possuem textos em português e um design alternativo.

Como eu que eu descobri isso? Vendo na área de importação de mangás da Saraiva!

Confira a capa de Bleach americana:

Álvaro Villaça é pseudônimo do pseudônimo de Tite Kubo?

***

[Agradecimentos ao leitor @rkun18 pelo toque]

[OBS: O mangá importado, que tem uma baita qualidade, tá 15 reais, quase o preço daquela tranqueira da Panini]

(@maisdeoitomil)

Pedofilia na Grande Nação Japonesa

27 jun

Deu no Japan Pop Cuiabá:

Para ouvir enquanto lê:

(@maisdeoitomil)

Tocar é bom

26 jun

E deu no Japan Pop Cuiabá:

Legal tocar em máquinas de refrigerante. Mas eu conheço uma pessoa que não vai curtir isso NEM UM POUCO.

Me sinto violada.

***

(@maisdeoitomil)

Ludibriado por um Raio Azul

25 jun

Uma coisa que dá GOSTO de ver na imprensa de animes, mangás e etc do Brasil é que o pessoal realmente sabe o que tá falando.

E é nesse espírito de pessoas cultas e com conhecimento teórico que vamos ver o que deu ontem no Maximum Cosmo:

Bem, é uma notícia meio enrolativa como todas as notícias dele. Mas preparei um esqueminha com um resuminho esperto pra vocês. Vejam:

Bem, meu namorado mandou um recado para o autor do blog. Ele pediu pra avisar que o console Playstation 3 utiliza discos de Blu-Ray para rodar jogos, e que estes não são encontrados em camelôs da esquina. E o próprio console de última geração da Sony possui eficientes travas anti-pirataria, que fizeram com que o mesmo nunca houvesse sido pirateado até o momento, ou seja, nesses quase quatro anos em que o console está no mercado. A utilização dessa “piada” sobre a banquinha de camelô apenas demonstra um completo desconhecimento sobre o assunto tratado e não condiz com os fatos. E, segundo meu namorado ainda, contra fatos não há argumentos.

Esse foi o recado do meu namorado.

O meu recado é mais simples, e é uma dica para todos os sites. Vamos só falar do que vocês realmente sabem? Porque o que tem de gente que paga de culto, mas tem só um conhecimento superficial não é brincadeira.

Imagem meramente ilustrativa

***

(@maisdeoitomil)

Copa e Cozinha – Rumo à Medicina

25 jun

E deu na Made in Japan:

Mas é LÓGICO que a Grande Nação Japonesa foi pra segunda fase. Agora ela se esforça mais um pouquinho e consegue passar em primeiro lugar em medicina. É o velho dito popular:

“Enquanto você dorme, tem um japonês estudando para o vestibular.”

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 3.122 outros seguidores